Connect with us

Exclusivo

Após destaque em Cannes, ‘Farol’, de Arturo Saboia, ganha 1º teaser

Arturo Saboia assina roteiro, direção e montagem do curta.

Em

Foto: Divulgação.

Após destaque na edição 2018 do Festival de Cinema de Cannes, o curta-metragem maranhense Farol, com roteiro, montagem e direção do maranhense Arturo Saboia, ganhou o seu primeiro teaser.

Assista abaixo:

Produzido pela Guarnicê Produções e com incentivo do Edital de Arranjos Regionais realizado pela Agência Nacional do Cinema (Ancine) e Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), o filme se passa no alto de um farol distante, quando um casal em crise não consegue mais se encontrar e cada um tem sua própria visão da situação.

Estrelado por Antônio Saboia e Gabriela Carneiro da Cunha, Farol conta com produção executiva de Joaquim Haickel e Luna Gandra, direção de fotografia de Roman Lechapelier, direção de arte de Cris Quaresma e ainda trilha sonora original de Eduardo Patrício.

Além de Farol, Arturo Saboia é conhecido, também, pela direção dos premiados Borralho e Acalanto.

Cannes

No Festival de Cinema de Cannes, Farol foi selecionado para participar do Short Film Corner 2018, um dos eventos mais prestigiados do evento.

O filme ficou disponível na biblioteca de vídeo do festival durante todo a edição 2018, que foi realizada entre os dias 14 e 19 de maio.

Continue Reading
Advertisement

Coberturas

Confira os indicados ao Globo de Ouro 2021

Premiação considerada um ‘termômetro’ do Oscar, acontece no dia 28 de fevereiro.

Em

A Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA) anunciou nesta quarta-feira (3), os indicados ao Globo de Ouro 2021. A premiação será realizada em 28 de fevereiro, após ter sido adiada devido a pandemia de Covid-19.

O anúncio foi feito pelas atrizes Sarah Jessica Parker e Taraji P. Henson. O evento é um dos mais tradicionais da temporada de premiações, sendo considerado um ‘termômetro’ para o Oscar. Neste ano, as também atrizes Jane Fonda e Norman Lear, vão ser homenageadas com o Prêmio Cecil B. de Mille e Prêmio Carol Burnet, respectivamente.

Destaques da premiação

Entre as séries mais indicadas, estão ‘The Crown‘ com seis indicações, seguida por ‘Schitt’s Creek‘, com cinco nomeações e as produções ‘Ozark‘ e ‘The Undoing‘, ambas com quatro.

Já entre os filmes, ‘Mank‘ foi o mais indicado, com seis nomeações, seguido por ‘Os 7 de Chicago‘, com cinco, e ‘Meu pai‘ e ‘Nomadland‘ com quatro.

A Netflix foi o estúdio mais indicado, com 22 indicações na categoria de filmes e 20 em TV. Em seguida, aparece a Amazon Studios e a HBO, com sete indicações cada.

Confira a lista completa de indicados:

Cinema

Melhor Filme de Drama
‘Nomadland’
‘Mank’
‘Meu Pai’
‘Promising Young Woman’
‘Os 7 de Chicago’

Melhor Filme de Comédia ou Musical
‘Borat: Fita de Cinema Seguinte’
‘Hamilton’
‘Music’
‘Palm Springs’
‘A Festa de Formatura’

Melhor Diretor
Emerald Fennel (‘Promising Young Woman’)
David FIncher (‘Mank’)
Chloé Zhao (‘Nomadland’)
David Fincher (‘Mank’)
Aaron Sorkin (‘Os 7 de Chicago’)

Melhor Ator de Filme Dramático
Riz Ahmed (‘O Som do Silêncio’)
Chadwick Boseman (‘A Voz Suprema do Blues’)
Anthony Hopkins (‘Meu Pai’)
Gary Oldman (‘Mank’)
Tahar Ramin (‘The Mauritanian’)

Melhor Atriz de Filme Dramático
Viola Davis (‘A Voz Suprema do Blues’)
Andra Day (‘The United States vs. Billie Holiday’)
Frances McDormand (‘Nomadland’)
Carey Mulligan (‘Promising Young Woman’)
Vanessa Kirby (‘Pieces of a Woman’)

Melhor Ator de Comédia ou Musical
Sacha Baron Cohen (‘Borat: Fita de Cinema Seguinte’)
James Corden (‘A Festa de Formatura’)
Lin-Manuel Miranda (‘Hamilton’)
Andy Samberg (‘Palm Springs’)
Dev Patel (‘A História Pessoal de David Copperfield’)

Melhor Atriz de Comédia ou Musical
Maria Bakalova (‘Borat: Fita de Cinema Seguinte’)
Kate Hudson (‘Music’)
Michelle Pfeiffer (‘French Exit’)
Rosamund Pike (‘Eu Me Importo’)
Anya Taylor-Joy (‘Emma’)

Melhor Ator Coadjuvante
Sacha Baron Cohen (‘Os 7 de Chicago’)
Daniel Kaluuya (‘Judas e o Messias Negro’)
Jared Leto (‘Os Pequenos Vestígios’)
Bill Murray (‘On the Rocks’)
Leslie Odom, Jr. (‘Uma Noite em Miami…’)

Melhor Atriz Coadjuvante
Glenn Close (‘Era Uma Vez Um Sonho’)
Olivia Colman (‘Meu Pai’)
Jodie Foster (‘The Mauritanian’)
Amanda Seyfried (‘Mank’)
Helena Zengel (‘Relatos do Mundo’)

Melhor Roteiro
Aaron Sorkin (‘Os 7 de Chicago’)
Chloé Zhao (‘Nomadland’)
Florian Zeller and Christopher Hampton (‘Meu Pai’)
Jack Fincher (‘Mank’)
Emerald Fennell (“Promising Young Woman”)

Melhor Trilha Original
Alexandre Desplat (‘O Céu da Meia-Noite’)
Ludwig Göransson (‘Tenet’)
James Newton Howard (‘Relatos do Mundo’)
Trent Reznor & Atticus Ross and Jon Batiste (‘Soul’)
Trent Reznor & Atticus Ross (‘Mank’)

Melhor Canção Original
“IO SÌ (SEEN)” — “Rosa e Momo”
Música por: Diane Warren
Letra por: Diane Warren, Laura Pausini, Niccolò Agliardi

“SPEAK NOW” — ‘Uma Noite em Miami…’
Música por: Leslie Odom Jr, Sam Ashworth
Letra por: Leslie Odom Jr, Sam Ashworth

“TIGRESS & TWEED” — “The United States Vs. Billie Holiday”
Música por: Andra Day, Raphael Saadiq
Letra por: Andra Day, Raphael Saadiq

“FIGHT FOR YOU” — ‘Judas e o Messias Negro’
Música por: H.E.R., Dernst Emile II
Letra por: H.E.R., Tiara Thomas

“HEAR MY VOICE” — ‘Os 7 de Chicago’
Música por: Daniel Pemberton
Letra por: Daniel Pemberton, Celeste Waite

Melhor Filme de Animação
‘The Croods 2’
‘Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica’
‘A Caminho da Lua’
‘Soul’
‘Wolfwalkers’

Melhor Filme de Língua Estrangeira
‘Another Round’ (Dinamarca)
‘La Llorona’ (Guatemala / França)
‘Rosa e Momo’ (Itália)
‘Minari’ (Estados Unidos)
‘Nós duas’ (França / Estados Unidos)

TELEVISÃO

Melhor Série Dramática
‘The Mandalorian’
‘The Crown’
‘Lovecraft Country’
‘Ozark’
‘Ratched’

Melhor Série de Comédia ou Musical
‘Emily in Paris’
‘The Flight Attendant’
‘Schitt’s Creek’
‘The Great’
‘Ted Lasso’

Melhor Minissérie ou Telefilme
‘Normal People’
‘O Gambito da Rainha’
‘The Undoing’
‘Small Axe’
‘Nada Ortodoxa’

Melhor Ator de Série Dramática
Jason Bateman (‘Ozark’)
Josh O’Connor (‘The Crown’)
Bob Odenkirk (‘Better Call Saul’)
Matthew Rhys (‘Perry Mason’)
Al Pacino (‘Hunters’)

Melhor Atriz de Série Dramática
Olivia Colman (‘The Crown’)
Jodie Comer (‘Killing Eve’)
Emma Corrin (‘The Crown’)
Laura Linney (‘Ozark’)
Sarah Paulson (‘Ratched’)

Melhor Ator de Comédia
Don Cheadle (‘Black Monday’)
Nicholas Hoult (‘The Great’)
Eugene Levy (‘Schitt’s Creek’)
Jason Sudeikis (‘Ted Lasso’)
Ramy Youssef (‘Ramy’)

Melhor Atriz de Comédia
Lily Collins (‘Emily in Paris’)
Kaley Cuoco (‘The Flight Attendant’)
Elle Fanning (‘The Great’)
Catherine O’Hara (“Schitt’s Creek’)
Jane Levy (‘Zoey e a Sua Fantástica Playlist’)

Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme
Bryan Cranston (‘Your Honor’)
Jeff Daniels (‘The Comey Rule’)
Ethan Hawke (‘The Good Lord Bird’)
Hugh Grant (‘The Undoing’)
Mark Ruffalo (‘I Know This Much Is True’)

Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme
Anya Taylor-Joy (‘O Gambito da Rainha’)
Shira Haas (‘Nada Ortodoxa’)
Nicole Kidman (‘The Undoing’)
Cate Blanchett (‘Mrs. America’)
Daisy Edgar-Jones (‘Normal People’)

Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme
John Boyega (‘Small Axe’)
Brendan Gleeson (‘The Comey Rule’)
Dan Levy (‘Schitt’s Creek’)
Jim Parsons (‘Hollywood’)
Donald Sutherland (‘The Undoing’)

Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme
Gillian Anderson (‘The Crown’)
Helena Bonham Carter (‘The Crown’)
Julia Garner (‘Ozark’)
Annie Murphy (‘Schitt’s Creek’)
Cynthia Nixon (‘Ratched’)

Continue Reading

Exclusivo

Volts na literatura: Saylon Sousa, do Volts Podcasts, lança seu primeiro romance de literatura fantástica

Obra carrega o imaginário criado pelo repertório do autor, que é fã de mangás e animês, em uma trama intensa de batalhas e sentimentos.

Em

Por

Escrever um livro sempre foi o sonho de Saylon Sousa. Pelos menos é o que ele sempre diz aos amigos e conhecidos quando fala de aspirações e desejos. Feliz, o radialista e podcaster do Grupo Volts não esconde a felicidade em poder lançar seu primeiro romance de ficção fantástica batizado de “As Crônicas dos Anjos: Volume I – Armagedom”.

Passando por cima das dificuldades impostas pelo mercado editorial, Saylon publica sua obra de maneira independente por meio de serviços de publicação por demanda já conhecidos por leitores, autores e editores como Clube de Autores e AgBook. É por lá que o livro pode ser adquirido em versão impressa.

“É bem difícil publicar um livro. Não basta apenas escrever e revisar. Tem que ter dinheiro para financiar registro e procedimentos técnicos para publicar. Graças a Deus hoje em dia há esses serviços de press on demand onde basta ter o miolo do livro pronto, uma capa e talvez o ISBN, porque é importante ter ele para se fazer presente nas grandes livrarias, e aí tudo fica bastante simplificado”, comenta o autor ao falar sobre o processo.

Foto: Saylon Sousa e seu primeiro livro (Arquivo Pessoal)

Com 428 páginas, a obra é divida em 45 capítulos e narra a trajetória dos jovens Ray, o herdeiro dos demônios, e Melissa, a princesa dos anjos, num encontro predestinado milhares de anos e que pode prevenir que a destruição do universo aconteça. Cabe a eles e seus amigos despertar as Sete Essências do Universo e impedir que os exércitos do Édden e do Apolleon liberem o caos no mundo.

“Comecei a rascunhar esse universo narrativo quando estava no Ensino Médio, mas a rotina do dia a dia e os percalços da publicação atrasaram o lançamento da obra mais que o imaginado. Nessa jornada já escrevi a continuação da obra, que está com 2/4 pronta, pois é uma tetralogia. Comigo desde sempre meu amigo Antonio Evangelista me ajudando nessa caminhada.”, relata Saylon ao contar mais sobre seu livro.

Disponível nos sites Clube de Autores e AgBook a obra está a venda desde o último dia 27 de maio pelo preço de R$ 49,95 e leva o selo do VOLTS. No site da Amazon também é possível adquiri-la na versão impressa ou em e-book por R$24,99 (título disponível no serviço de assinantes Kindle Unlimited).

Saiba mais:

As Crônicas dos Anjos: Volume I – Armagedom

Número de páginas: 428
Edição: 1 (2020)
Formato: A5 148×210
ISBN: 978-65-000-3679-4
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 90g

Onde comprar: CLUBE DE AUTORES (Impresso) e AGBOOK (Impresso) ou AMAZON (impresso ou e-book)

Continue Reading

Exclusivo

“Quis pintar um alimento icônico do Nordeste”, diz estudante que teve quadro comprado por Lucas Lima

Joyce Luna, que mora na Paraíba, compartilhou nas redes socais sua pintura do refrigerante maranhense Guaraná Jesus.

Em

A paraibana conta que fez a obra sem pretenção de vender, mas acabou despertando o interesse do músico.

A pintura pode ser desde a principal fonte de renda de um artista até a melhor linguagem encontrada por alguém para expressar sentimentos, como é o caso da estudante de letras Joyce Luna. Sem pretensão de vender seus trabalhos, por achar isso difícil, a paraibana de repente se deparou um “cliente” muito interessado em adquirir uma de suas obras.

Inspirada em uma pintura de Rômulo Jackson que retrata um pacote de biscoito, Joyce quis trazer algo genuinamente nordestino para suas pinturas também. Então, depois de pintar uma bolacha tradicionalmente fabricada no Rio Grande do Norte, a próxima escolha foi a bebida maranhense Guaraná Jesus.

Foto: arquivo pessoal

“Não sei bem explicar, mas ver um alimento tão comum pintado em um estilo que poderia estar em um museu me fez pensar ‘eu preciso fazer isso’. Primeiro fiz a pintura da bolacha, que eu gostei muito. Ainda quis pintar mais um alimento icônico do Nordeste, pensei logo no Guaraná Jesus por causa da cor, então alguns dias depois a fiz, conta Joyce.

Depois de compartilhar a pintura nas redes sociais, o músico Lucas Lima, questionou Joyce se o quadro estava à venda, pois ele tinha interesse em comprar. A autora da pintura admite que quando viu o comentário do músico não sabia direito quem era, então deixou para ver depois. Contudo, percebeu que algumas pessoas ao seu redor que viram o comentário ficaram alarmadas.

“Algumas pessoas começaram a falar coisas do tipo ‘meu Deus o Lucas quer comprar a pintura’, o que me fez pensar ‘quem é esse homem pelo amor de Deus’. Fui pesquisar quem era e vi que ele é casado com Sandy, além de ter uma banda de sucesso, mas o que ficou na minha cabeça foi “O marido de Sandy quer comprar minha pintura”, relembra.

Por ter a arte mais como um hobby e ser apegada às suas pinturas, Joyce admite que relutou um pouco após ser surpreendida com o interesse de Lucas Lima, o que fez com que ela demorasse pouco mais de dois meses para dar um posicionamento ao músico.

“Falei para ele que ia pensar e dois meses depois eu ainda não tinha falado nada, então no começo do mês ele veio perguntar se tinha dado tempo de pensar, então, finalmente, concordei. Eu acho engraçada toda a situação porque quando eu tinha menos técnica era perdida e não tinha estilo definido. Eu me importava muito em ser reconhecida e ter likes, mas quanto mais eu me encontrava como artista e me aprimorava, mas as coisas iam acontecendo naturalmente”, diz.

Continue Reading

Coberturas

Após tentar manter calendário, SDCC volta atrás e cancela edição 2020

San Diego Comic Con precisou ser cancelada por causa da pandemia do novo coronavírus.

Em

Por

San Diego Comic Con precisou ser cancelada por causa da pandemia do novo coronavírus (Foto: Divulgação)

Após confirmar a permanência de datas para julho apesar da pandemia, a San Diego Comic Con voltou atrás e anunciou, nesta sexta-feira (17), o cancelamento da edição 2020 da convenção. O comunicado foi publicado no site do evento, onde a organização lamenta que seja a primeira vez, em 50 anos, que o evento, que é considerado a principal Comic Con do mundo, precisou cancelar a agenda.

“Pela primeira vez nos 50 anos de história da San Diego Comic Convention (SDCC), os organizadores por trás da celebração anual da cultura pop anunciaram hoje com muito pesar que não haverá Comic-Con em 2020. O evento retornará ao San Diego Convention Center entre 22 e 25 de julho de 2021”, publicou a organização.

Os organizadores ainda afirmam que os ingressos para o evento deste ano podem ser reembolsados ou transferidos para a Comic-Con do próximo ano.

“Todos os titulares de crachás de 2020 receberão um e-mail na próxima semana com instruções sobre como solicitar um reembolso. Os expositores da Comic-Con 2020 também terão a opção de solicitar um reembolso ou transferir seus pagamentos para a Comic-Con 2021 e também receberão um e-mail na próxima semana com instruções sobre como processar sua solicitação”, explicou a organização.

Ao final do comunicado, David Glanzer , porta-voz do evento volta a lamentar a necessidade do cancelamento. “Tempos extraordinários exigem medidas extraordinárias e, enquanto estamos tristes por tomar essa ação, sabemos que é a decisão certa”, disse.

Resistência

Ainda que a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) tenha alterado calendário de eventos no mundo inteiro – pelo menos os do primeiro semestre – e colocado países inteiros de quarentena, a organização da San Diego Comic-Con permanece esperançosa. Previsto para ser realizada em julho, o evento anunciou que não vai adiar a data da convenção geek.

“Para os nossos incríveis fãs da Comic-Con e da WonderCon: nós entendemos a dificuldade que o clima atual tem sido para todos nós e agradecemos seu apoio durante esse período complicado. Ninguém está tão esperançoso quanto nós de que poderemos celebrar a SDCC juntos em julho. Continuaremos postando atualizações em nossos canais sociais enquanto monitoramos a situação com as autoridades de San Diego. Até lá, lembrem-se: ‘Um herói é uma pessoa comum que encontra força para perseverar e aguentar apesar de obstáculos esmagadores’ – Christopher Reeve”

Continue Reading