Connect with us

Na Ilha

Inscrições para seletiva de artistas do Festival das Rendas encerram domingo

A 2ª edição do festival será realizada no dia 7 de setembro no Cais da Raposa

O festival será realizado no dia 7 de setembro, no Viva Raposa, mais conhecido como Cais da Raposa.

Os artistas, bandas e DJs que tiverem interesse de participar do 2º Festival das Rendas, têm até o domingo (11) para realizar inscrição na seletiva do festival. A segunda edição do evento acontece no dia 7 de setembro, no Cais da Raposa.

Para se inscrever, é preciso preencher um formulário on-line – acesse o link ao lado:https://forms.gle/XcNgjimAeF21axJV6. Ao todo, serão selecionadas 10 bandas/artistas e 10 DJs, todos residentes no Maranhão.

Estão aptos a participar grupos de qualquer estilo musical, sem restrição de gênero. É preciso apenas contar com trabalhos de estúdio lançados entre janeiro de 2017 e junho de 2019. Grupos/Bandas/Artista e DJs que forem criados e/ou surgiram na Raposa ou que têm um de seus integrantes residindo na cidade terão prioridade para avaliação da curadoria da seletiva.

O objetivo da seletiva é estimular a presença e a participação dos artistas maranhenses em um espaço de amplo destaque, promovendo arte e experiência musical no município de Raposa. “O Festival das Rendas vai oferecer às bandas e artistas do Maranhão a oportunidade de tocar ao vivo em um dos palcos, ao lado de artistas nacionais, dentro da programação oficial. Promover a circulação de artistas da nova música brasileira e o intercâmbio com a cena local será um dos pontos altos do festival. ”, afirmou VINAA, idealizador e produtor do festival.

Podem se inscrever grupos de qualquer estilo musical, sem restrição de gênero – desde que tenham lançado novos trabalhos de estúdio entre janeiro de 2017 e junho de 2019.

Festival das Rendas

Realizado pela Catirina Produções, o 2º Festival das Rendas é um evento criado para celebrar a música, a economia criativa, o turismo e a gastronomia, como também valorizar o saber tradicional das rendeiras da região.  O mundo das rendeiras e a sua representatividade dentro da cultura maranhense são o grande mote do evento, que também prima pela diversidade e afeto na construção de uma nova realidade.

Com apoio da Budweiser, CVC, Quadrante e Prefeitura da Raposa, a segunda edição será realizada no dia 7 de setembro de 2019, no Viva Raposa, conhecido como o cais do município que fica há aproximadamente 28km de São Luís.

O line-up da 2ª edição do Festival das Rendas vai contar com 2 atrações nacionais, entre elas a cantora carioca Letrux, já confirmada.

Lançamentos

Biodz mostra sua mistura de hip hop e reggae no primeiro EP

Desde 2006, Biodz participa do universo musical. Há 4 anos está focado na cultura Hip Hop e Reggae.

Por

Biodz mostra sua mistura de hip hop e reggae no primeiro EP (Foto: Leandro Foto)

O ambiente urbano oferece um emaranhado de sensações contraditórias que evocam o poder e a vontade de transformação em grupos e pessoas. É nisso que acredita Abiodun, mais conhecido como Biodz, que, por meio de sua música, busca trazer à tona a indignação e o fervor que a urbanicidade oferece mesclando com o que é mais característico de suas raízes: a música negra. 

No seu primeiro EP, Dr. Dun at Casaloca, Biodz promove uma nova consciência musical que une a linguagem local e a jamaicana, retratando o cotidiano da margem, os preconceitos e a necessidade de uma nova forma de se relacionar com a natureza. Focando nos ritmos e movimentos que surgem na cidade, principalmente nas periferias. 

Desde 2006, Biodz participa do universo musical, estando há 4 anos focado na cultura Hip Hop e Reggae que têm forte presença em São Luís do Maranhão, conhecida como Jamaica Brasileira. Sua música tem como referências as vertentes urbanas da cultura reggae como ragamuffin, DUB, dancehall e rap. 

Biodz já organizou bancas de rap e participou da Taça das Favelas, abrindo show do Rashid e Dexter. Em 2019, fez participação no show Eletro Acústico Preto Nando no Festival BR 135, além de já ter em seu histórico o palco compartilhado com vários nomes consagrados da música maranhense, como Célia Sampaio, Natália Ferro e Núbia. É também integrante do projeto Criola Beat, que vem ganhando cada vez mais nome e espaço na capital maranhense além de criar um novo gênero. 

Leia Mais

Lançamentos

Cantor Adnon lança clipe do single de estreia ‘My Luv’ – vem assistir

A produção foi gravada na Pousada Portas da Amazônia, no Centro Histórico de São Luís.

Por

O cantor, compositor e produtor maranhense Adnon lançou recentemente o seu videoclipe de estreia intitulado, “My Luv”, uma lovesong que traz a volta da poesia para os ouvidos dos sensíveis de alma e coração. O single faz parte do primeiro álbum de Adnon, que será lançado em breve, o “Inna Brasillian Jamaica”.

O videoclipe foi dirigido por Rairisson Acilon e tem participação de Amanda Bertrand. A produção foi gravada na Pousada Portas da Amazônia, no Centro Histórico de São Luís.

A universalidade sempre presente nos trabalhos do artista pode também ser percebida nos trabalhos com a Soulvenir nos dois álbuns lançados (“Galaxyspecies” 2014 pelo portal Musicoteca e Dosol, “Uterearth” 2017 pela Sony Music), Casaloca (“Um de Onze” 2013, pela Onerpm) e Criola Beat (“Mixtape Vol.01” 2019 e “Mixtape Vol.02” 2020, pelo Upaon Mundo).  

“Inna Brasillian Jamaica” traz o universo musical de Adnon de uma forma bem íntima e pessoal, que expressa como é viver e pertencer à Jamaica Brasileira, título dado a São Luis – MA, sua cidade natal. O álbum, que será dividido nas plataformas digitais em 2 volumes, com 5 tracks em cada um, traz elementos da cultura urbana e uma linguagem musical própria que leva sua música além do Reggae Music universal.

Música para ouvir e amar como “My Luv” (Lofi/RnB), refletir e sentir como “Sulamerica” e “Será Que Somos Guerreiros?” (Dub/Downtempo) dançar e tirar uma panca em “Rubadub” (Dance Hall) e “Eu Nunca Ando Só” (Dub).

Leia Mais

Lançamentos

Cantora Gabi Carvalho lança single ‘Ressignificar’ – ouça

Com produção de Memel Nogueira, canção fala sobre o vício de fantasiar paixões.

Por

A cantora Gabi Carvalho lançou nesta sexta-feira (28), seu novo single “Ressignificar“. A canção foi escrita em agosto de 2019 e engavetada para projetos futuros. É um dos primeiros trabalhos em que a artista está mais presente nas ideias de arranjo e produção.

“A música fala sobre o vício de fantasiar paixões que só existem na nossa cabeça, quase como aqueles filmes clichês em que tudo são flores e sempre acaba bem, e é aí que a letra traz a mensagem de que precisamos dar novo sentido a esse amor, ressignificar o que foi inventado e seguir”, diz a cantora.

Neste retorno ao segmento orgânico na carreira, quem assina a produção musical é Memel Nogueira, no Estúdio Andar de Cima, com arranjos idealizados por ele e, também, por Gabi. No conteúdo visual, a designer Ana Waléria firma a direção de arte, Gustavo Rock é responsável pela fotografia e Gleno Rodrigues vem na criação de vídeos de pré-lançamento.

Em 2019, Gabi Carvalho se apresentou no Prêmio Volts e concorreu na categoria Melhor Cantora. Veja, abaixo, a apresentação da cantora clicando no vídeo abaixo.

Sobre a artista

Gabi Carvalho é cantora e compositora maranhense, tem 28 anos e está em carreira profissional desde 2017. Embora tenha pouco tempo profissionalmente, a artista começou a cantar aos 12 anos de idade e sua primeira música foi escrita aos 17.

Hoje, Gabi soma seis músicas lançadas nas plataformas de streaming sendo a mais recente, intitulada Ressignificar, parte de seu primeiro álbum que está em processo de gravação, com previsão de lançamento para o final deste ano (2020).

Leia Mais