Connect with us

Na Ilha

Sesc Amazônia das Artes| 12ª edição traz três produções maranhenses na programação

Uma programação que contempla as linguagens música, dança, teatro, cinema, circo e literatura.

Em um Brasil de dimensões continentais e riquezas culturais que se apresentam na mesma proporção, por mais um ano o Sesc difunde e valoriza a arte da região da Amazônia Legal com uma programação gratuita que traz ao público maranhense uma mostra dessa diversidade. Comemorando 12 anos de realização, na agenda desta edição do Sesc Amazônia das Artes espetáculos, oficina de dança, shows musicais, filmes e exposição artística de 10 estados, incluindo três atrações maranhenses, que acontecem de  09 a 18 de maio no Teatro Napoleão Ewerton, Cine Praia Grande, Café Buriteco e Sala de Dança do Sesc Deodoro.

Fomentando a cultura local, ao longo das edições a produção artística maranhense tem ganhado espaço no Sesc Amazônia das Artes e este ano selecionou três talentosas atrações: o espetáculo teatral “Sobre Azares futuros” com o grupo Budejar Criações Artísticas, o espetáculo literário “Miolo de Pote em cantigas e Versos” Lília Diniz e o filme “Manuel Bernardino: O Lenin da Matta” de Rose Panet.

Nas Artes Cênicas o grupo Budejar Criações Artísticas realiza o espetáculo “Sobre Azares futuros” no qual a jovem atriz Lidya Ferreira traz para a cena narrativas políticas, poéticas, singelas, dolorosas e alegres sobre ser mulher no mundo, sobre as lutas diárias do universo feminino. Já na Literatura a artista Lília Diniz presenteia o público com espetáculo poético musical inspirado nas singularidades nordestinas, acompanhada pelos músicos Chico Nô (voz e violão) e Totó Sampaio (percussão).

No contexto das produções audiovisuais o cinema maranhense estará representado pelo filme “Manuel Bernardino: O Lenin da Matta” da diretora Rose Panet. O documentário conta a trajetória de Manuel Bernardino, líder camponês, socialista, espírita e vegetariano, que no início do século passado arregimentou cerca de 200 homens quando da passagem da Coluna Prestes pelo Maranhão, talvez o maior contingente de sua história. O filme é narrado por Zeca Baleiro, com direção de fotografia de Murilo Santos e trilha sonora original de Joaquim Santos. 

Grupo paraense Trio Chamote abre a edição 2019 do Sesc Amazônia das Artes com o show “Amazônia Instrumental”, às 19 horas, no Teatro Napoleão Ewerton. Com uma formação inusitada de banjo amazônico, flauta e bateria, o grupo traz um repertório cheio de ritmos do Pará com pitadas refrescantes de jazz e rock.

O ingresso é solidário e a troca acontecerá mediante doação de 01 quilo de alimento não perecível. Vale ressaltar que os espetáculos e shows são acessíveis em Libras.

Confira abaixo toda a programação do 12º Sesc Amazônia das Artes:

MOSTRA DE ESPETÁCULOS E SHOWS MUSICAIS 

09/05 (Quinta) 

Música: Amazônia Instrumental/Trio Chamote (PA) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 19h 

Classificação: Livre 

10/05 (Sexta) 

Dança: Ânima Trama/ Coletive UmdeNós (PA) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 15h 

Classificação: Livre 

*ingressos limitados 

Teatro: Sobre Azares Futuros – Budejar Criações Artísticas (MA) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 19h 

Classificação: 16 anos 

*ingressos limitados 

11/05 (Sábado) 

Dança: Oficina com Ânima Trama – Coletive UmdeNós (PA) 

Local: Sala de Dança Sesc Deodoro 

Horário: 9h às 13h | 14h30 às 18h30 

Público: intérpretes criadores, bailarinos, atores, coreógrafos e público em geral acima de 15 anos. 

Teatro: Kanarô – Grupo Experimental de Artes Vivares (AC) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 17h 

Classificação: 12 anos 

12/05 (Domingo) 

Música: ShowMinha Ancestralidade/ Nega Lu (MT) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 17h 

Classificação: Livre 

13/05 (Segunda) 

Circo: Boxe com Palhaçada – Grupo Com Palhaçada (AM) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 9h30 

Classificação: Livre 

Literatura: Poema Sonoro – Tatamirô (AP) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 19h  

Classificação: Livre 

14/05 (Terça) 

Literatura: Recital Mormaço – Elizeu Braga (RO) 

Local: Buriteco Café 

Horário: 18h30 

Classificação: 14 anos 

Miolo de Pote – Lilia Diniz (MA) 

Local: Buriteco Café 

Horário: 19h30 

Classificação: 14 anos 

16/05 (Quinta) 

Teatro: Pinóquio e Gepeto ao Sabor do Vento – Coletivo Piauy (PI) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 15h 

Classificação: Livre 

17/05 (Sexta) 

Música:  

Show Flor de Mangue – Banda Garatujos (MA) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 18h 

Classificação: Livre 

Show Coletivo Cerrado Novo  – Cerrado Novo (TO) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 19h15 

Classificação: Livre 

18/05 (Sábado) 

Dança: Mi Clamor – Baillare Companhia de Dança (RR) 

Local: Teatro Sesc Napoleão Ewerton 

Horário: 17h 

Classificação: Livre 

MOSTRA DE CINEMA

Dias 15 e 16 de maio  

Local: Cine Praia Grande 

15 de maio/2019 (quarta-feira) 

Exibições/Sessões 

16:30 – “Juba” – Dir. Severino Neto e Rafael de Carvalho – 19min / Classificação: Livre 

16:50 – “Limiar” – Dir. André dos Santos – 26min / Classificação : Livre 

17:15 – “Marajó das Letras – Os abridores de letras da Amazônia Marajoara” – Dir. Fernada Martins – 30min / Classificação: Livre 

17:45 – ”Sabá” – Dir. Sergio de Carvalho – 16min / Classificação:  Livre 

18:30 – ”Manuel Bernardino: O Lenin da Mata” – Dir. Rose Panet – 52min / Classificação: 10 anos 

Debate com a diretora do filme após exibição. 

16 de maio/2019 (quinta-feira) 

Exibições/Sessões 

15:00 – ”Manuel Bernardino: O Lenin da Mata” – Dir. Rose Panet – 52min / Classificação: 10 anos 

Mediação e debate com a diretora do filme após exibição. 

17:00 – ”Juba” – Dir. Severino Neto e Rafael de Carvalho – 19min / Classificação: Livre 

17:20 – ‘Limiar” – Dir. André dos Santos – 26min / Classificação : Livre 

17:45 – ”Marajó das Letras – Os abridores de letras da Amazônia Marajoara” – Dir. Fernada Martins – 30min / Classificação: Livre 

18:15 – ”Sabá” – Dir. Sergio de Carvalho – 16min / Classificação:  Livre 

18:40 – ”Manuel Bernardino: O Lenin da Mata” – Dir. Rose Panet – 52min / Classificação: 10 anos 

Na Ilha

‘Cacos’, single de Ana Clara Oliveira, ganha videoclipe – confira

Não faz assim, não vai para longe. Não nos desfaça. Teu corpo por ti já não responde“. Esse é um trecho da música Cacos, da cantora e compositora Ana Clara Oliveira. A canção, que dá título ao EP de estreia da artista, ganhou um videoclipe, em que é possível mergulhar nos diferentes sentimentos que a composição carrega. Assista:

O clipe é uma produção de Sunday James, que assume a direção e a fotografia, e conta com a colaboração de Luane Machado na direção de arte. Mariana Suzuki e Yasmin Suassuna foram as assistentes. A música é de autoria da própria Ana Clara.

Ana Clara Oliveira ( Foto: Caio Marvão / Divulgação )

Para a cantora, o clipe Cacos é uma oportunidade de mostrar para as pessoas que tiveram seu coração partido por algum acaso do destino que elas não estão sozinhas. “Histórias terminam mas que deixam lembranças e uma nostalgia boa“, reflete a artista.

O EP Cacos é formado por cinco canções e está disponível no Spotify. Atualmente, Ana Clara Oliveira está focada em novas composições e no planejamento para o próximo lançamento.

Continue Reading

Games

Game Jam Plus chega à sua 3ª edição

A 1ª etapa da Edição 2019 acontece simultaneamente em São Luís e em mais de 30 cidades

Por

Em agosto, acontece a primeira etapa da Game Jam Plus 2019, a terceira edição do evento em que os participantes são desafiados a criar um jogo em 48 horas. No total, serão três etapas, que funcionam como oportunidade para dar voz e autonomia aos jovens criadores e desenvolvedores de games.

A competição acontece simultaneamente em 33 cidades ao redor mundo, entre elas São Luís. Na primeira etapa, que será realizada entre os dias 2 e 4 de agosto, os participantes desenvolverão um protótipo de jogo em um prazo de 48 horas.

Os jogos serão apresentados, no formato Pitch, a uma banca de jurados locais que vão avaliar e decidir o jogo finalista de cada cidade. Os jogos restantes terão ainda uma chance de representar sua cidade, em uma campanha de divulgação para conquistar votos do público, por meio de um sistema de votação em uma plataforma online.

Na segunda etapa, as equipes dos jogos classificados terão acesso a mentorias direcionadas e oficinas online com profissionais renomados da área de desenvolvimento de games, com o objetivo de aperfeiçoar os produtos em um ciclo que dura 3 meses.

Na terceira e última etapa, as equipes estarão reunidas na cidade do Rio de Janeiro, no mês de novembro de 2019, para celebrar juntos e premiar os melhores jogos vencedores em categorias como Melhor Arte, Melhor Estratégia de Marketing e Melhor Som, além das premiações das categorias principais e de patrocinadores.

Em São Luís, a primeira etapa da edição 2019 da Game Jam Plus é organizada pela AMAGames com apoio do Sebrae, e será realizada no Sebraelab, (Sítio do Rangedor – Av. Jerônimo de Albuquerque, Cohafuma).

Para se inscrever na Game Jam Plus 2019, é só acessar o site http://www.gamejamplus.com/ e buscar a página de inscrições de São Luís. Para participar, não é obrigatório ter experiencia com desenvolvimento de jogos.

Continue Reading

Na Ilha

Tribuna do Samba faz edição especial neste domingo na Madre Deus

Projeto acontece sempre no segundo domingo de cada mês

Por

A roda de samba mais raiz e charmosa da Madre Deus, o Tribuna do Samba, terá uma edição especial neste domingo, 14. Será a primeira das 8 edições do Projeto, que neste ano será encerrado no dia 8 de dezembro. Há seis anos o projeto ocorre sempre no segundo domingo de cada mês na Madre Deus. A roda de samba, aberta ao público e aos artistas começa às 17h, no Conselho Comunitário da Madre Deus, e a entrada é gratuita.

A partir deste mês de julho estão previstas oito edições, com programações especiais no dia 8 de setembro (aniversário de São Luís), 13 de outubro (Dia Municipal do Samba), 17 de novembro (aniversário de 7 anos do projeto) e 2 de dezembro (Dia Nacional do Samba). Em novembro e dezembro acontecerão, excepcionalmente, duas edições do Tribuna.

Na abertura do projeto neste domingo, o anfitrião e realizador do evento, Conjunto Madrilenus, recebe os artistas convidados Macaé, Dinho Berg e Dadá Maravilha, acompanhados  por uma banda formada por Adão Camilo (voz), Julio Cunha (violão 7), Jorge Luiz (banjo), Robertinho (cavaquinho) Mauricio (tan tan), Jr. Mamão (pandeiro)  Boscotô (surdo), Madson Peixoto (repique de Anel e efeitos), Renan (bateria). 

A base do repertório é genuinamente maranhense com composições de Cristóvão Alô Brasil, Josias Sobrinho,  Seu Nato, César Teixeira, Zé Pivó, Patativa, Zeca Melo, dentre outros.

O projeto é de iniciativa da Benta Produções e acontece há 6 anos de forma independente. Neste segundo semestre de 2019 recebe o apoio do Governo do Estado, via Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Armazém Paraíba.

Continue Reading