Connect with us

Na Ilha

Yhago Sebaz fala sobre projeto de álbum pop e revela encontro com ex-empresária de Anitta

Cantor fala sobre amadurecimento de carreira e lançamento de ‘Você Bagunçou Comigo’.

Depois dos sucessos de ‘Em Cima de Mim’ e ‘Vou Embora’, Yhago Sebaz lança nova música em parceria com o DJ e produtor Alladin, ‘Você Bagunçou Comigo’.

Em entrevista exclusiva para o Volts, Yhago conta um pouco sobre seu novo projeto, fala sua carreira, influências e sobre a própria personalidade.

[Volts] A nova música, Você Bagunçou Comigo, é uma indireta, ou só uma música para envolver as mentes nas baladas?

Ele é uma DIRETA, na verdade. Não só essa música, mas todas as músicas do projeto Meio Amargo, desde “Em cima de Mim” e todas que estarão no álbum, são feitas com base no meu último relacionamento. É um trabalho que na lírica é extremamente pessoal, tudo que foi escrito, e que será ouvido, é real.

[Volts] Tem mais parcerias vindo por aí?

O projeto ‘Meio Amargo’, que culmina no álbum que sai em breve, é um projeto de música pop. Então, as parcerias não estão apenas na música, mas em toda a identidade visual e sonora do trabalho. Uma das intenções é mostrar pra todo mundo o potencial e a qualidade da produção áudio visual do Maranhão, que reúne um time de produtores e beatmakers trabalhando nas músicas.

Além do Alladin, tem produções do Brunoso, que é um gênio dos beats; do Tainan, que é um grande percussionista que produz zouk e outros ritmos latinos; tem o Ico dos Anjos, que já trabalhou em remixes oficiais pra Pabllo Vittar; tem o Memel Nogueira, que é um dos melhores músicos de São Luís, O Markin, que tem um feeling único pra o pop; o Israel Costa, que me presenteou com ‘Em Cima de Mim’. O Gabriel Hislla, que fez a capa da música da Copa do Mundo, é o responsável pelo visual do projeto, nos clipes temos diretores e atores maranhenses. Então, acredito que o projeto num todo é uma grande parceria.

[Volts] Com todo o sucesso de 2014 com seu primeiro álbum #NegoBeats, como está indo todo o processo de construção de carreira?

Hoje eu encaro #NegoBeats como um estágio. Em 2016, eu tive a oportunidade de fazer uma consultoria de marketing com Camila Fialho, que foi a responsável por lançar Anitta no mercado. Desde então, comecei a planejar o que seria feito, de que maneira projetar um artista como eu. Então, formado em Design e me especializando em Redes e Mídias agora, desde que me capacitei como cool hunting, me dedico a estudar music business e music branding, justamente para conseguir estruturar um planejamento de carreira e quem sabe futuramente fazer isso por outros artistas também.”

Emoção a flor da pele

Para Yhago a técnica não é tudo aqui. Se tratando de arte, a inspiração vem em primeiro lugar e as próprias experiências da sua vida ajudaram a construir a sensibilidade para o trabalho musical que desenvolve atualmente.

“Eu compus todas as músicas no primeiro semestre de 2018. Descartei as que não se enquadravam no conceito do trabalho e, em julho do mesmo ano, eu reuni toda a equipe musical do projeto e gravei em uma tarde todas as músicas do álbum. De lá pra cá, essas músicas vieram passando pelo processo de pós-produção. Em paralelo, a pré produção e gravação dos videoclipes, analisando cada passo para saber como agir corretamente e conseguir destaque num momento onde fazer e lançar uma música se tornou algo muito acessível”, revelou.

[Volts] Quais são suas principais influências, de música a estilo?

O artista que eu sou mais fã é a Madonna. A admiro muito por toda a carreira. Madonna é o único artista da história que se manteve 3 décadas no topo, sendo relevante, num mercado dominado por homens. Mas fora a rainha, os artistas que mais me influenciam, hoje, são Lana Del Rey, Lady Gaga, Lenny Kravitz, Childish Gambino, The Weeknd, Rihanna, Beyoncé, Marília Mendonça, Jaloo, Tim Maia, Jhonny Hooker, Alcione, fora várias influências indiretas do Soul, HipHop, Samba, Música Africana, Funk Carioca… Tenho que citar Bob Marley, pois sou maranhense e a influência da musica jamaicana/caribenha é muito forte no meu novo trabalho e o Bob foi meu primeiro contato com isso.

Estilo além do som

Yhago descreveu que seu estilo é baseado no filme “Um príncipe em Nova York” com Eddie Murphy, mas também traz várias outras inspirações como: Blade, Grace Jones, Ronnie Coleman (jogador de basquete bissexual que ia jogar maquiado) e Milly e Vanilly.

“Eu amo moda, de estilo também tem muita gente, antes mesmo do filme, a estética AfroFuturista do pantera negra já me encantava muito, eu sou um grande fã de quadrinhos, coleciono HQ’s, bonecos (risos). Mas assim, um cara que me inspira muito é o Will Smith, ele é o cara”, diz ele.

“Você Bagunçou Comigo” está disponível em todas as plataformas digitais. Escute a nova música de Yhago Sebaz abaixo:

Na Ilha

‘Cacos’, single de Ana Clara Oliveira, ganha videoclipe – confira

Não faz assim, não vai para longe. Não nos desfaça. Teu corpo por ti já não responde“. Esse é um trecho da música Cacos, da cantora e compositora Ana Clara Oliveira. A canção, que dá título ao EP de estreia da artista, ganhou um videoclipe, em que é possível mergulhar nos diferentes sentimentos que a composição carrega. Assista:

O clipe é uma produção de Sunday James, que assume a direção e a fotografia, e conta com a colaboração de Luane Machado na direção de arte. Mariana Suzuki e Yasmin Suassuna foram as assistentes. A música é de autoria da própria Ana Clara.

Ana Clara Oliveira ( Foto: Caio Marvão / Divulgação )

Para a cantora, o clipe Cacos é uma oportunidade de mostrar para as pessoas que tiveram seu coração partido por algum acaso do destino que elas não estão sozinhas. “Histórias terminam mas que deixam lembranças e uma nostalgia boa“, reflete a artista.

O EP Cacos é formado por cinco canções e está disponível no Spotify. Atualmente, Ana Clara Oliveira está focada em novas composições e no planejamento para o próximo lançamento.

Continue Reading

Games

Game Jam Plus chega à sua 3ª edição

A 1ª etapa da Edição 2019 acontece simultaneamente em São Luís e em mais de 30 cidades

Por

Em agosto, acontece a primeira etapa da Game Jam Plus 2019, a terceira edição do evento em que os participantes são desafiados a criar um jogo em 48 horas. No total, serão três etapas, que funcionam como oportunidade para dar voz e autonomia aos jovens criadores e desenvolvedores de games.

A competição acontece simultaneamente em 33 cidades ao redor mundo, entre elas São Luís. Na primeira etapa, que será realizada entre os dias 2 e 4 de agosto, os participantes desenvolverão um protótipo de jogo em um prazo de 48 horas.

Os jogos serão apresentados, no formato Pitch, a uma banca de jurados locais que vão avaliar e decidir o jogo finalista de cada cidade. Os jogos restantes terão ainda uma chance de representar sua cidade, em uma campanha de divulgação para conquistar votos do público, por meio de um sistema de votação em uma plataforma online.

Na segunda etapa, as equipes dos jogos classificados terão acesso a mentorias direcionadas e oficinas online com profissionais renomados da área de desenvolvimento de games, com o objetivo de aperfeiçoar os produtos em um ciclo que dura 3 meses.

Na terceira e última etapa, as equipes estarão reunidas na cidade do Rio de Janeiro, no mês de novembro de 2019, para celebrar juntos e premiar os melhores jogos vencedores em categorias como Melhor Arte, Melhor Estratégia de Marketing e Melhor Som, além das premiações das categorias principais e de patrocinadores.

Em São Luís, a primeira etapa da edição 2019 da Game Jam Plus é organizada pela AMAGames com apoio do Sebrae, e será realizada no Sebraelab, (Sítio do Rangedor – Av. Jerônimo de Albuquerque, Cohafuma).

Para se inscrever na Game Jam Plus 2019, é só acessar o site http://www.gamejamplus.com/ e buscar a página de inscrições de São Luís. Para participar, não é obrigatório ter experiencia com desenvolvimento de jogos.

Continue Reading

Na Ilha

Tribuna do Samba faz edição especial neste domingo na Madre Deus

Projeto acontece sempre no segundo domingo de cada mês

Por

A roda de samba mais raiz e charmosa da Madre Deus, o Tribuna do Samba, terá uma edição especial neste domingo, 14. Será a primeira das 8 edições do Projeto, que neste ano será encerrado no dia 8 de dezembro. Há seis anos o projeto ocorre sempre no segundo domingo de cada mês na Madre Deus. A roda de samba, aberta ao público e aos artistas começa às 17h, no Conselho Comunitário da Madre Deus, e a entrada é gratuita.

A partir deste mês de julho estão previstas oito edições, com programações especiais no dia 8 de setembro (aniversário de São Luís), 13 de outubro (Dia Municipal do Samba), 17 de novembro (aniversário de 7 anos do projeto) e 2 de dezembro (Dia Nacional do Samba). Em novembro e dezembro acontecerão, excepcionalmente, duas edições do Tribuna.

Na abertura do projeto neste domingo, o anfitrião e realizador do evento, Conjunto Madrilenus, recebe os artistas convidados Macaé, Dinho Berg e Dadá Maravilha, acompanhados  por uma banda formada por Adão Camilo (voz), Julio Cunha (violão 7), Jorge Luiz (banjo), Robertinho (cavaquinho) Mauricio (tan tan), Jr. Mamão (pandeiro)  Boscotô (surdo), Madson Peixoto (repique de Anel e efeitos), Renan (bateria). 

A base do repertório é genuinamente maranhense com composições de Cristóvão Alô Brasil, Josias Sobrinho,  Seu Nato, César Teixeira, Zé Pivó, Patativa, Zeca Melo, dentre outros.

O projeto é de iniciativa da Benta Produções e acontece há 6 anos de forma independente. Neste segundo semestre de 2019 recebe o apoio do Governo do Estado, via Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Armazém Paraíba.

Continue Reading