Connect with us

Se Liga

Com coreografia caprichada, Gaybriel lança clipe para ‘Falta de Taka’

O lançamento segue a mesma linha de outros singles do artista em 2019.

O pop maranhense ganhou mais um clipe cheio de coreografia e composição cheia de recados. Gaybriel lançou, nessa quarta-feira (23), o clipe do single “Falta de Taka”, dirigido pelo também cantor Yhago Sebaz e montado por Wan Lo, drag queen que aparece no elenco do clipe. Assista clicando no vídeo acima.

A coreografia caprichada do clipe foi feita por Davi Rebolativo. O lançamento segue a mesma linha dos trabalhos já lançados por Gaybriel anteriormente, que traz uma linguagem leve e bem humorada, num mix de gírias LGBTQI+ com gírias maranhenses, para, segundo o cantor, alcançar uma identidade mais regional.

Gaybriel em 2019

“Prazer Carnaval” e “Senta Por Favor” foram os principais trabalhos lançados por Gaybriel em 2019. O primeiro foi lançado em parceria com o cantor Musttache. “Chamei o Musttache para fazer essa música comigo e ele topou assim que escutou a música. Fiquei super feliz pois já acompanhava o trabalho dele. Ele é mesmo um ícone e além do mais maranhense assim como eu”, disse Gaybriel em entrevista ao Volts.

“Senta Por Favor”, por sua vez, foi relançada em julho. “A versão original teve uma repercussão muito boa e eu investi em fazer uma nova versão, em ritmo de brega, e um vídeo clipe. Não vejo a hora de mostrar para todo mundo essa nova versão e espero que todos se divirtam”, declarou o artista.

Todos os singles de Gaybriel estão disponíveis nas plataformas digitais.

Continue lendo
Advertisement Image Map

Se Liga

Cinema nordestisno é homenageado no Maranhão na Tela

No evento, será exibido o filme brasileiro que concorre ao Oscar

Conhecido por ser o maior festival de cinema do estado, o Maranhão na Tela dá destaque à região nordeste na 12ª edição. Dentre os 5 longas-metragens, 10 curtas e 15 videoclipes de oito estados das regiões Norte e Meio Norte que integram a mostra competitiva do festival, serão exibidos filmes de Paulo Caldas (Abismo Tropical), Heitor Dhalia (Anna), Claudio Assis (Piedade), Allan Deberton (Pacarrete) e Aurea Maranhão (Terminal Praia Grande).

O destaque das exibições é para A vida invisível , do cearense Karim Ainouz, representante nacional no Oscar 2019. O filme ganhou o prêmio principal da mostra paralela Um Certain Regard (Um certo olhar), a segunda mais importante do Festival de Cannes. O festival destaca também o vencedor do festival de Veneza, Babenco – alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou, da diretora Bárbara Paz, e o filme Pacarrete, que ganhou Los Angeles e Gramado, com a atriz Marcélia Cartaxo no papel principal.

Além das competitivas, o Maranhão na Tela conta com mostra informativa, além de curtas nacionais e internacionais do festival Animart!. O festival terá também debates e depoimentos, no Cine Café; painéis, rodada de negócios e laboratórios de formatação de projetos, no Ambiente de Mercado, o MNT Lab, além de retrospectiva com curtas clássicos de anos anteriores.

No MNT LAB, projetos inscritos participarão de rodadas de negócios e serão avaliados por executivos do audiovisual brasileiro: Canal Brasil, GNT, Globosat, Universal, Band, Curta! e Elo Company, entre outros.

Idealizado pela produtora Mavi Simão em 2006 e realizado pela Mil Ciclo Filmes, o Maranhão na Tela vai acontecer, de 1º a 7 de dezembro, em três espaços da cidade: Golden Shopping (Calhau), Escadaria do Giz e Grand Hotel São Luís (Praia Grande). Para mais informações, asse o site do festival.

Continue Reading

Se Liga

Conflito na periferia de Teresina é tema do longa “A Irmandade”

Documentário estreia em 21 de novembro, no Cine Lume

A população das peferiferias de Teresina sofre com os conflitos violentos e até mesmo morais causados pela rivalidade dos grupos na região. Para superar esses problemas, três jovens usam a música para se fortalecer diante da dura realidade das comunidades carentes onde vivem. É com essa ambientação que A Irmandade chega às telas do Cine Lume no dia 21 de novembro.

O documentário é dirigido por Juscelino Ribeiro e produzido por Alexandre Mello, da Framme Produções. No longa, é possível acompanhar o triste relato da violência entre gangues, na visão dos jovens, de pais e parentes de jovens que sofreram com toda essa situação e na visão da Polícia. Esta última, inclusive, é alvo de várias denúncias de abuso e violência, por parte de alguns policiais militares que atuam na região do Promorar, bairro localizado em Teresina.

O roteiro do filme, de Juscelino Ribeiro e Alexandre Mello, foi executado por uma equipe de profissionais majoritariamente piauienses durante quatro anos, em várias fases. A primeira delas foi o premiado curta-metragem “Deixa a Chuva Cair”.

O filme não é recomendado para menores de 12 anos, classificação indicativa do Ministério da Justiça publicada no Diário Oficial. O filme tem produção feita pela Framme, com coprodução da Globo Filmes e da Globo News e distribuído para cinema pela Lume Filmes. O longa tem duração de 75 minutos e estará em cartaz no período de 21 a 28 de novembro, no Cine Lume com sessões às 14h e 19h10.

A região do Promorar

Durante os anos de 2013 a 2015, os índices de mortes violentas no Promorar causaram uma elevação no índice de homicídios de Teresina, colocando a capital entre as cinco mais violentas do Brasil.  Isso chamou a atenção da Globo News, que levou a proposta dos produtores Alexandre Mello e Paulo Fontenelle à Globo Filmes.

Continue Reading

Eventos

Racismo e questões de gênero são destaque na edição deste ano do Projeto Arte da Palavra promovido pelo Sesc

Evento traz nomes importantes da literatura afro-brasileira e feminista

Nos dias 19 e 22 de novembro, o Sesc promove o Circuito Oralidades e Circuito Autores 2019, ambos compõem o projeto Arte da Palavra. A programação ocorre em diversos pontos de São Luís e será marcada por bate-papos com autores literários, que vão abordar temas como discriminações sociais, raciais e de gênero. 

Dentre as atrações confirmadas, está a rapper e poetisa Carol Dall Farra, integrante dos coletivos Poetas Favelados e do Slam das Minas, no Rio de Janeiro. Farra desembarca na capital para realizar no dia 19 duas apresentações, em que irá contar um pouco de sua trajetória e do importante papel que a poesia exerce na sociedade. A rapper estará às 9h30 no Centro Educa Mais Joana Batista Santos Silva (Cidade Olímpica) e às 18h30 na Lekti Sebo Livraria (ao lado da Fonte do Ribeirão). 

No último dia do evento, 22, será a vez das escritoras Cristiane Sobral e Eliana Alves Cruz, autora do livro “Água de Barrela”. As autoras vão apresentar ao público os seus trabalhos e, a fim de estimular a produção literária, irão debater sobre sobre temas importantes e que repercutem na sociedade brasileira atualmente, como racismo e feminismo. As escritoras estarão às 14h30 na Biblioteca Laura Rosa, no IEMA, e às 19h no Centro Pedagógico Paulo Freire, na UFMA.  

Projeto Arte da Palavra

O projeto Arte da Palavra da Rede Sesc de Leituras foi lançado em 2017 com o objetivo de levar literatura a todas as regiões do país. Além disso, o intuito é de fomentar novos leitores e de dar destaque a novos autores, por meio da divulgação de formas de produção na atualidade e do consumo literário. 

Continue Reading

Em alta agora