Connect with us

Televisão

Globo estreia podcasts com Renata Lo Prete, Maju Coutinho e Sandra Annenberg

A Globo resolveu investir em uma coisa que os produtores de conteúdo para internet já investem há muito tempo (cof, cof, siga Volts Podcasts) e anunciou, nesta segunda-feira (26), que lançará um pacote de podcasts em plataformas como Spotify e iTunes.

O G1 já disponibilizava cinco programas em formato podcast, mas agora o projeto ganhou mais corpo: nove novos programas. O carro-chefe será o “O Assunto”, apresentado por Renata Lo Prete e disponibilizado às sextas-feiras. O tempo médio será de 25 minutos.

O projeto ainda tem o “Bem-Estar”, com Michelle Loreto, “GloboNews internacional”, com Marcelo Lins e Guga Chacra, e “Como Será”, com Sandra Annenberg.

Os podcasts começaram a ser notados pela Globo ainda em 2018. Em julho do ano passado, segundo a emissora, os podcasts da casa superaram a marca de 500 mil ouvintes.

Segundo o Meio & Mensagem, a ideia da Globo é testar formatos, inclusive replicando programas exibidos na televisão, como o Conversa com o Bial.

Veja, abaixo, os programas e os dias que serão disponibilizados:

  • “O Assunto” com Renata Lo Prete, de segunda à sexta pela manhã
  • “Isso é Fantástico” com Murilo Salviano, às segundas
  • “HUB GloboNews”, com Marcelo Lins, Alexandre Roldão e Rafael Coimbra, às terças
  • Bem Estar, com Michelle Loreto, às quartas
  • “Papo de Política”, com Natuza Nery, Maria Julia Coutinho, Júlia Dualibi e Andréia Sadi, às quintas
  • “Desenrola, Rio”, com Edimilson Avila, às quintas “Resumão”, às sextas
  • “GloboNews Internacional”, com Marcelo Lins e Guga Chacra, às sextas
  • “O Tema É”, com Sandra Annenberg, aos sábados
Continue Reading
Advertisement Image Map

Coluna Leandro Giometti

Os babados (reencontro, discursos e regata) no Globo de Ouro 2020

Aniston e Pitt

Aconteceu ontem a cerimônia de entrega do Globo de Ouro, uma das premiações mais badaladas da indústria do cinema. A entrega é oferecida pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood e é marcada por um jeitão mais descolado do que o Oscar. Apesar de, diferente do que muitos acham, não ser termômetro para a premiação mais tradicional do cinema – que esse ano acontece no dia 9 de fevereiro – ao menos é divertida e prestigiada pela maior parte das grandes celebridades. Nessa edição não foi diferente e lá estavam os grandes astros e estrelas do momento bebendo, comendo e desfilando vestidos e ternos da moda. 

Mas antes de falarmos sobre os vencedores, a noite é boa porque também acontecem babados, né, minha gente. E enumeramos aqui alguns deles. 

1- O reencontro de Brad Pitt e Jennifer Aniston

A última vez que ambos estiveram juntos em um mesmo Globo de Ouro foi em 2002, quando ainda estavam casados. Há quem diga que se evitavam, outros que foi apenas um golpe do destino não terem se visto novamente. Mas 2020 já chegou quente. Sabendo que iam se encontrar, Pitt foi questionado a respeito no tapete vermelho. “Eu vou esbarrar na Jen, ela é uma boa amiga”, disse o ator. “A segunda reunião mais importante no ano dela? Essa era uma brincadeira em Friends”, completou ele. Até aí tudo lindo. O bafão (mérito maravilhoso do diretor de imagens do Globo de Ouro) foi a reação bem debochada de Aniston no momento em que Brad disse a seguinte frase em seu discurso ao vencer como melhor ator coadjuvante por Era uma Vez em Hollywood. “Gostaria de trazer minha mãe (à premiação), mas não pude porque eles dizem que estou namorando toda mulher de quem estou próximo. Seria estranho”

Ver imagem no Twitter

2- Discursos poderosos

Joaquin Phoenix (vencedor de melhor ator em filme drama por Joker) usou o palco para discursar a favor das causas ambientais. Patricia Arquette (vencedora de melhor atriz coadjuvante em minissérie ou filme de TV por The Act) foi direta no tom político ao falar sobre os ataques dos EUA ao Iraque. Jennifer Aniston leu pronunciamento de Russel Crowe, ausente para cuidar da família que sofria com os incêncios na Austrália: “Não se enganem, a tragédia desenrolando na Austrália é uma consequência das mudanças climáticas. Nós precisamos agir baseados na ciência, avançar nossas forças de trabalho para energia reciclável e respeitar nosso planeta pelo lugar único e maravilhoso que é. Assim nós todos teremos um futuro”. Mas foi Michelle Williams a mais enfática e direta. Com um olhar sereno e sério, a vencedora do prêmio de melhor atriz em minissérie por Fosse/Verdon pediu que as mulheres votassem em favor dos seus interesses. “Então, mulheres de 18 ou 118, quando for a hora de votar façam isso pensando em vocês apenas. É o que os homens têm feito há anos e a razão pelo qual o mundo é como eles são, mas não se esqueça que somos maioria nos votos nesse país. Vamos fazer com que o país se pareça mais como a gente”.

3- A regata de Jason Momoa

Numa premiação queremos ver os prêmios, certo? Errado. Temos um tempinho para comentar vestidos, ternos e o outfit das celebs. Então, obviamente, é aquela disputa de quem está deslumbrante ou passando vergonha. Confesso que não sou o mais indicado para julgar vestimentas. Porém, uma coisa eu sei: Jason Momoa de regata no Globo de Ouro é simplesmente espetacular. Significa que podemos usar regata? Não. Signfica que ele é o Jason  Momoa e faz o que quiser. 

4- Tom Hanks celebrando o Deus Keanu Reeves

Quem não gosta de Tom Hanks bom sujeito não é. Ele é aquele sujeito boa praça, sempre bem humorado e educado com todos. Ontem, ele foi homenageado pelo prêmio Cecil B. De Mille – que reconhece o conjunto da obra – e declarou que não aguenta mais ser considerado esse cara legal, que só faz mocinhos no cinema e seu próximo papel, na cinebiografia de Elvis Presley (ele viverá o controverso empresário Coronel Tom Parker), vai mudar tudo. Ao responder sobre “como ser tão adorado”, Hanks comentou: “Keanu Reeves é uma ótima resposta para essa pergunta”. Ambos trabalharam juntos em Toy Story 4 e parece que alguém ficou apaixonado. 

Resultado de imagem para tom hanks globo de ouro

5- Netflix de mãos abanando 

Tanto O Irlandes quanto História de Um Casamento, produções da Netflix, são ótimos filmes e recebiam algumas apostas para o Globo de Ouro. Não era ousadia alguma considerar que a produção de Martin Scorsese poderia ser a grande vencedora da noite. Pois não foi nada disso que aconteceu. Era uma Vez em Hollywood foi quem fez a festa. Venceu roteiro, ator coadjuvante, diretor e melhor filme. Os filmes da Netflix (também Dois Papas e Meu Nome é Dolemite) com 34 indicações, foram para casa com apenas um troféu (Laura Dern, História de um Casamento. O outro foi para a série The Crown).

Resultado de imagem para martin scorsese golden globes

Confira todos os vencedores da noite:

CINEMA

Melhor filme dramático

1917 – VENCEDOR
O Irlandês
História de um Casamento
Coringa
Dois Papas

Melhor ator – Drama

Joaquin Phoenix, Coringa – VENCEDOR
Christian Bale, Ford v Ferrari
Antonio Banderas, Dor e Glória
Adam Driver, História de um Casamento
Jonathan Pryce, Dois Papas

Melhor atriz – Drama

Renée Zellweger, Judy – Muito Além do Arco-Íris – VENCEDORA
Cynthia Erivo, Harriet
Scarlett Johansson, História de um Casamento
Saoirse Ronan, Adoráveis Mulheres
Charlize Theron, O Escândalo

Melhor filme cômico ou musical

Era uma Vez em… Hollywood – VENCEDOR
Jojo Rabbit
Entre Facas e Segredos
Rocketman
Meu nome é Dolemite

Melhor diretor

Sam Mendes, 1917 – VENCEDOR
Todd Phillips, Coringa
Bong Joon-ho, Parasita
Martin Scorsese, O Irlandês
Quentin Tarantino, Era uma Vez em… Hollywood

Melhor roteiro 

Quentin Tarantino, Era uma Vez em… Hollywood – VENCEDOR
Noah Baumbach, História de um Casamento
Bong Joon-ho e Han Jin-won, Parasita
Anthony McCarten, Dois Papas
Steven Zaillian, O Irlandês

Melhor atriz – Musical ou Comédia

Awkwafina, The Farewell – VENCEDORA
Ana de Armas, Entre Facas e Segredos
Cate Blanchett, Cadê Você, Bernadette?
Beanie Feldstein, Fora de Série
Emma Thompson, Late Night

Melhor ator – Musical ou Comédia

Taron Egerton, Rocketman – VENCEDOR
Daniel Craig, Entre Facas e Segredos
Roman Griffin Davis, Jojo Rabbit
Leonardo DiCaprio, Era uma Vez em… Hollywood
Eddie Murphy, Meu Nome é Dolemite

Melhor ator coadjuvante 

Brad Pitt, Era uma Vez em… Hollywood – VENCEDOR
Tom Hanks, Um Lindo Dia na Vizinhança
Anthony Hopkins, Dois Papas
Al Pacino, O Irlandês
Joe Pesci, O Irlandês

Melhor atriz coadjuvante

Laura Dern, História de um Casamento – VENCEDORA
Kathy Bates, O Caso Richard Jewell
Annette Bening, O Relatório
Jennifer Lopez, As Golpistas
Margot Robbie, O Escândalo

Melhor animação

Link Perdido – VENCEDOR
Frozen 2
Como Treinar seu Dragão 3
Toy Story 4
O Rei Leão

Melhor filme em língua estrangeira

Parasita – VENCEDOR
The Farewell
Dor e Glória
Retrato de uma Jovem em Chamas
Les Misérables

Melhor canção original

(I’m Gonna) Love Me Again, Rocketman – VENCEDOR
Into the Unknown, Frozen 2
Beautiful Ghosts, Cats
Spirit, O Rei Leão
Stand Up, Harriet

Melhor trilha sonora original para filmes

Hildur Guðnadóttir, Coringa – VENCEDORA
Daniel Pemberton, Brooklyn – Sem Pai Nem Mãe
Alexandre Desplat, Adoráveis Mulheres
Thomas Newman, 1917
Randy Newman, História de um Casamento

TV

Melhor série dramática

Succession – VENCEDORA
Big Little Lies
The Crown
Killing Eve
The Morning Show

Melhor série musical ou cômica

Fleabag – VENCEDORA
O Método Kominsky
The Marvelous Mrs. Maisel
The Politician
Barry

Melhor minissérie ou filme para TV

Chernobyl – VENCEDOR
Fosse/Verdon
The Loudest Voice
Catch-22
Inacreditável

Melhor ator em série dramática

Brian Cox, Succession – VENCEDOR
Kit Harington, Game of Thrones
Rami Malek, Mr. Robot
Tobias Menzies, The Crown
Billy Porter, Pose

Melhor atriz em série dramática

Olivia Colman, The Crown – VENCEDORA
Jodie Comer, Killing Eve
Nicole Kidman, Big Little Lies
Reese Witherspoon, Big Little Lies
Jennifer Aniston, The Morning Show

Melhor ator em série musical ou cômica

Ramy Youssef, Ramy – VENCEDOR
Michael Douglas, O Método Kominsky
Bill Hader, Barry
Ben Platt, The Politician
Paul Rudd, Cara x Cara

Melhor atriz em série musical ou cômica

Phoebe Waller-Bridge, Fleabag – VENCEDORA
Christina Applegate, Disque Amiga para Matar
Rachel Brosnahan, The Marvelous Mrs. Maisel
Kirsten Dunst, On Becoming a God in Central Florida
Natasha Lyonne, Boneca Russa

Melhor ator em minissérie ou filme para TV

Russell Crowe, The Loudest Voice – VENCEDOR
Christopher Abbott, Catch-22
Sacha Baron Cohen, O Espião
Jared Harris, Chernobyl
Sam Rockwell, Fosse/Verdon

Melhor atriz em minissérie ou filme para TV

Michelle Williams, Fosse/Verdon – VENCEDOR
Kaitlyn Dever, Inacreditável
Joey King, The Act
Helen Mirren, Catarina, a Grande
Merritt Wever, Inacreditável

Melhor ator coadjuvante em série, minissérie ou filme para TV

Stellan Skarsgård, Chernobyl – VENCEDOR
Alan Arkin, O Método Kominsky
Kieran Culkin, Succession
Andrew Scott, Fleabag
Henry Winkler, Barry

Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou filme para TV

Patricia Arquette, The Act – VENCEDORA
Helena Bonham Carter, The Crown
Toni Collette, Inacreditável
Meryl Streep, Big Little Lies
Emily Watson, Chernobyl

Continue Reading

Música

Globoplay anuncia série documental sobre turnê de ‘Tardezinha’, do cantor Thiaguinho

Produção em quatro episódios traz bastidores do projeto encerrado com show no Maracanã no último domingo.

Por

O último show do projeto ‘Tardezinha’, do cantor Thiaguinho, realizado neste domingo, 15, no Maracanã, foi a ocasião escolhida para anunciar a nova série documental do Globoplay. “Tardezinha” será dividida em quatro episódios e traz imagens exclusivas captadas no show do Maracanã e nos bastidores dos shows, além de mostrar depoimentos do cantor, da equipe e de convidados.

Com ingressos esgotados, 40 mil pessoas participaram da última edição da festa, que reuniu o melhor do repertório do samba e pagode. Uma parceria com a Som Livre, a série, original Globoplay, conta, em quatro episódios, como uma festa criada em 2015 para ter apenas quatro edições se tornou uma das turnês mais bem-sucedidas do país, com quase 1 milhão de espectadores. A parte musical conta com a direção de LP Simonetti, já a documental fica por conta da Pindorama Filmes.

Idealizada pelo próprio Thiaguinho, o “Tardezinha” passou por 51 cidades do país, com 163 edições, e deu origem a dois álbuns ao vivo, lançados pela Som Livre.                   

Continue Reading

Televisão

9 musicais mais assistidos no streaming do Telecine em 2019

Sejam as do cinema, da TV ou dos smartphones.

Por

Há 92 anos, o mundo contemplava em êxtase o primeiro filme com som e o primeiro do gênero musical.  “O cantor de jazz” (The Jazz Singer), de Alan Crosland, foi lançado no dia 6 de outubro de 1927, em Nova York, e foi o primeiro a ter passagens faladas e cantadas. Séculos depois, o cinema continua produzindo obras musicais dos mais variados gêneros.

Amado por uns e detestado por outros, a importância do gênero musical para indústria cinematográfica é indiscutível. Em comemoração aos 92 anos do gênero, o Telecine, hub de cinema, elencou os 9 musicais mais assistidos este ano na plataforma e concluiu que eles ainda fazem muita gente cantar e dançar em frente às telas. Sejam as do cinema, da TV ou dos smartphones.

Confira a lista dos musicais mais populares entre os usuários do Telecine:

O Rei Do Show

(The Greatest Showman)

Barnum (Hugh Jackman) não aceita a vida que leva e quer oferecer o melhor para sua esposa (Michelle Williams). Determinado a mudar a situação, ele se junta a Phillip (Zac Efron) e reúne pessoas fora dos padrões em um show. Mas, tudo é colocado em prova com os preconceitos da cidade e o aparecimento de uma cantora (Rebecca Ferguson). Indicado ao Oscar de Melhor Canção Original.

Diretor: Michael Gracey

Elenco: Hugh Jackman, Zac Efron, Michelle Williams, Rebecca Ferguson, Zendaya

EUA. 2017. Musical Dramático. 100 min.

Mamma Mia: lá vamos nós de novo

(Mamma Mia! – Here We Go Again)

Cinco anos após conhecer seus três pais, Sophie enfrenta um novo desafio: está grávida. Buscando forças no exemplo de sua mãe Donna, ela decide reviver o passado dela. Ao lado das divertidas Tanya e Rosie, a jovem volta no tempo e descobre um pouco mais sobre a história de sua família. 

Direção: Ol Parker

Elenco: Lily James, Christine Baranski, Amanda Seyfried, Meryl Streep, Pierce Brosnan, Stellan Skarsgård, Colin Firth, Andy Garcia, Cher, Julie Walters

EUA, GB, 2018. Musical / Musical Romântico. 110 min. 

Descendentes 2

(Descendants 2)

Mal (Dove Cameron) está se sentindo pressionada em Auradon, então decide abandonar o reino e voltar para a Ilha dos Perdidos. Quando seus amigos Evie (Sofia Carson), Carlos (Cameron Boyce), Jay (Booboo Stewart) e Ben decidem ir atrás dela, encontram uma nova ameaça da ilha: trata-se de Uma, filha de Ursula, que quer se vingar por não ter sido chamada a Auradon.Diretor: Kenny Ortega

Elenco: Dove Cameron, Cameron Boyce, Sofia Carson

EUA.2017. Musical Teen. 111 min.

Descendentes

(Descendants)

Quando o filho da Bela e da Fera assume o trono, ele decide perdoar os filhos dos vilões mais famosos dos contos de fada e permitir que eles estudem no colégio local. Agora Mal (Dove Cameron), Evie, Jay e Carlos (Cameron Boyce) precisam decidir se seguirão o maléfico caminho de seus pais ou se tomarão seus próprios rumos.

Diretor: Kenny Ortega

Elenco: Dove Cameron, Sofia Carson, Booboo Stewart, Cameron Boyce

EUA.2015. Musical Teen. 169 min.

Camp Rock

(Camp Rock)Mitchie sonha em ser cantora e tem a chance de visitar um acampamento para futuros musicistas quando sua mãe arranja um emprego de cozinheira por lá. No Camp Rock, ela descobre que a competição entre as meninas é grande, principalmente pela atenção de Shane, o professor-celebridade. 

Direção: Matthew Diamond

Elenco: Demi Lovato, Joe Jonas

EUA. 2008. Musical Teen.  94 min.

High School Musical

(High School Musical)

Troy (Zac Efron) e Gabriella (Vanessa Hudgens) se conhecem em um concurso de karaokê e descobrem seu amor pela música. Mais tarde, quando Gabriella começa a estudar no colégio de Troy, eles desafiam juntos a separação dos grupinhos que existe na turma.

Direção: Kenny Ortega

Elenco: Zac Efron, Vanessa Hudgens, Ashley Tisdale

EUA. 2006. Musical Teen. 98 min. 

Nossa História De Amor E Música

(Modern Life Is Rubbish)

Liam, um aspirante a rockstar, e Natalie, apaixonada por música, se conhecem e vivem um intenso romance. Quando a carreira do garoto não decola, ele desconta no relacionamento e Natalie decide terminar. Com o tempo, os dois se reaproximam ao lembrar do passado e do amor à música

Direção: Daniel Jerome Gill

Elenco: Freya Mavor, Josh Whitehouse, Ian Hart, Tallulah Haddon

Reino Unido. 2017. Musical Romântico. 102 min.

High School Music 2

(High School Music 2)

Sharpay (Ashley Tisdale) convida Troy (Zac Efron) para trabalhar com ele no clube de verão de sua família, mas ele não fazia ideia de que isso não passava de um plano para afastá-lo de Gabriella (Vanessa Hudgens). Quando Troy participa de um show de talentos sem sua amada, o relacionamento dos dois fica por um fio.

Direção: Kenny Ortega

Elenco: Zac Efron, Vanessa Hudgens, Ashley Tisdale

EUA. 2007. Musical Teen. 94 min.

Footloose (2011)

(Footloose (2011))

O jovem Ren se muda de Boston para uma cidade pequena onde dança e música alta são proibidas pelo reverendo local. Ren desafia essa cultura, dividindo sua paixão por dança com o resto da cidade e acaba conquistando o coração de Ariel, a filha do reverendo.

Direção: Craig Brewer

Elenco: Kenny Wormald, Julianne Hough, Dennis Quaid, Andie Macdowell, Miles Teller

EUA. 2011. Musical Romântico. 111 min.

Continue Reading

Em alta agora