Connect with us

Últimas

Holy Avenger: Paladina terá data de lançamento divulgada na CCXP19

Após grande espera a continuação de Holy Avenger ganhará data e apresentará novos personagens do cenário de Arton.

A espera de cerca de cinco anos finalmente terminou! Holy Avenger: Paladina finalmente ganhará uma data de lançamento.

Originalmente anunciada em 2014, um ano após a finalização de Holy Avenger, agora em 2019 a data de lançamento de Holy Avenger: Paladina terá confirmação.

Fazendo parte das comemorações de 20 anos de Tormenta, que vem trazendo muita novidade da empresa como a rework do livro de regras, que foi recorde em financiamento coletivo, batendo suas metas com incrível velocidade, a data de lançamento da continuação da saga dos Rubis da Virtude será anunciada durante a CCXP19, dia 6 de dezembro, onde os autores participarão de um painel para uma sessão de autógrafos.

Holy Avenger é uma revista em quadrinho totalmente brasileira e que faz parte de um universo chamado Tormenta. Foi lançada em 1998, e porta de entrada para muitos jogadores iniciantes de RPG no Brasil, apresentando não apenas o mundo de Arton mas toda uma mecânica de jogabilidade para o Role Playing Game.

RPG, para quem não conhece, é um jogo de interpretação. Um grupo escolhe um papel para interpretar e um dos ‘jogadores’ será o mestre, aquele que apresentará as regras e o cenário onde o jogo ocorrerá. O RPG nada mais é que um jogo de ‘contar histórias’ que utiliza imaginação e estatísticas junto com dados de até 20 lados para deixar o aspecto ‘sorte’ comandar a jornada dos personagens. Tormenta possui suas próprias regras, todo um conjunto de livros que apresentam classes de personagens, raças mágicas diferentes e poderes detalhados assim como apresenta Arton.

Rola um “D20 aí!”

Arton é o principal e mais famoso cenário no RPG brasileiro. Um mundo de problemas comandado por vinte deuses e com dificuldades sem par, seja por guerras territoriais, seja pela tormenta, uma chuva ácida que traz criaturas anti-naturais para o plano físico.

Arton conta com livros de regras de jogo, uma revista online e mensal intitulada Dragão Brasil e vários romances para deixar o cenário ainda mais diversificado e rico em detalhes.

Com grande conexão com os fãs, Tormenta tem conquistado um espaço no que tange rpg, sendo hoje, considerado um rival a altura do Dugeons & Dragons (RPG famoso nos Estados Unidos e pai da famosa animação Caverna do Dragão).

Teve final ou não?

Holy Avenger conta a história de Sandro, Lissandra, Niele e Tork. Quando Lissandra, uma meio dríade criada por Tork, o troglodita anão, recebe um chamado divino por sonhos para juntar todas os Rubis da Virtude e reviver um guerreiro santo conhecido apenas por Paladino. A aventura apresenta um mundo de magia assim como personagens carismáticos e únicos que constituem a história cheia surpresas e comédia.

Protagonistas da original Holy Avenger: A delicada Lissandra, o atrapalhado Sandro (de cabeça para baixo), a otimista Niele e o difícil Tork

O novo quadrinho, que originalmente foi anunciado em 2014, terá a mesma equipe, com Marcelo Cassaro de roteirista, André Vazzios como colorista e o belo traço em estilo mangá de Erica Awano. A história ocorrerá uma década após os eventos da história original.

Foi anunciado que será uma revista de capa dura em estilo oriental com 128 páginas e formato 20,5 x 27,5 cm.

A sinopse anunciada no site da Editora Jambô conta um pouco a história de Holy Avenger: Paladina.

“Após dez anos de treinamento monástico, uma jovem enfim retorna ao lar. Escolhida por Khalmyr, Deus da Justiça, ela acaba de descobrir sua missão sagrada.
Ela acaba de entender quem é. O que é.”

Últimas

Pokemon receberá o 23º filme

Longa terá inspiração na lenda de Mogli.

Foto: Reprodução

Pokémon voltará ao mundo das animações tradicionais após um filme todo feito em computação gráfica. O filme Pockt Monsters: Coco foi anunciado e já recebeu um trailer incrível.

O filme terá grandes inspirações na lenda de Mogli, trazendo Ash e seu famoso pokémon Pikachu conhecendo um garoto das selvas chamado Coco. O filme dará destaque a dois pokemon raros. Zarude e Celebi vermelho.

Esse será o terceiro filme de Pokémon em uma linha do tempo paralela, desde Pokémon – O Filme: Eu escolho você! Ambos mostram um reboot de Ash vivendo aventuras, mas com um design mais próximo das temporadas antigas da animação.

O filme tem data de estreia marcada para 25 de dezembro no Japão, mas ainda sem informações sobre o lançamento no ocidente.

Leia Mais

Últimas

Marvel oficializa casamento entre Hulking e Wiccano

HQ traz imagem do casamento dos heróis.

Foto: Divulgação/Marvel Comics

A Marvel Comics apresentou, em sua nova maxissérie, o casamento de Teddy Altman (Wiccano) e Billy Kaplan (Hulking), o casal LGBTQI+ mais famoso da editora.   

O casal iniciou um relacionamento que foi introduzido em Young Avengers #7, HQ lançada em 2005. 

Agora na nova maxissérie, Empyre, foi revelado o casamento na quarta edição do título Jovens Vingadores, que mostra Hulking como líder da aliança entre Krees e Skrulls, segundo o site Legião dos Heróis

A saga mostra o Imperador Hulking – um híbrido entre as raças Kree e Skrull, pois é filho do Capitão Kree Mar-Vell e Anelle, com o objetivo de unir os dois impérios rivais após milênios em guerra, sendo agora uma única e poderosa aliança que se dirige à Terra. 

O casamento mostrado na revista é um flashback numa conversa entre Wiccano com a Capitã Marvel e o Tocha Humana, onde o herói afirma que o marido pode ter sido substituído por um skrull, já que algumas de suas ações se tornaram questionáveis não conduzindo com sua personalidade.  

Enquanto Wiccano conversava com os super-heróis, imagem de uma cerimônia discreta, que oficializou a união entre os personagens, aparece no quadrinho. Na cena, apenas os integrantes dos Jovens Vingadores e os amigos mais próximos de Billy e Teddy assistiam o casório. 

Para lembrar, em 2019, o primeiro beijo entre o casal Hulking e Wiccano causou polêmica na Bienal do Rio de Janeiro, quando o arco “A Cruzada das Crianças” foi acusado de apresentar “conteúdo sexual para menores” pelo prefeito Marcelo Crivella. Na ocasião, Jim Cheug, ilustrador da HQ, repudiou a censura apresentada pelo presidente carioca e disse que o político está “atrasado”. 

Leia Mais

Últimas

Novo single de Marilyn Manson ganha clipe surrealista

Álbum We are Chaos tem data prevista para 11 de setembro.

Foto: Divulgação

O último álbum de estúdio do cantor Marilyn Manson foi em 2017, de nome Heaven Upside Down. E agora, na última semana, o single “We Are Chaos” foi apresentado, mostrando a canção que fará parte de seu novo álbum de estúdio de mesmo nome. 

O novo álbum teve sua data de lançamento definida para o dia 11 de setembro de 2020 e será divulgado por meio da Universal Music. O cantor também revelou um clipe em seu melhor estilo surreal e bizarro para a faixa, produzido junto do diretor e ilustrador Matt Mahurim. 

Com coloboração de Shooter Jennigs, Manson também divulgou, em suas redes, a capa e o tracklist de todo álbum, o 11º de estúdio. A arte foi ilustrada por um autorretrato intitulado ‘Infinite Darkness’, obra do próprio Marilyn Manson. O disco possuirá 10 músicas compostas e gravadas antes da pandemia.  

  1. Red Black and Blue 
  2. We Are Chaos 
  3. Don’t Chase the Dead 
  4. Paint You With My Love 
  5. Half-Way & One Step Forward 
  6. Infinite Darkness 
  7. Perfume 
  8. Keep My Head Together 
  9. Solve Coagula 
  10.  Broken Needle 

Em nota, o cantor declarou que o álbum soa como se “tivesse sido feito ontem”, ainda que tenha sido concluído antes do mês de março.  

“Há um lado A e um lado B no disco, seguindo a lógica tradicional, mas, assim como um LP, é um círculo achatado. Cabe ao ouvinte encaixar a última peça do quebra-cabeça no conjunto das canções”. Afirmou Manson. 

O cantor definiu o trabalho como um “´álbum-conceito” e “um espelho ao qual nem ele, nem Shooter Jennings olharão”.  

“Há muitos quartos, armários, cofres e gavetas, mas na alma ou no seu museu de memórias, os espelhos são sempre os piores. Estilhaços e fragmentos de fantasmas assombraram minhas mãos enquanto eu escrevia a maior parte dessas letras. Durante o processo de criação do álbum, precisei dizer para mim mesmo: ‘controle a sua loucura, costure o seu terno e tente parecer que você não é um animal’, mas eu sabia que a humanidade é a pior de todas. Ter misericórdia é como cometer assassinato. As lágrimas são a maior exportação do corpo humano” Declarou. 

Leia Mais