Connect with us

Na Ilha

Conheça “Tobias Salazar, o detetive baixa-renda”, personagem criado pelo quadrinista maranhense Roni

Mesclando elementos clássicos das histórias noir com aspectos marcantes da cultura maranhense, Tobias Salazar mostra o talento dos artistas do nosso estado.

(Foto: Reprodução/ @tobias_slz)

O Maranhão é uma terra cheia de artistas incríveis e, assim como já mostramos em outra matéria aqui no Volts, nossa terra possui diversos quadrinistas super talentosos de alcance nacional e internacional. A arte das histórias em quadrinhos vem sendo construída no estado há décadas e a cada dia vem se fortalecendo mais. Por isso, trouxemos hoje um novo representante desse cenário, o quadrinista Roni, que recentemente lançou o trabalho “Tobias Salazar, o detetive baixa-renda”.

Sendo sua estreia no cenário dos quadrinhos autorais independentes no Maranhão, Roni resolveu criar o personagem Tobias pela vontade de fazer algo interessante, divertido e que se passasse em São Luís, a capital do estado, um desejo que o acompanhava há anos. Motivado por histórias consagradas de quadrinistas maranhenses, como ”Corpo de Delito”, quadrinho policial de Iramir Araújo e Beto Nicácio, resolveu produzir sua própria história policial, surgindo assim Tobias, mas que se diferenciava um pouco dos personagens clássicos.

(Foto: Reprodução/@tobias_slz)

Diferente dos detetives sérios, centrados, “barra pesada”, Tobias surge como um personagem mais cômico, envolvido em confusões e, como a própria alcunha já diz, de baixa renda, utilizando o que tem para resolver os casos do povão a preços populares. Além disso, o próprio nome do personagem, Tobias Salazar, foi escolhido para fazer um contraste entre o nome sério e pomposo e sua personalidade cômica e desastrada.

Além das referências presentes em trabalhos de outros artistas, Roni também traz como grande referência a própria identidade cultural maranhense, os costumes, o modo de agir e de falar, tudo isso para que o público se identifique com o jeito dos personagens, as personalidades tipicamente maranhenses, o que fica claro logo pelo fato de o próprio Tobias ser um calango/troíra/osga/lagartixa, nomes comuns para se referir a um animal típico da região.

(Foto: Reprodução/@tobias_slz)

A identificação com os locais em que a história é contada também foi uma forma de trazer o reconhecimento por parte do público, visto logo na história de estreia, chamada “Quarentena na Cohab”, que trata de uma investigação em meio à pandemia, trazendo também um lado mais crítico do momento atual em que vivemos.

De acordo com Roni, esse lado mais divertido e com tantas referências do dia a dia, envolvendo uma história em quadrinhos com temática policial, foi criado com o intuito de que as pessoas que não são acostumadas a consumir histórias em quadrinhos possam se identificar com o mundo criado.

Atualmente, as aventuras de Tobias Salazar são publicadas no perfil do Instagram do personagem, de forma periódica e mostrando também parte do processo de criação dos quadrinhos.

Lançamentos

Biodz mostra sua mistura de hip hop e reggae no primeiro EP

Desde 2006, Biodz participa do universo musical. Há 4 anos está focado na cultura Hip Hop e Reggae.

Por

Biodz mostra sua mistura de hip hop e reggae no primeiro EP (Foto: Leandro Foto)

O ambiente urbano oferece um emaranhado de sensações contraditórias que evocam o poder e a vontade de transformação em grupos e pessoas. É nisso que acredita Abiodun, mais conhecido como Biodz, que, por meio de sua música, busca trazer à tona a indignação e o fervor que a urbanicidade oferece mesclando com o que é mais característico de suas raízes: a música negra. 

No seu primeiro EP, Dr. Dun at Casaloca, Biodz promove uma nova consciência musical que une a linguagem local e a jamaicana, retratando o cotidiano da margem, os preconceitos e a necessidade de uma nova forma de se relacionar com a natureza. Focando nos ritmos e movimentos que surgem na cidade, principalmente nas periferias. 

Desde 2006, Biodz participa do universo musical, estando há 4 anos focado na cultura Hip Hop e Reggae que têm forte presença em São Luís do Maranhão, conhecida como Jamaica Brasileira. Sua música tem como referências as vertentes urbanas da cultura reggae como ragamuffin, DUB, dancehall e rap. 

Biodz já organizou bancas de rap e participou da Taça das Favelas, abrindo show do Rashid e Dexter. Em 2019, fez participação no show Eletro Acústico Preto Nando no Festival BR 135, além de já ter em seu histórico o palco compartilhado com vários nomes consagrados da música maranhense, como Célia Sampaio, Natália Ferro e Núbia. É também integrante do projeto Criola Beat, que vem ganhando cada vez mais nome e espaço na capital maranhense além de criar um novo gênero. 

Leia Mais

Lançamentos

Cantor Adnon lança clipe do single de estreia ‘My Luv’ – vem assistir

A produção foi gravada na Pousada Portas da Amazônia, no Centro Histórico de São Luís.

Por

O cantor, compositor e produtor maranhense Adnon lançou recentemente o seu videoclipe de estreia intitulado, “My Luv”, uma lovesong que traz a volta da poesia para os ouvidos dos sensíveis de alma e coração. O single faz parte do primeiro álbum de Adnon, que será lançado em breve, o “Inna Brasillian Jamaica”.

O videoclipe foi dirigido por Rairisson Acilon e tem participação de Amanda Bertrand. A produção foi gravada na Pousada Portas da Amazônia, no Centro Histórico de São Luís.

A universalidade sempre presente nos trabalhos do artista pode também ser percebida nos trabalhos com a Soulvenir nos dois álbuns lançados (“Galaxyspecies” 2014 pelo portal Musicoteca e Dosol, “Uterearth” 2017 pela Sony Music), Casaloca (“Um de Onze” 2013, pela Onerpm) e Criola Beat (“Mixtape Vol.01” 2019 e “Mixtape Vol.02” 2020, pelo Upaon Mundo).  

“Inna Brasillian Jamaica” traz o universo musical de Adnon de uma forma bem íntima e pessoal, que expressa como é viver e pertencer à Jamaica Brasileira, título dado a São Luis – MA, sua cidade natal. O álbum, que será dividido nas plataformas digitais em 2 volumes, com 5 tracks em cada um, traz elementos da cultura urbana e uma linguagem musical própria que leva sua música além do Reggae Music universal.

Música para ouvir e amar como “My Luv” (Lofi/RnB), refletir e sentir como “Sulamerica” e “Será Que Somos Guerreiros?” (Dub/Downtempo) dançar e tirar uma panca em “Rubadub” (Dance Hall) e “Eu Nunca Ando Só” (Dub).

Leia Mais

Lançamentos

Cantora Gabi Carvalho lança single ‘Ressignificar’ – ouça

Com produção de Memel Nogueira, canção fala sobre o vício de fantasiar paixões.

Por

A cantora Gabi Carvalho lançou nesta sexta-feira (28), seu novo single “Ressignificar“. A canção foi escrita em agosto de 2019 e engavetada para projetos futuros. É um dos primeiros trabalhos em que a artista está mais presente nas ideias de arranjo e produção.

“A música fala sobre o vício de fantasiar paixões que só existem na nossa cabeça, quase como aqueles filmes clichês em que tudo são flores e sempre acaba bem, e é aí que a letra traz a mensagem de que precisamos dar novo sentido a esse amor, ressignificar o que foi inventado e seguir”, diz a cantora.

Neste retorno ao segmento orgânico na carreira, quem assina a produção musical é Memel Nogueira, no Estúdio Andar de Cima, com arranjos idealizados por ele e, também, por Gabi. No conteúdo visual, a designer Ana Waléria firma a direção de arte, Gustavo Rock é responsável pela fotografia e Gleno Rodrigues vem na criação de vídeos de pré-lançamento.

Em 2019, Gabi Carvalho se apresentou no Prêmio Volts e concorreu na categoria Melhor Cantora. Veja, abaixo, a apresentação da cantora clicando no vídeo abaixo.

Sobre a artista

Gabi Carvalho é cantora e compositora maranhense, tem 28 anos e está em carreira profissional desde 2017. Embora tenha pouco tempo profissionalmente, a artista começou a cantar aos 12 anos de idade e sua primeira música foi escrita aos 17.

Hoje, Gabi soma seis músicas lançadas nas plataformas de streaming sendo a mais recente, intitulada Ressignificar, parte de seu primeiro álbum que está em processo de gravação, com previsão de lançamento para o final deste ano (2020).

Leia Mais