Quinze vezes que Game of Thrones avisou sobre a moeda de Daenerys





13/05/2019 - Atualizado às 09:44


Não foi sem aviso, como cantarolam os fãs de Daenerys. Definitivamente não foi. Tão pouco ela sempre foi completamente sã e um horrível dia se transformou no apocalipse. Vamos falar sobre TANTAS vezes em que Daenerys Stormborn deu sinais de loucura e avisou que desceria Fogo & Sangue.

Primeira temporada

1- Dany passa a banhar em águas cada vez mais quentes e tem certeza que não pode se queimar por ser do sangue do dragão. Enquanto Khal Drogo mata Viserys despejando ouro derretido sobre sua cabeça, a reação de Daenerys é uma epifania sobre ela ser o Último Dragão.

2 – Depois de aplicar eutanásia em Drogo ela conjura o plano de entrar na pira com os ovos de dragão petrificados, usando a magia do cometa e o sacrifício de sangue de Mirri Maz Durr como condutores para chocar os ovos.

Segunda Temporada

3 – Em uma das visões na Casa dos Imortais Dany passa pela sala do Trono de Ferro e vê Fortaleza Vermelha completamente destruída, com o teto queimado e cinzas caindo.

4 – Nesta mesma temporada, na mesma cidade de Qarth, ela gritou “tomarei o que é meu com Fogo e Sangue” quando um razoável mercador lhe negou navios para a empreitada.

5 – Ainda em Qarth ela prende a serva que a havia traído e outro mercador com quem esta conspirou em um cofre, e os deixa lá pra morrer aos poucos.

Quarta Temporada

6- Daenerys arquitetou uma Via Crucis com 163 senhores de escravos de Meereen como punição pela morte de 163 crianças escravas em uma releitura da Lei do Talião.

7 – Quando Ser Barristan Selmy é morto em um confronto entre as tropas de Daenerys e a facção dos Filhos da Harpia, ela leva três mestres de escravos para o fosso dos dragões e queima um vivo. Os outros dois são incumbidos de espalhar a notícia.

Sexta Temporada

8 – Daenerys incendeia o templo sagrado dos Dothraki com todos os Khal dentro. O crime deles foi exigir que ela respeitasse as leis do povo dos cavalos.

9 – De volta a Meereen, Dany encontra a cidade entregue aos mestres de escravos. Ela passa fogo nos navios tripulados e mais tarde executa os três chefes. Mas essa foi a versão contida do que ela realmente desejava fazer: crucificar todos os mestres, todos os soldados, toda a frota e transformar as cidades de Yunkai e Astapor em cinzas.

Sétima Temporada

10 – Após a rendição das tropas inimigas na Batalha do Trem de Carga (Campo de Fogo 2.0) Dany não aceita que Randall ou Dickon Tarlly sejam presos, ela os executa com fogo de dragão.

11 – Tyrion a aconselha a não seguir com essa maneira de lidar com as coisas, ou ela seria rainha das cinzas.

Oitava Temporada

12 – Daenerys ameaça Sansa no salão de Winterfell ao responder sobre os hábitos alimentares dos dragões. Implica a Jon que a Lady de Winterfell sofreria consequências caso não se curvasse à ela.

13 – Sam diz para Jon que Dany não é capaz de poupar vidas, que executou sumariamente seu pai e seu irmão após a rendição sem lhes oferecer a prisão ou a Muralha.

14 – Dany implora a Jon que esconda da família sobre sua real identidade por saber que o direito dele ao trono é maior que o dela, reforça que jamais implorou nada a ninguém. Mais tarde anuncia para Tyrion que Jon a traiu.

15 – Em Pedra do Dragão ela diz para Jon que não é amada em Westeros como foi em Essos, e que se não pode ter amor ela levará medo.
Repetidas vezes Tyrion tenta a dissuadir de passar a cidade no fogo.

Resumo – As ações de Daenerys nunca foram o que se esperava de alguém que se dizia salvadora da humanidade, mas enquanto ela mirava em senhores de escravos e chefes de uma sociedade considerada bárbara estava tudo bem. Mas não estava, nunca esteve.