Connect with us
Image Map

Música

Pabllo Vittar fala sobre Bolsonaro e rebate cobranças por músicas politizadas

Declarações foram feitas durante entrevista no Conversa com Bial (Globo).

Em entrevista ao Conversa com Bial (Globo) nesta terça-feira (20), Pabllo Vittar falou sobre a relação com a religiosidade, política e sucesso. Durante o programa, a drag queen falou sobre produzir músicas com teor político.

“As pessoas perguntam o motivo de minhas músicas não serem mais politizadas. Eu sou uma bicha que sobre em cima de um palco para cantar vestido de menina no país que mais mata homossexuais no mundo. Se isso não é uma forma política, não sei o quê que é”, disse a cantora.

Durante a entrevista, a drag queen também falou sobre o projeto social que ajuda e, ainda, sobre a eleição de Jair Bolsonaro à presidência da República. “Eu não vou sair do Brasil, nem o negro vai voltar para a senzala, nem a mulher para a cozinha, nem o gay para o armário. Ninguém vai sair daqui”, disparou ao ser questionada sobre o boato de que deixaria o país.

Sobre a relação com os amigos maranhenses, Vittar falou que nada mudou após estourar nas paradas musicais de todo o Brasil. “Nada mudou, sabe? Eu tenho as mesmas amizades, as mesmas pessoas que antes me davam coragem, ainda me dão essa coragem. Então, um beijo para o Maranhão, para minhas amigas, vocês arrasam”, disse a intérprete de “Problema Seu”.

A entrevista completa com Pabllo Vittar no Conversa com Bial está disponível no Globo Play.

Em alta agora