Roteirista avisa que ‘The Witcher’ será para adultos





19/07/2019 - Atualizado às 17:41


A peruca branca pode até não ter ficado boa, mesmo ele sendo especialmente lindo, mas Henry Cavill está muito feliz em ser Geralt Rivia na adaptação da Netflix de The Witcher, do polonês Andrzej Sapkowski.

Em entrevistas nas cabines da EW e ET, o britânico declarou que “é um sonho realizado”. Ele esteve acompanhado das colegas de série Freya Allan , Anya Chalotra, e a roteirista e showrunner Lauren S. Hissirch.

Questionado sobre se está preparado para (talvez) protagonizar a próxima Game of Thrones, Cavill (que já faz ninguém menos que o Superman na DC) disse que “não”.

Ele endereçou ainda os comentários sobre a fatídica peruca. “As descrições do livro são sempre sobre cabelo e olhos e cor da pele. Nós passamos por vários testes e decidimos por algo que estamos muito felizes com o resultado. É muito bacana. Tenho que usar as lentes de contato, então eu pareço fodão, mas meus olhos doem”, contou Cavill.

Sobre a trama, Hissirch disse que a série não tem um vilão específico na história e que é direcionada para um público adulto.

“É um show muito adulto. Acrescentarei que era importante para mim que qualquer violência ou sexo impulsionasse a história e não estivesse lá apenas pelo valor do choque. Eu acho que o público é muito experiente e sabe quando estamos fazendo coisas para apenas chocá-los contra coisas que realmente impulsionam a história.”, contou.

“Na verdade, não há um vilão. Uma das coisas que eu mais gostei de explorar é os vários tons dos livros. Os personagens que você estará torcendo no começo, podem não ser aqueles que você estará torcendo no final. E os personagens que você odeia e parecem terríveis são motivados por algo humano, empático e emocional. Eu percebi que nossas percepções sobre eles mudavam muito enquanto eu escrevia e assistia as gravações”, completou a roteirista e showrunner.

The Witcher estreia ainda este ano na Netflix, e o trailer deve ser divulgado na Comic-Con ainda hoje.