X-Men: Fênix Negra tem pior desempenho da franquia nos cinemas





18/08/2019 - Atualizado às 20:31


Ela tinha tudo para bombar na bilheteria, mas a história de Jean Grey se tornando a Fênix Negra foi muito pior do que o esperado e agora entra para a história como o pior desempenho da franquia nos cinemas.

Protagonizado por Sophie Turner, X-Men: Fênix Negra acumulou apenas US$ 252,4 milhões. Até então, o menor desempenho da franquia tinha sido X-Men (2000), com pouco mais de US$ 296 milhões.

O longa também não foi bem no desempenho doméstico (Estados Unidos e Canadá), arrecadando apenas US$ 65,8 milhões. Com o número, X-Men: Fênix Negra encabeça a lista dos piores desempenhos entre os 12 filmes da franquia lançados pela Fox .

Aqui no Volts, a crítica de Lucas Vieira apontou que a falta de um argumento mais coeso e poderoso desperdiçou todo o potencial que o filme possuía – leia clicando aqui.

Em março, a Disney afirmou que a fusão com a Fox acabou prejudicando o marketing de X-Men: Fênix Negra. X-Men Fênix Negra estava planejado para ser lançado originalmente em novembro de 2018. Portanto, devido a trabalhos extras na pós-produção e algumas refilmagens com o elenco, o longa foi adiado duas vezes.

Já prevendo o resultado negativo, ainda no mês de lançamento do longa, o diretor Simon Kinberg admitiu a culpa da baixa aceitação do público. “Claramente é um filme que não se conectou com o público que não o viu, e que não se conectou o suficiente com o público que o viu. Então, isso é culpa minha”, lamentou. Kinberg.

E falando nas perdas da Disney por conta do processo de fusão, Os Novos Mutantes, spin-off de X-Men que estava previsto para ser lançado esse ano, pode ser cancelado por, segundo a imprensa americana, a Disney não ter ficado impressionada com o projeto.