Connect with us

Na Ilha

Imperatriz e Açailândia recebem o primeiro espetáculo do Palco Giratório 2019

O movimento acontece nos dias 15 e 16 de abril em Imperatriz e Açailândia, às 19h.

O Palco Giratório inicia o a edição 2019 no Maranhão com o espetáculo “Realidade Apropriada Libera Evidência (RALE)”, montagem premiada construída a partir de uma pesquisa de improvisação em dança, onde a técnica do breaking (hip-hop) se une a ruídos do corpo no momento da ação e deslocamento para trazer à tona a diversidade do universo urbano. Os movimentos da dança são reproduzidos pelo artista Jessé Souza (AL) e acontecem nos dias 15 e 16 de abril em Imperatriz e Açailândia às 19h.

Com duração de 40 minutos e classificação 10 anos, a entrada é gratuita. Em Imperatriz, a apresentação acontece no Teatro Ferreira Gullar e em Açailândia no Cineteatro da Praça PEC Vila Ildemar

O espetáculo surgiu a partir da ideia de centro, periferia e fronteiras, sendo um trabalho autobiográfico sobre questões que rodeiam o artista Jessé Souza. Motivado pelos pensamentos dos antropólogos Marc Augé e Michel Agier, o início desse processo de criação é no solo Encenações Urbanas, em 2016, que surgiu por questionamentos sobre o movimento Hip-Hop e suas questões políticas e sociais.

Ressaltando que a periferia pode ser entendida em um sentido geográfico, mas também num sentido político e social, o espetáculo R.A.L.E representa um corpo aprisionado a um sistema que desfavorece um terço da imensa população brasileira, parcela tratada com descaso. Esse corpo é trazido para a cena como um dispêndio de energia muscular, em meio a ruas, avenidas, becos, vielas, subidas, decidas, em uma cidade desigual, a qual um dos maiores desafios é se sustentar.

Jessé Souza explica que a pesquisa questiona a desigualdade social causada não por fatores econômicos e sim por fatores que são reproduzidos desde seu gênese social, causadora de preconceitos e desigualdades. “Essa classe social que designamos como ‘ralé’ não tem o intuito de ‘ofender’ essas pessoas já tão sofridas, mas sim chamar a atenção, provocativamente, para nosso maior conflito: o abandono social e político”, explicou a artista sobre o título do espetáculo.

Na Ilha

‘Cacos’, single de Ana Clara Oliveira, ganha videoclipe – confira

Não faz assim, não vai para longe. Não nos desfaça. Teu corpo por ti já não responde“. Esse é um trecho da música Cacos, da cantora e compositora Ana Clara Oliveira. A canção, que dá título ao EP de estreia da artista, ganhou um videoclipe, em que é possível mergulhar nos diferentes sentimentos que a composição carrega. Assista:

O clipe é uma produção de Sunday James, que assume a direção e a fotografia, e conta com a colaboração de Luane Machado na direção de arte. Mariana Suzuki e Yasmin Suassuna foram as assistentes. A música é de autoria da própria Ana Clara.

Ana Clara Oliveira ( Foto: Caio Marvão / Divulgação )

Para a cantora, o clipe Cacos é uma oportunidade de mostrar para as pessoas que tiveram seu coração partido por algum acaso do destino que elas não estão sozinhas. “Histórias terminam mas que deixam lembranças e uma nostalgia boa“, reflete a artista.

O EP Cacos é formado por cinco canções e está disponível no Spotify. Atualmente, Ana Clara Oliveira está focada em novas composições e no planejamento para o próximo lançamento.

Continue Reading

Games

Game Jam Plus chega à sua 3ª edição

A 1ª etapa da Edição 2019 acontece simultaneamente em São Luís e em mais de 30 cidades

Por

Em agosto, acontece a primeira etapa da Game Jam Plus 2019, a terceira edição do evento em que os participantes são desafiados a criar um jogo em 48 horas. No total, serão três etapas, que funcionam como oportunidade para dar voz e autonomia aos jovens criadores e desenvolvedores de games.

A competição acontece simultaneamente em 33 cidades ao redor mundo, entre elas São Luís. Na primeira etapa, que será realizada entre os dias 2 e 4 de agosto, os participantes desenvolverão um protótipo de jogo em um prazo de 48 horas.

Os jogos serão apresentados, no formato Pitch, a uma banca de jurados locais que vão avaliar e decidir o jogo finalista de cada cidade. Os jogos restantes terão ainda uma chance de representar sua cidade, em uma campanha de divulgação para conquistar votos do público, por meio de um sistema de votação em uma plataforma online.

Na segunda etapa, as equipes dos jogos classificados terão acesso a mentorias direcionadas e oficinas online com profissionais renomados da área de desenvolvimento de games, com o objetivo de aperfeiçoar os produtos em um ciclo que dura 3 meses.

Na terceira e última etapa, as equipes estarão reunidas na cidade do Rio de Janeiro, no mês de novembro de 2019, para celebrar juntos e premiar os melhores jogos vencedores em categorias como Melhor Arte, Melhor Estratégia de Marketing e Melhor Som, além das premiações das categorias principais e de patrocinadores.

Em São Luís, a primeira etapa da edição 2019 da Game Jam Plus é organizada pela AMAGames com apoio do Sebrae, e será realizada no Sebraelab, (Sítio do Rangedor – Av. Jerônimo de Albuquerque, Cohafuma).

Para se inscrever na Game Jam Plus 2019, é só acessar o site http://www.gamejamplus.com/ e buscar a página de inscrições de São Luís. Para participar, não é obrigatório ter experiencia com desenvolvimento de jogos.

Continue Reading

Na Ilha

Tribuna do Samba faz edição especial neste domingo na Madre Deus

Projeto acontece sempre no segundo domingo de cada mês

Por

A roda de samba mais raiz e charmosa da Madre Deus, o Tribuna do Samba, terá uma edição especial neste domingo, 14. Será a primeira das 8 edições do Projeto, que neste ano será encerrado no dia 8 de dezembro. Há seis anos o projeto ocorre sempre no segundo domingo de cada mês na Madre Deus. A roda de samba, aberta ao público e aos artistas começa às 17h, no Conselho Comunitário da Madre Deus, e a entrada é gratuita.

A partir deste mês de julho estão previstas oito edições, com programações especiais no dia 8 de setembro (aniversário de São Luís), 13 de outubro (Dia Municipal do Samba), 17 de novembro (aniversário de 7 anos do projeto) e 2 de dezembro (Dia Nacional do Samba). Em novembro e dezembro acontecerão, excepcionalmente, duas edições do Tribuna.

Na abertura do projeto neste domingo, o anfitrião e realizador do evento, Conjunto Madrilenus, recebe os artistas convidados Macaé, Dinho Berg e Dadá Maravilha, acompanhados  por uma banda formada por Adão Camilo (voz), Julio Cunha (violão 7), Jorge Luiz (banjo), Robertinho (cavaquinho) Mauricio (tan tan), Jr. Mamão (pandeiro)  Boscotô (surdo), Madson Peixoto (repique de Anel e efeitos), Renan (bateria). 

A base do repertório é genuinamente maranhense com composições de Cristóvão Alô Brasil, Josias Sobrinho,  Seu Nato, César Teixeira, Zé Pivó, Patativa, Zeca Melo, dentre outros.

O projeto é de iniciativa da Benta Produções e acontece há 6 anos de forma independente. Neste segundo semestre de 2019 recebe o apoio do Governo do Estado, via Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Armazém Paraíba.

Continue Reading