Connect with us

Últimas

Entenda como funcionará a Premiere Volts, dia 6 de março, no Cinesystem

Saiba tudo sobre o primeiro evento do Volts, realizado na sessão legendada de Capitã Marvel.

O Volts, principal site de entretenimento do Maranhão, anunciou, nesta segunda-feira (11), o lançamento do projeto Premiere Volts, evento focado no público de cinema que terá edições realizadas no Cinesystem do Rio Anil Shopping, em São Luís.

INSCREVA-SE NO VOLTS PLAY

NOSSAS REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSO CANAL NO YOUTUBE

CRÉDITOS

CONTATO COMERCIAL

  • marketing@sitevolts.com.br


Filmes

Mahershala Ali será o novo Blade, no MCU

O ator Mahershala Ali (Moonlight) foi escalado como o substituto de Wesley Snipes no icônico papel do Andarilho do Dia, Blade, o vampiro caçador de vampiros da Marvel. O anúncio foi feito no painel da Marvel Stúdios durante a San Diego Comic-Con.

O que poderia ser apenas uma notícia maravilhosa com Ali no papel do Andarilho do Dia, chega com apreensão dadas as características antagônicas do personagem e o atual Universo Cinematográfico Marvel comandado por Kevin Feig. Feig construiu um universo de super-heróis que jogam pelas regras dos filmes orientados para “toda a família”.

Nem todo o MCU é assim, ou já foi, com heróis e anti-heróis mais adultos nas séries da Netflix e na FOX e Sony. Mas com a compra da FOX pela Disney, o cancelamento da parceria com a Netflix e a parceria com a Sony colocou toda a Marvel sob os pés de Feig.

Blade/Eric Brooks foi criado por Marc Wolfman, com arte de Gene Colan, e apareceu nos quadrinhos a primeira vez em 1973 na HQ A Tumba de Dráula n10. Blade é um híbrido de humano e vampiro, tem pele negra, e caça vampiros durante o dia, já que esse é o seu poder especial, ser imune à luz solar. Sua mãe foi morta por um vampiro após o seu nascimento, o vampiro era seu pai.

Em 1998 Blade chegou às telas, interpretado por Wesley Snipes. Ele reprisou o vampiro mais duas vezes no que forma a trilogia de David S. Goyer. O personagem é até hoje um dos mais memoráveis da carreira do americano. Recentemente Snipes reprisou o papel não oficialmente em uma participação especial na série What We Do In The Shadows, do FX.

Blade é um marco na cultura pop e já brigada por representatividade antes de muita gente. Um dos poucos protagonistas negros dos quadrinhos e um dos primeiros heróis negros da história do cinema.

Não foi anunciado pela Marvel como o vampiro será inserido no MCU, ou mesmo se seu filme solo seguirá a cartilha dos bons moços.

No mesmo painel a Marvel ainda anunciou sua lista de novos files e séries e que Angelina Jolie será Thena, no longa The Eternals, e que alguns filmes serão mais adultos, dando Deadpool como exemplo.

Continue Reading

Últimas

Painel de ‘The Witcher’ divulga trailer e detalhes sobre a produção

Série estreia ainda este ano na Netflix

Durante o painel da nova série de fantasia da Netflix, The Witcher, equipe de produção e atores falaram sobre os personagens e um trailer/teaser foi divulgado.

Como já dito antes em entrevistas nas cabines de imprensa, The Witcher será completamente baseada nos livros e não nos jogos, além de ser direcionada para um público adulto.

“Será uma série bem adulta. Mas vou ressaltar que era importante para mim que qualquer cena com violência ou sexo tivesse importância na história e não estivesse lá gratuitamente só pelo choque”, destacou a showrunner Lauren S. Hissrich.

Hissrich disse ainda que a jornada dos três protagonistas, Geralt, Yennefer e Ciri é uma “história de família”.

As cenas foram filmadas na Hungria, Ilhas Canárias e na Polônia, terra natal do autor da saga Andrzej Sapkowski.

Sobre os três personagens principais, o Geralt, Ciri e Yevenne o que seguiu foi o seguinte:

Henry Cavill é um fã dos jogos e queria muito o papel de Geralt, o que combinou com o desejo da showruner Lauren Hissrich . O ator britânico contou que fez suas lutas de cena, sem a necessidade de dublê. “Eu passei todo o meu tempo livre com uma espada na mão. Eu tinha três espadas onde moro e mais quatro no set”, contou Cavill sobre sua preparação para viver o bruxo Geralt de Rivia.

Sobre a trama ele resumiu: “eles viajam o mundo caçando monstros por dinheiro. No fim das contas são um grupo de matadores de monstros fodas”. Cavill completou dizendo que o cavalo, Roache, é a ligação de Geralt com seu lado mais humano.

Freya Allen, que faz a princesa Ciri, falou sobre sua personagem: “Ela é protegida e inocente, e não tem experiência com a vida. Ela tem poder e direção, mas tem que olhar além das coisas horríveis que vê, está em fluxo constante”. Este é o primeiro papel de destaque da jovem atriz.

Uma das cenas mostradas no painel foi da personagem Yennefer, interpretada por Anya Chalotra. A passagem consistia em um monólogo numa praia direcionado a uma bebê morto, sobre os percalços da vida de uma mulher. “Nós somos apenas vasos para serem tomados, até que nos deixem sozinhas e vazias. Então, se tenha como sortuda – você trapaceou o jogo e ganhou sem nem saber”.

Charlotra conta que a pesnagem tem uma mudança física durante a jornada, e que a cena em questão foi muito emocionante de gravar. “Foi importante para ela (Yennefer). Estava congelando, mas foi épico”, ressaltou.

Épico, aliás, é o trailer divulgado em seguida pela Netflix,, que exibirá todos os episódios de uma vez. Quando, ainda não se sabe.

Continue Reading

Coberturas

Painel discute imagem corporal na Cultura Nerd durante SDCC 2019

Debate questiona como o entretenimento nerd afeta a forma como a audiência vê seus próprios corpos

A editora Penguin Random House levou alguns painéis para a edição deste ano da San Diego Comic-Con, entre ele a discussão sobre Imagem Corporal na Cultura Nerd (Body Image in Nerd Culture).

O painel contou com as escritoras Sarah Kuhn (Heroine Complex, I Love You So Mochi), Christy Black (Hero’s Journey Fitness), B. Dave Walters (Dungeons & Dragons: A Darkened Wish), e Mairghread Scott (Netflix’s Magic: The Gathering, Marvel Rising).

No debate, como o entretenimento nerd afeta a forma como a audiência vê seus próprios corpos e como isso pode levar a transtornos de imagem ou tragédias pessoais maiores.

Confira (em inglês) o debate disponibilizado pela Penguin Random House:

Continue Reading