Connect with us

Séries

Um guia para entender Britannia, novo épico da Amazon

Série tem distribuição mundial pelo Prime Video.

Criada nos estúdios da Amazon, com distribuição no Reino Unido pela Sky Atlantic, e mundial pelo Prime Video, Britannia, épico sobre a conquista romana sobre os povos Celtas, é o fruto da mente de Jez Butterworth que tem levantado algumas perguntas, entre elas, se é o novo Game Of Thrones e se vale a pena assistir.

As respostas, nesse caso, são bem simples. Não, não é o novo Game of Thrones, nunca se propôs a isso. Ao contrário da série da HBO, Britannia tem apenas o compromisso de contar uma história de dominação e resistência, com muita violência, lendas e anacronismo, tendo a conquista romana sobre os celtas como pano de fundo. E sim, vale muito a pena assistir.

Agora, a pergunta que as pessoas só se fazem depois que já é tarde demais, quando termina o primeiro episódio, “o que raios está acontecendo nesta série?” é a precisa de detalhamento.

Para começo de conversa, a sinopse oficial de Britannia só pode ser aproveitada até a primeira linha, onde diz que o ano é 43AD e os romanos estão de volta à Ilha da Britannia. A série é confusa, tem uma procissão de personagens inúteis, que só estão lá para te divertir e distrair enquanto conta a verdadeira história. A primeira temporada foi apenas a introdução em algo que pode ser muito desenvolvido, afinal, os romanos ficaram 400 anos destruindo os antigos celtas.

Onde e quando se passa?

A série se passa no ano de 43 DC, na ilha que hoje se conhece por Grã Bretanha, mas que os romanos chamavam de Britannia, porém com concentração no sul e centro sul, começando em Kent(mas também Londes, Bristol, Bath, Oxford). Esta é a segunda expedição de conquista da Britannia, comandada pelo general da Nona Legião, Aulus Platius (historicamente correto).

Quem são as pessoas que os romanos encontram?

Os romanos se depararam com as tribos independentes que formaram que o que se costuma chamar de Celtas e com os sacerdotes e legisladores locais, os druidas e druidesas. Aproveitando essa deixa, a série usa de um conflito interno entre duas grandes tribos e os druidas, para que o general Platius tenham com quem interagir de forma ardilosa.

Que tribos são essas?

Há duas tribos principais são os Regni, governados pela Rainha Antidia, e os Cantii, governados pelo Rei Pellenor. Antidia tem um filho herdeiro e uma filha mais jovem que ninguém se importa, e Pellenor tem um filho herdeiro, uma filha incrível, chamada Kerra, e um segundo filho que também ninguém se importa.

Quem são os druidas?

Druidas eram uma classe à parte da estrutura social Celta, uma estrutura importante e que servia de liga entre as tribos por vezes com costumes divergentes. Veran é o “segundo homem”, o líder dos druidas e druidesas (a sociedade Celta era mesmo historicamente igualitária). Na série, e na vida real, são os responsáveis pela legislação, mantimento dos costumes, ensino e religião.

Qual a agenda de cada um?

Essa é a parte quem briga com quem e por qual motivo:

Aulus Platius, general da Nona Legião de centuriões romanos: interpretado por David Morrissey, é o mais romano dos romanos. Como todos os seus, considera que sua existência é uma forma corpórea da própria Roma, e vai fazer de tudo, o mais sujo possível, e o mais perigoso que necessário, para colocar os “bárbaros” sobre o domínio de Roma.

Rainha Antidia, dos Regni: interpretada por Zoe Wanamaker, se oferece como aliada aos romanos, com a condição de que os invasores peguem leve com os Regni mas massacrem sua tribo rival, os Cantii. Antidia odeia de morte a princesa Kerra (Kelly Reilly), que na noite de núpcias castrou o príncipe Gildas, seu filho (Joe Armstrong). 

Rei Pellenor, dos Cantii: Interpretado por Ian McDiarmidcom um nome que nada mais é que uma corruptela de Pelennor, de Senhor dos Anéis, o líder dos Cantii é um homem sem freios na hora de odiar os romanos (lhe custou uma esposa esse ódio) e que leva a guerra à porta de casa ao se recusar a ouvir um emissário romano. É o pai de Kerra, a maravilhosa).

Kerra, dos Cantii: sim, ela, mesma, a moça que parece uma leoa com seus cabelos de fogo no material promocional da série. Independente, por vezes bastante inconsequente, sofre com o desamor do pai que vê nela a mãe com sangue romano que ele sacrificou. Kerra tem bastante rancor de Veran, o chefe dos druidas, e considera o poder dado aos sacerdotes muito perigoso. Seu coração não é de ninguém, além de seu povo, mas beija o primo Lindon.

Amena, dos Cantii: interpretada porAnnabel Scholeycunhada de Kerra, mas também esposa do primo dela Lindon (Stanley Weber). Amena é a cobra da família, aquela parente que só sabe fazer fofoca e envenenar a casa. Mantém um relacionamento estranho com dois esposos, sendo o segundo o esposo real. Pelo pouco que se entende, ela foi para o primo porque o primeiro marido não conseguia a engravidar. 

Veran ‘Segundo Homem’, líder dos druidas: interpretado pelo irreconhecível Mackenzie Crook, Veran tem agenda própria e passará por cima dos conflitos tribais para proteger a Britannia dos invasores. Não tem escrúpulos em usar da confiança dos chefes tribais para os enganar e os fazer seguir cegos pelo caminho que trilhou para eles. Entender que ele tem certeza que é o segundo homem colocado no mundo pelos deuses (o primeiro foi seu irmão), é crucial para entender Veran.

Divis, ex-duida: interpretado por Nikolaj Lie Kaas nunca fica claro porque Divis foi expulso da comunidade druida, mas ele o foi por algo muito pesado. É o pária, sem casa, mas cheio de truques que ajuda a pequena Cait a achar o pai, preso pelos romanos, após o massacre de sua vila.

Cait, parada no limbo entre menina e mulher: Interpretada por Eleanor Worthington-Cox, ela nunca faz a transição entre menina e mulher, já que sua aldeia é massacrada pelos romanos que acabaram de chegar, bem no meio da cerimônia de passagem (presumidamente) do equinócio de primavera. Com a irmã morta, ela segue em busca de libertar o pai do campo romano. Cait também é parte de uma profecia, da qual não sabe nada, que Divis não entende, e pela qual será aliada de Kerra.

Continue Reading
Advertisement Image Map
17 Comments

17 Comments

  1. AustOl

    5 de Maio de 2019 at 03:56

    Viagra En Vente France Finasteride Where Can I Buy tadalafil cialis from india Online Pharmacy With Echeck Pfizer Viagra Prezzo

  2. AustOl

    2 de junho de 2019 at 02:58

    Cialis Tarif Propecia Pelvico Tipos De Viagras Securetabs Return

  3. Jenifer

    14 de outubro de 2019 at 17:29

    I was wondering if you ever considered changing the page layout of your site?
    Its very well written; I love what youve got to say.
    But maybe you could a little more in the way of content so people could connect with it better.

    Youve got an awful lot of text for only having one or 2 images.
    Maybe you could space it out better?

  4. hi

    28 de outubro de 2019 at 12:09

    I got this web page from my buddy who told me concerning this website and at
    the moment this time I am browsing this web site and reading very informative posts at this place.

  5. http://tinyurl.com/sqm5ygk

    24 de novembro de 2019 at 11:37

    Simply wish to say your article is as astonishing. The clarity in your post is simply great and i can assume you are
    an expert on this subject. Well with your permission allow
    me to grab your RSS feed to keep updated with forthcoming post.

    Thanks a million and please continue the enjoyable work.

  6. coconut oil when

    25 de novembro de 2019 at 03:30

    Awesome blog! Do you have any tips for aspiring writers?
    I’m hoping to start my own blog soon but I’m a little lost on everything.

    Would you propose starting with a free platform like WordPress or go for a paid option? There are so many choices out there that I’m totally
    overwhelmed .. Any recommendations? Appreciate it!

  7. ps4 games

    29 de novembro de 2019 at 01:36

    I am really enjoying the theme/design of your website. Do you ever run into any web browser compatibility
    problems? A few of my blog visitors have complained about my blog
    not operating correctly in Explorer but looks great in Opera.

    Do you have any tips to help fix this problem?

  8. ps4 games

    6 de dezembro de 2019 at 21:04

    Very good blog you have here but I was curious if you knew of any
    discussion boards that cover the same topics
    talked about in this article? I’d really love to be a part of group where I
    can get comments from other experienced people that
    share the same interest. If you have any recommendations,
    please let me know. Bless you!

  9. ps4 games

    11 de dezembro de 2019 at 00:05

    If some one wants to be updated with newest technologies afterward he must
    be pay a quick visit this site and be up to date daily.

  10. coconut oil

    16 de dezembro de 2019 at 17:59

    Ahaa, its pleasant discussion regarding this post at this place at this webpage, I have read all that, so now
    me also commenting at this place.

  11. match.com free trial

    29 de dezembro de 2019 at 08:20

    Hi would you mind letting me know which webhost
    you’re utilizing? I’ve loaded your blog in 3 completely different browsers and I must
    say this blog loads a lot quicker then most.
    Can you recommend a good internet hosting provider at a honest
    price? Thanks a lot, I appreciate it!

  12. plenty of fish vs match.com free trial

    30 de dezembro de 2019 at 10:43

    Thank you for sharing your thoughts. I really appreciate your efforts and I will be waiting for your further write
    ups thank you once again.

  13. sling tv

    7 de janeiro de 2020 at 09:00

    hi!,I love your writing very so much! proportion we communicate extra approximately your article
    on AOL? I require an expert in this house to solve my problem.
    Maybe that’s you! Taking a look ahead to look you.

  14. StevLism

    13 de janeiro de 2020 at 07:48

    Online Pharmacy Sales For Cialis Buy Cialis Cialis Prezzo Piu Basso

  15. LesVowl

    15 de janeiro de 2020 at 07:18

    Acheter Cytotec Pharmacie Hersteller Levitra Buy Cialis Levitra On Sale

  16. sling tv

    15 de janeiro de 2020 at 09:34

    Hi there just wanted to give you a quick heads up.
    The words in your article seem to be running off the screen in Opera.
    I’m not sure if this is a formatting issue or something to do with browser compatibility but I figured I’d post to
    let you know. The style and design look great though! Hope you get the issue resolved soon. Many thanks

  17. Mattype

    18 de janeiro de 2020 at 23:03

    Levitra Cuando Tomar Buy Cialis Forum Viagra Sans Ordonnance En Pharmacie Effets Secondaires De Priligy 30mg De Viagra Opinioni

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Séries

Confira as novidades do catálogo da Netflix no mês de fevereiro

Mais de 30 novidades em seu catálogo de filmes, séries e documentários serão disponibilizados esse mês.

Por

O mês de fevereiro está chegando e, com ele, muitas novas séries, filmes e documentários no catálogo da Netflix. Atualizado mensalmente, esse mês o serviço de streaming preparou algumas boas novidades para os fãs de La La Land, Vikings, Pokémon, Altered Carbon, entre outros. Veja, abaixo, a lista completa de novidades da Netflix para fevereiro de 2020:

Séries

Locke e Key7 de fevereiro
Narcos: México13 de fevereiro
As telefonistas14 de fevereiro
Spectros21 de fevereiro
Better Call Saul24 de fevereiro
Aceleradas28 de fevereiro
Altered Carbon (2ª temperada)Não divulgado
Vikings (6ª temporada)Não divulgado
F1: Dirigir para Viver – (2ª temporada)Não divulgado

Filmes

La La Land: Cantando Estações1 de fevereiro
O Estranho Noivo de Maya1 de fevereiro
Para Todos os Garotos: P.S. Ainda Amo Você12 de fevereiro
Entre Realidades7 de fevereiro
Por Lugares Incríveis28 de fevereiro
Como Perder um Homem em 10 DiasNão divulgado
Superman: O RetornoNão divulgado
Soldado AnônimoNão divulgado

Documentários e especiais

Prescrição Fatal: Minissérie5 de fevereiro
Camino a Roma11 de fevereiro
Bebês em Foco21 de fevereiro

Crianças e famílias

#TeamKaylie (parte 3)3 de fevereiro
Shaun o Carneiro – A fazenda contra-ataca14 de fevereiro
Universo Ashley Gacia24 de fevereiro
Meu Malvado Favorito 3Não divulgado
Os Smurfs e a Vila PerdidaNão divulgado
Caçadores de BugsNão divulgado
Pokémon: Mewtwo contra-ataca – EvoluçãoNão divulgado
Continue Reading

Crítica

Crítica | She-Ra e as Princesas do Poder (4ª Temp.)

Nova fase da animação revelou alguns segredos e prepara público para ponto de virada na série.

A Honra de GraySkull está mantida? Talvez. A resposta para a pergunta somente na próxima temporada de She-Ra e as Princesas do Poder em 2020. Um ano depois da estreia da série, a 4ª temporada (que estreou 5 de novembro) deixou um sentimento de “e agora?” muito forte durante o processo de introdução de novos elementos.

Ressalto aqui também que quem leu a review da temporada anterior pode perceber que acertei na teoria. A antiga She-Ra daria as caras (embora somente em flashbacks da Madame Rizzo) e a aparição do Rei Micah seria agora justo após a morte de Ângela (que agora tenho minhas dúvidas!). Micah apareceu, mas não como o Cavaleiro Vermelho, como é na trama original. Nem um demérito ao reboot por causa disso. Só na traição de Sombria que minha pergunta permanece no ar. Seguindo!

Das quatro temporadas apresentadas até aqui, a última é a mais intensa. O fato de voltar a ter 13 episódios ajudou bastante. Mais tempo de tela reforça a construção de todas as personagens: protagonistas, coadjuvantes e antagonistas.

Foi o que Noelle Stevenson fez com a sua equipe de roteiristas. Para esse review focaremos em um trio de personagens e um extra: Cintilante, Mara e Scorpia, além de Hordak.

A coroação da jovem Cintilante, após o sacrifício de Ângela, deveria ter amadurecido a personagem. Cintilante, ao meu ver, foi a quem menos evoluiu nesta temporada. Ou melhor, até tenha evoluído, mas em consequência o seu lado mimado acompanhou o processo. Sua compostura diante dos amigos e aliados revela muita insegurança. Normal, se considerarmos que agora como rainha ela não estava preparada para o papel e a perda da mãe. No entanto, seus atos desesperados forçaram toda Etheria conhecer um obstáculo bem mais difícil que Hordak e Felina.

A nova rainha mudou o visual, mas não mudou as atitudes

Por outro lado, conhecemos Mara. Até então apenas citada ou em aparições rápidas, a personagem foi uma das protagonistas do episódio “Heroína” e nos ajudou a entender o que realmente estava se passando no planeta. A She-Ra anterior, que é um acréscimo bem válido à mitologia da franquia, resgata a personagem Mara com muito empenho e nos revela que os “Primeiros” (por que não Eternianos?) tem um propósito não tão nobre e abre espaço para novas apostas e teorias. Sua relação com a Esperança da Luz e Madame Rizzo chegam ao grau de melancolia na trama e dão o tom mais solene à temporada. Impossível não se identificar com ela.

Como já está bem claro, as chances de He-Man fazer ponta na série é mínima, quase zero, mas os elementos que o cercam não. Veremos na próxima fase o Castelo de GraySkull? A Espada do Poder? Ela, a espada, já existe ou será ainda criada? Essa última pergunta é um reboot de mais alto nível à mitologia e portanto pouco provável. O certo é que sabemos que Mara era dos Primeiros e eles serão o próximo foco da trama.

Das três personagens que destaco, Scorpia é quem mais curti na temporada (novamente me rendo ao seus pés garota!). O crescimento de sua personalidade, dado seu lado mais infantil, rendeu uma surpresa maravilhosa ao vermos ela compreendendo o quão tóxica é a figura da Felina. Parabéns Scorpia! E ela é tão amável! Mesmo reconhecendo a toxicidade da outra continua a amando (pode ser um ponto fraco dela, mas sem isso ela não seria a fofa que é). De quebra, não posso esquecer que acertei de novo aqui quando conjecturei que poderíamos vê-la com a Grande Rebelião. Mais um ponto para mim!

O extra pra essa review é Hordak. O lado passional do vilão nem de longe condiz com o bufão da série clássica e isso é maravilhoso. Sua melhor cena é aquela onde as lágrimas mistas de alegria pela não-traição de Entrapta e o ódio pelas mentiras de Felina ficam retidas sobre a face em poucos segundos. Mas não esqueçam: ele ainda é vilão!

Por fim, o que foi Double Trouble?! A nova personagem é o tipo de personagem que mais detesto. Contudo, o metamorfo foi o elemento mais significativo para todos os acontecimentos da temporada. Já espero mais canalhices. Sobre Double Trouble, é necessário dizer que sua introdução na trama, por parte de Noelle Stevenson, não é tão original assim como alguns sites anunciavam. Double Trouble já existia na franquia, mas apenas nos quadrinhos.

Dohble Trouble, em novo design, é símbolo de representatividade na animação de Noelle Stevenson

Antes chegou a ser a prima de Cintilante com altas habilidade de disfarce. Agora Noelle repagina a personagem dando-lhe um outra proposta e fazendo-o assumir características que acredito ser numa referência a uma personagem não-binária. O bônus aqui foi o fato dela representar em suas transformações outra personagem da franquia que ainda não havia aparecido: Flora, a princesa com asas de borboleta, embora ao que parece em apenas um fanservice. Assim como foi com Octavia, capitã das tropas navais da Horda, que também apareceu na série dos anos 1980.

She-Ra e as Princesas do Poder segue firme com uma trama convincente e equilibrada em drama, humor e fanservice (as referências a Vassorito, Corujito e Geninho me animaram). A chegada do Mestre da Horda revela que algo mais sombrio está por vir. Aviso que não acredito na Felina, logo aguardem mais atos egoístas dela.

Com a Espada da Proteção em frangalhos estamos sem She-Ra. Adora será capaz de restaurar a Honra de GraySkull? Esperemos.

Confira as reviews anteriores:

Continue Reading

Coluna Leandro Giometti

Crítica | Watchmen (piloto da série)

Derivado da famosa HQ, o piloto de Watchmen vai na onda de Coringa e entrega uma obra intensa e realista

Watchmen

O piloto de Watchmen termina e você entende exatamente qual é a proposta de Damon Lindelof: a fidelidade pelo conceito criado no universo da clássica HQ de Alan Moore e Dave Gibbons e promover uma trama envolta no mistério característico, marca registrada do diretor e roteirista, criador de Lost e The Leftovers.

De cara, vai chamar a atenção também o visual arrojado e a edição ousada, mas será na atualização relevante da narrativa – com comentários políticos e sociais diretos que podem ser lidos como críticas ao ultaconservadorismo atual – e a abordagem bastante realista a chave que atingirá mentes e corações. E, mesmo que a série se passe em uma realidade alternativa, assim como no filme de Zack Snyder, ela é muito mais semelhante à nossa.

Trinta anos após os eventos finais da HQ (e do filme), os vigilantes mascarados ainda estão nas ruas e ajudam a polícia. Eles são heróis anônimos, mas agora são pessoas comuns, que tem vidas normais, sem o culto de personalidade que outrora tinham Coruja, Comediante e Spectral. Os fãs certamente irão vibrar com a precisão dos detalhes e as referências – um tanto diferente da opção pela estilização do longa assinado por Snyder – onde está explícita a paixão de Lindelof pela obra de Alan Moore. Porém, aos não iniciados no universo da HQ, Watchmen também funciona muito bem como uma série derivada e independe, ainda que possam se sentir interessados a entender certas excentricidades.

Em um momento em que, as obras baseadas em quadrinhos podem entreter a partir de um novo conceito, embaladas pela visceralidade real de Coringa, Watchmen é brilhante na medida em que entrega uma experiência nessa mesma intensidade. Com momentos impactantes, ótimas atuações (Regina King, Jeremy Irons e Don Johnson excelentes) e elementos técnicos irrepreensíveis, a série da HBO sustenta uma história promissora cujo caminho ninguém faz ideia onde vai dar mas, de forma inteligente, instiga a pensar, mantendo a audiência interessada e atenta. 

Expectativa altíssima para os próximos 8 episódios.


Continue Reading

Em alta agora