Crítica americana diz que novo Wonder Woman 84 será o reboot do DCEU

Crítica americana diz que novo Wonder Woman 84 será o reboot do DCEU

Conhecida por suas análises comerciais da Indústria do Entretenimento, a Youtuber e crítica de cinema americana Grace Randolph cantou mais uma pedra que pode se confirmar na DCEU.

Randolph, que anunciou semanas antes da confirmação sobre os problemas envolvendo Henry Cavill (que interpreta o Superman) e a Warner Bros, agora diz que o adiamento em nada menos que sete meses do segundo filme solo da Mulher Maravilha indica bem mais que parece.

Wonder Woman 1984 estreará apenas no verão de 2020, e não mais no fim de 2019. O longa ganharia enormes refilmagens para ser o ponto inicial do reboot de toda a franquia de heróis da DC, usando o já infame Flashpoint. Esperava-se, entretanto, que o reboot viesse – se viesse – apenas com o filme solo do Flash, em 2021.

Se levados em consideração todos os problemas que a Warner vem enfrentando com Universo DC – atores e filmes igualmente problemáticos – o rumor faz todo sentido.

Um dos argumentos de Randolph, que diz ter tido informações de suas fontes sobre o reboot, é o fato que de Wonder Woman 1984 se passa no passado, nos anos 1980 e isso pode ser usado para rebootar todo o universo através da volta de Steve Trevor (Chris Pine).

Grace questiona ainda se o Joker de Joaquim Phoenix (com estreia marcada, até agora, para outubro de 2019), por essa instância, será antes ou depois de Flashpoint. A jogada pode, inclusive, colocar esse Coringa na linha direta do DCEU, e não como um universo “de apoio” como vinha sendo trabalhado.

Relacionadas