Connect with us

Música

Lacuna Coil lança novo single e vídeo ‘Layers of Time’

Mestres italianos estão de volta com material inédito e ainda mais gótico

Os mestres italianos do Metal Gótico, Lacuna Coil, estão de volta com material inédito. O novo single “Layers of Time” precede o aguardado lançamento de Black Anima, que será lançado mundialmente em 11 de outubro pela Century Media Records.

O vídeo de LofT foi filmado pelo diretor Roberto “SaKu” Cinardi, que já trabalhou com a banda nos vídeos de “Spellbound” (2009), “I Won’t Tell You” (2010), “End Of Time” (2012) e no curta “Dark Passengers” (2012).

“Senhoras e Senhores, com vocês ‘Layers of Time'”declarou a vocalista Cristina Scabbia, no anúncio oficial do novo vídeo. “Nós estamos muito animados com o lançamento do nosso primeiro single de ‘Black Anima’ chegou. Layers of Time os atingirá com força – e isso é apenas uma amostra do que está por vir…Divirtam-se!”, completou.

Em entrevista à HardDrive Radio, Scabbia falou sobre como o novo disco, o nono de estúdio, está mais pesado e dark que os anteriores. “Parece cliché, mas é a verdade. Lacuna Coil nunca esteve tão pesada. E isso vai surpreender muita gente, porque nós temos experimentado um monte de coisas diferentes – vocais e música”.

Assim como o disco anterior de estúdio, Delirium, Black Anima terá um tema central. “Tudo gira em torno de um livro e outras coisas que não posso contar”. Ela completou esclarecendo que Black Anima significa Alma Escura, sendo Anima a palavra italiana e latina para alma. Lacuna Coil, aliás, é conhecido por misturar em suas letras trechos em italiano com o padrão inglês do Metal.

Andrea Ferro, que divide os vocais com Scabbia, contou que o novo disco é bem variado em termos sonoros. “Há o peso, mas também há músicas mais melancólicas que podem ser mais grudentas. Mas de qualquer forma é um álbum muito complexo com vários sabores diferentes”.

“Nós experimentamos bastante cm as letras, falando sobre nossas vidas enquanto crescemos, experimentados perdas e outras coisas que se passa com mais frequência com a maturidade. Sentimos uma conexão com essas pessoas que não estão mais conosco, então resolvemos falar sobre essa conexão que sentimos além da vida”, comentou Ferro.

O vocalista pode estar se referindo, entre outras perdas, à morte de Claudio Leo, membro fundador do LC que faleceu em 2013. A banda já havia feito uma homenagem à ele com a música One Cold Day, do disco Broken Crown Halo, de 2014.

“É uma estranha combinação de sons, realmente difícil de descrever. Acho que vocês terão que ouvir mesmo, porque é difícil de explicar”, adicionou Scabbia.

A arte do novo álbum mimica a arte do livro citado como base das músicas, com um dragão-serpente em espiral e letras em formato que lembra de runas nórdicas. Por entre a espiral do dragão-serpente sai o símbolo do Lacuna Coil, cujo nome, aliás, significa espiral lacunar.

Confira o vídeo de Layers of Time e a tracklist de Black Anima.

BLACK ANIMA

01. Anima Nera
02. Sword Of Anger
03. Reckless
04. Layers Of Time
05. Apocalypse
06. Now Or Never
07. Under The Surface
08. Veneficium
09. The End Is All I Can See
10. Save Me
11. Black Anima
12. Black Feathers (deluxe edition only) 
13. Through The Flames (deluxe edition only) 
14. Black Dried Up Heart (deluxe edition only)

Continue lendo
Advertisement

Música

Vinaa libera faixas do novo álbum e anuncia data de show em São Paulo

“Bienvenidos a Ursal” e “Ventos de Galhardia” já estão disponíveis no YouTube.

Por

Prestes a lançar o segundo álbum de estúdio, Vinaa já está causando o maior burburinho nas redes sociais. Nesse fim de semana, o cantor disponibilizou antecipadamente duas faixas promocionais do álbum “Elementos e Hortelã na Terra dos Eucaliptos”, que será lançado nesta sexta-feira (11).

“Bienvenidos a Ursal” e “Ventos de Galhardia”, que traz colaboração Zeca Baleiro, indicado ao Grammy Latino 2019, são os títulos das músicas de forte influência regional e latina, disponibilizadas por Vinaa no último sábado (5), onde capricha no espanhol.

Nas redes sociais, Vinaa tem dado detalhes sobre os próximos passos da carreira. Além do lançamento de EHTE, como tem sido apelidado o álbum, estar agendado para dia 11 de outubro nas plataformas digitais, o cantor também fará coletiva de imprensa dia 26 de outubro, show de lançamento em São Luís no dia 1º de novembro e, ainda, um show ao vivo em São Paulo com transmissão para todo o Brasil no dia 13 de novembro.

Essa apresentação ao vivo será feita direto dos estúdios ShowLivre, na capital paulista, com transmissão nos canais TVT, Music Box, NOW e YouTube. “Elementos e Hortelã na Terra dos Eucaliptos” contará com 10 faixas e estará disponível em todas as plataformas digitais.

Continue Reading

Música

Em show repleto de significados, Anitta celebra funk e superação em estreia no Rock in Rio

Anitta foi rejeitada pelo festival no passado, mas fez show da carreira no Palco Mundo em 2019.

O sonho de ser um fenômeno da música certamente faz parte dos pensamentos de todo mundo que decide trazer essa arte para o centro da própria vida. Todo mês o Brasil tem a oportunidade de conhecer novos artistas através de faixas que estouram, mesmo sem a gente saber ao certo de onde saíram. Numa dessas, em 2013, Anitta explodiu com ‘Show das Poderosas’.

O mundo, naquele momento, ainda não dava tanto argumento para que se esperasse muita coisa daquela garota de voz aguda e rebolado bonito. Mas já rolava algo diferente ali. Nas oportunidades que tinha já falava sobre mudança, não tinha medo de contar como “sonhava alto pra caramba” – algo que artistas normalmente guardam para si por medo do fracasso (quem não tem, né?).

O fato é que ninguém podia imaginar que aquela menina que o Brasil conheceu ainda meio desajeitada com as palavras, pudesse transformar a própria carreira num acontecimento nacional de forma que sua estreia no Rock in Rio, por onde passam tantos artistas brasileiros em palcos menores, tivesse a comoção da vinda de uma estrela internacional.

Na estreia no festival neste sábado (5), Anitta trouxe um espetáculo de referências à história do funk, que está completando 30 anos, e à própria discografia. O cenário do show foi inspirado no palco que a apresentou ao Rio de Janeiro, o da Furacão 2000 – uma permissão que soa, junto com a iniciativa do Espaço Favela, uma tentativa do evento de se afastar com qualquer associação ao preconceito de classe ou gênero musical.

O repertório foi cantado quase em perfeita cronologia, começando com os sucessos do passado até os hits mais recentes. A sequência que mais tirou o fôlego veio no final com Vai Malandra, Bola rebola, Favela Chegou e Onda Diferente – que encerrou o show. A polêmica ficou por conta do playback em faixas com coreografias mais frenéticas.

Teve espaço para pop, funk, forró, axé e sertanejo. Cantou muitas faixas feitas em colaboração, mas não recebeu ninguém no palco. O dia merecia ser só dela. Como em todos os shows especiais que faz, Anitta trouxe um balé reforçado e figurino ousado que só usa nessas ocasiões. Foram quatro looks até o final da uma hora cravada de show.

Avisou previamente em entrevistas que não faria nenhum discurso mais afrontoso – o que fez no Villa Mix nunca foi esquecido -, mas aproveitou um respiro para agradecer a si mesma por nunca ter desistido de seguir em frente. Em um show repleto de recados simbólicos, esse foi o mais direto: os bastidores são cruéis, mas ela conseguiu.

A estreia de Anitta no Rock in Rio tem significado para todo um segmento da música, para toda uma comunidade, para toda uma classe artística brasileira, que agora tem um precedente que mostra que independente de onde surgiu, do tipo de voz ou do tipo de dança, é possível, sim, ter espaço em qualquer palco, por maior que ele seja. Anitta fez o show da carreira no Rock in Rio 2019 e é, sem dúvidas, a maior artista dessa década no Brasil.

O Rock in Rio termina neste domingo (6) com Muse e Imagine Dragons como destaques no palco Mundo.

Continue Reading

Mercado

Lexa se une ao Instagram para lançar conteúdo sobre ferramenta

A artista aparece cantando sua nova música, “Chama Ela”, para mostrar a ferramenta ‘Música’.

Por

Nesta semana, os usuários do Instagram no Brasil irão visualizar entre os Stories de seus amigos e contas que seguem, o NOVO!, um Stories do Instagram que informa sobre as novidades mais divertidas da plataforma, convidando as pessoas a experimentarem as ferramentas de Música já disponíveis no Stories. Estrelado pela cantora Lexa, este é o primeiro conteúdo de NOVO! produzido no Brasil.

A artista, representada pela Som Livre e KondZilla Records, aparece cantando sua nova música, “Chama Ela”, para mostrar como as ferramentas de Música funcionam. “É muito bom ver uma artista consagrada como a Lexa participar de uma ação em uma plataforma tão relevante, convidando mais pessoas a experimentarem essa ferramenta que só fortalece cada vez mais a indústria da música” diz Konrad Dantas, fundador da KondZilla.

“Essa parceria unindo grandes marcas reflete mais uma tendência da nossa atuação. Amplificar o potencial da música na indústria do entretenimento com foco em oferecer grandes experiências para o público. É uma honra para nós ter a Lexa, com quem estamos desde o início de sua carreira, como a primeira artista brasileira a estrelar o NOVO! no Instagram”, avalia Fernanda Bas, gerente de marketing da Som Livre.

Desde junho deste ano, os usuários brasileiros podem adicionar músicas nas publicações que fazem no Stories do Instagram e Facebook. Para experimentar as ferramentas, basta abrir a câmera no Instagram ou Facebook, ou mesmo selecionar uma foto ou vídeo da sua galeria, tocar no ícone de adesivos e adicionar o adesivo de música. Após escolher a música e o trecho preferido, ainda é possível incluir Letras, recurso que exibe a letra do trecho escolhido no Stories.

Continue Reading