Connect with us

Exclusivo

Ouça a balada ‘Não Mate o Meu Querer’, novo single de Gabi Carvalho

O single conta com arranho e produção de Sandoval Filho, do Blackroom Estúdio.

Foto: Gleno Rodrigues/Divulgação.

Depois do sucesso de Órbita, a cantora maranhense Gabi Carvalho já está com single novo na área. A novidade é a balada Não Mate o Meu Querer, lançada oficialmente nesta semana.

Ouça abaixo:

Em entrevista ao Volts (para o jornalista Emmanuel Menezes), a cantora revelou que o single está na lista das suas composições favoritas. “Eu considero um trabalho mais maduro, tanto como pessoa quanto à letra e melodia, e, também, à produção visual e musical”, disse.

Não Mate o Meu Querer conta com arranjo e produção de Sandoval Filho, do Blackroom Estúdio. A produção visual tem assinatura de Gleno Rodrigues, Gustavo Rock e Mariana Sales.

Gabi Carvalho

Gabi Carvalho tem 26 anos, é maranhense e tem a música como principal fonte de paz interior e alegria. “Como dito em outras oportunidades, comecei a cantar aos 11 anos e compus minha primeira música aos 17 anos. (…) Ainda que eu não saiba até onde minhas canções podem chegar, é muito prazeroso dividir esses momentos com as pessoas e ver que muitas se identificam de várias formas. Sigo compondo e caminhando passo a passo em direção a esse sonho”, acrescentou.

Exclusivo

Volts na literatura: Saylon Sousa, do Volts Podcasts, lança seu primeiro romance de literatura fantástica

Obra carrega o imaginário criado pelo repertório do autor, que é fã de mangás e animês, em uma trama intensa de batalhas e sentimentos.

Por

Escrever um livro sempre foi o sonho de Saylon Sousa. Pelos menos é o que ele sempre diz aos amigos e conhecidos quando fala de aspirações e desejos. Feliz, o radialista e podcaster do Grupo Volts não esconde a felicidade em poder lançar seu primeiro romance de ficção fantástica batizado de “As Crônicas dos Anjos: Volume I – Armagedom”.

Passando por cima das dificuldades impostas pelo mercado editorial, Saylon publica sua obra de maneira independente por meio de serviços de publicação por demanda já conhecidos por leitores, autores e editores como Clube de Autores e AgBook. É por lá que o livro pode ser adquirido em versão impressa.

“É bem difícil publicar um livro. Não basta apenas escrever e revisar. Tem que ter dinheiro para financiar registro e procedimentos técnicos para publicar. Graças a Deus hoje em dia há esses serviços de press on demand onde basta ter o miolo do livro pronto, uma capa e talvez o ISBN, porque é importante ter ele para se fazer presente nas grandes livrarias, e aí tudo fica bastante simplificado”, comenta o autor ao falar sobre o processo.

Foto: Saylon Sousa e seu primeiro livro (Arquivo Pessoal)

Com 428 páginas, a obra é divida em 45 capítulos e narra a trajetória dos jovens Ray, o herdeiro dos demônios, e Melissa, a princesa dos anjos, num encontro predestinado milhares de anos e que pode prevenir que a destruição do universo aconteça. Cabe a eles e seus amigos despertar as Sete Essências do Universo e impedir que os exércitos do Édden e do Apolleon liberem o caos no mundo.

“Comecei a rascunhar esse universo narrativo quando estava no Ensino Médio, mas a rotina do dia a dia e os percalços da publicação atrasaram o lançamento da obra mais que o imaginado. Nessa jornada já escrevi a continuação da obra, que está com 2/4 pronta, pois é uma tetralogia. Comigo desde sempre meu amigo Antonio Evangelista me ajudando nessa caminhada.”, relata Saylon ao contar mais sobre seu livro.

Disponível nos sites Clube de Autores e AgBook a obra está a venda desde o último dia 27 de maio pelo preço de R$ 49,95 e leva o selo do VOLTS. No site da Amazon também é possível adquiri-la na versão impressa ou em e-book por R$24,99 (título disponível no serviço de assinantes Kindle Unlimited).

Saiba mais:

As Crônicas dos Anjos: Volume I – Armagedom

Número de páginas: 428
Edição: 1 (2020)
Formato: A5 148×210
ISBN: 978-65-000-3679-4
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 90g

Onde comprar: CLUBE DE AUTORES (Impresso) e AGBOOK (Impresso) ou AMAZON (impresso ou e-book)

Leia Mais

Exclusivo

“Quis pintar um alimento icônico do Nordeste”, diz estudante que teve quadro comprado por Lucas Lima

Joyce Luna, que mora na Paraíba, compartilhou nas redes socais sua pintura do refrigerante maranhense Guaraná Jesus.

A paraibana conta que fez a obra sem pretenção de vender, mas acabou despertando o interesse do músico.

A pintura pode ser desde a principal fonte de renda de um artista até a melhor linguagem encontrada por alguém para expressar sentimentos, como é o caso da estudante de letras Joyce Luna. Sem pretensão de vender seus trabalhos, por achar isso difícil, a paraibana de repente se deparou um “cliente” muito interessado em adquirir uma de suas obras.

Inspirada em uma pintura de Rômulo Jackson que retrata um pacote de biscoito, Joyce quis trazer algo genuinamente nordestino para suas pinturas também. Então, depois de pintar uma bolacha tradicionalmente fabricada no Rio Grande do Norte, a próxima escolha foi a bebida maranhense Guaraná Jesus.

Foto: arquivo pessoal

“Não sei bem explicar, mas ver um alimento tão comum pintado em um estilo que poderia estar em um museu me fez pensar ‘eu preciso fazer isso’. Primeiro fiz a pintura da bolacha, que eu gostei muito. Ainda quis pintar mais um alimento icônico do Nordeste, pensei logo no Guaraná Jesus por causa da cor, então alguns dias depois a fiz, conta Joyce.

Depois de compartilhar a pintura nas redes sociais, o músico Lucas Lima, questionou Joyce se o quadro estava à venda, pois ele tinha interesse em comprar. A autora da pintura admite que quando viu o comentário do músico não sabia direito quem era, então deixou para ver depois. Contudo, percebeu que algumas pessoas ao seu redor que viram o comentário ficaram alarmadas.

“Algumas pessoas começaram a falar coisas do tipo ‘meu Deus o Lucas quer comprar a pintura’, o que me fez pensar ‘quem é esse homem pelo amor de Deus’. Fui pesquisar quem era e vi que ele é casado com Sandy, além de ter uma banda de sucesso, mas o que ficou na minha cabeça foi “O marido de Sandy quer comprar minha pintura”, relembra.

Por ter a arte mais como um hobby e ser apegada às suas pinturas, Joyce admite que relutou um pouco após ser surpreendida com o interesse de Lucas Lima, o que fez com que ela demorasse pouco mais de dois meses para dar um posicionamento ao músico.

“Falei para ele que ia pensar e dois meses depois eu ainda não tinha falado nada, então no começo do mês ele veio perguntar se tinha dado tempo de pensar, então, finalmente, concordei. Eu acho engraçada toda a situação porque quando eu tinha menos técnica era perdida e não tinha estilo definido. Eu me importava muito em ser reconhecida e ter likes, mas quanto mais eu me encontrava como artista e me aprimorava, mas as coisas iam acontecendo naturalmente”, diz.

Leia Mais

Coberturas

Após tentar manter calendário, SDCC volta atrás e cancela edição 2020

San Diego Comic Con precisou ser cancelada por causa da pandemia do novo coronavírus.

Por

San Diego Comic Con precisou ser cancelada por causa da pandemia do novo coronavírus (Foto: Divulgação)

Após confirmar a permanência de datas para julho apesar da pandemia, a San Diego Comic Con voltou atrás e anunciou, nesta sexta-feira (17), o cancelamento da edição 2020 da convenção. O comunicado foi publicado no site do evento, onde a organização lamenta que seja a primeira vez, em 50 anos, que o evento, que é considerado a principal Comic Con do mundo, precisou cancelar a agenda.

“Pela primeira vez nos 50 anos de história da San Diego Comic Convention (SDCC), os organizadores por trás da celebração anual da cultura pop anunciaram hoje com muito pesar que não haverá Comic-Con em 2020. O evento retornará ao San Diego Convention Center entre 22 e 25 de julho de 2021”, publicou a organização.

Os organizadores ainda afirmam que os ingressos para o evento deste ano podem ser reembolsados ou transferidos para a Comic-Con do próximo ano.

“Todos os titulares de crachás de 2020 receberão um e-mail na próxima semana com instruções sobre como solicitar um reembolso. Os expositores da Comic-Con 2020 também terão a opção de solicitar um reembolso ou transferir seus pagamentos para a Comic-Con 2021 e também receberão um e-mail na próxima semana com instruções sobre como processar sua solicitação”, explicou a organização.

Ao final do comunicado, David Glanzer , porta-voz do evento volta a lamentar a necessidade do cancelamento. “Tempos extraordinários exigem medidas extraordinárias e, enquanto estamos tristes por tomar essa ação, sabemos que é a decisão certa”, disse.

Resistência

Ainda que a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) tenha alterado calendário de eventos no mundo inteiro – pelo menos os do primeiro semestre – e colocado países inteiros de quarentena, a organização da San Diego Comic-Con permanece esperançosa. Previsto para ser realizada em julho, o evento anunciou que não vai adiar a data da convenção geek.

“Para os nossos incríveis fãs da Comic-Con e da WonderCon: nós entendemos a dificuldade que o clima atual tem sido para todos nós e agradecemos seu apoio durante esse período complicado. Ninguém está tão esperançoso quanto nós de que poderemos celebrar a SDCC juntos em julho. Continuaremos postando atualizações em nossos canais sociais enquanto monitoramos a situação com as autoridades de San Diego. Até lá, lembrem-se: ‘Um herói é uma pessoa comum que encontra força para perseverar e aguentar apesar de obstáculos esmagadores’ – Christopher Reeve”

Leia Mais