Connect with us

Lançamentos

Banda maranhense ‘Onze Andares’ lança dois singles para promover primeiro álbum

Faixas já estão disponíveis nas principais plataformas digitais.

A banda maranhense Onze Andares divulgou, nesse sábado (23), o primeiro single do novo álbum, que deve ser liberado ainda no primeiro semestre de 2020, intitulado “No Amor, Esperança”. Nesta terça-feira (26), a banda liberou a segunda faixa promocional: “Ter com Deus”. As canções já estão disponíveis nas plataformas digitais da banda.

A Onze Andares é formada por Henrique Milhomem, Francisco Vasconcelos, Hélio Freire e Hans Cutrim, e tem a leveza e poesia como uma das características principais do projeto. Com quatro músicas oficialmente lançadas, os streams da banda no Spotify já caminham para as 20 mil reproduções.

Em 2018, as duas primeiras canções da banda foram lançadas: “Do Meu Jeito” e “Menina”. Depois de um hiato de lançamentos em 2019, Onze Andares volta com tudo em 2020 com um álbum pronto para sair do forno nas próximas semanas.

Ouça, abaixo, “No Amor, Esperança”:

Ouça, abaixo, “Ter com Deus”:

Leia Mais
Publicidade

Lançamentos

Drag queen maranhense Ericoptera lança primeiro single nesta sexta-feira (19)

Lançada em colaboração com Tom, faixa será um reggaeton romântico.

Por

Atuando há cinco anos em São Luís, a drag queen maranhense Ericotera anunciou que vai lançar, nesta sexta-feira (19), a primeira música de trabalho, intitulada “Feito Bobo”, lançada em colaboração com Tom. A faixa será liberada em todas as plataformas digitais.

Ericoptera define a música como um reggaeton romântico, que fala a relação quente de um casal. A capa do single foi feita por Carlos César, que é autor, artista e natural de Teresina (PI).

O artista diz que a capa se inspira na arte contemporânea, com uma linguagem que imita a colagem, evidenciando o poder da personagem principal, a Ericoptera, ao mesmo tempo que as cores combinam com a diversão da música “Feito Bobo”.

“Feito Bobo” estará disponível nas plataformas digitais nesta sexta-feira (19).

Leia Mais

Lançamentos

Banda maranhense Basttardz lança “Brasil com Z”, primeiro álbum do grupo

Grupo formado em 2019 lança seu álbum de estreia e já chega metendo o pé na porta com um trabalho crítico e de peso.

(Foto: Reprodução/ @basttardzch)

Todo maranhense já sabe que nossa terra é repleta de músicas que demonstram o que há de melhor na nossa cultura, desde a melodia envolvente do reggae, que chama o casal para dançar agarradinho, até a nossa MPB regional, que canta sobre as belezas do Maranhão e mostra os sons, cores e sabores que só se encontram aqui.

Mas há também um lado do nosso cenário musical que olha para a realidade mais profunda que se passa em todo o país e, por meio de riffs pesados, pedal duplo frenético e vocal rasgado, canta sobre o lado mais triste, porém real, da sociedade. É dessa forma que a banda ludovicense Basttardz se retrata em seu primeiro trabalho completo de estúdio, intitulado Brasil com Z.

Composto por André Nadler (vocais), Francivaldo (guitarra), Rafael Topeira (bateria ) e Adriano Texugo (contrabaixo), o grupo é uma banda de Hardcore/Crossover, fundada em São Luís (MA), que traz influências de grandes nomes como Ratos de Porão, D.F.C, Municipal Waste e D.R.I, aliando os riffs pesados do Thrash Metal à linguagem crítica do Hardcore. E crítica é a palavra que define o primeiro álbum da banda.

(Foto: Reprodução/Basttardz)

Em novembro de 2019 foi lançado o single de estreia “Brasil com Z”, que veio com tudo, mostrando o que a banda queria passar com o novo projeto. A capa do single, a mesma do álbum, juntamente com o nome da faixa, sintetizavam criticamente toda a questão do imposição da cultura norte-americana no Brasil, mostrando várias marcas de produtos famosos e a figura do nativo norte-americano.

Já no início de 2020, o grupo veio com o lançamento da faixa “Fogo na Zona Sul”, que aborda o ódio da burguesia pela periferia, iniciando com um áudio real do episódio “Os pobres vão à praia”, do programa Documento Especial, da década de 90, em que moradores da área nobre do Rio de Janeiro se manifestam contra a entrada das pessoas de periferia nas praias da região.

Já com o lançamento do álbum completo, que possui as duas faixas que já haviam sido lançadas, o Basttardz traz faixas totalmente críticas e irônicas sobre problemas sociais super atuais e que merecem toda a atenção para o problema real que representam.

Com músicas que falam sobre a repressão policial nas periferias, o envenenamento dos alimentos pelos agrotóxicos, a crise do sistema carcerário brasileiro, analfabetismo, as grandes igrejas como instituições predatórias e não como lugares de fé, além de outros problemas presentes no dia a dia como homofobia, racismo, ansiedade, corrupção e alienação, o álbum se mostra um relato necessário para se pensar criticamente os dias de hoje por meio da música.

“Brasil com Z” foi lançado inicialmente apenas nas plataformas de streaming devido ao cenário de pandemia em que estamos vivendo, mas que em breve vai ter a distribuição do formato físico pela gravadora Bigorna Records para todas as lojas do Brasil.

Com certeza o Basttardz é uma das bandas maranhenses do cenário Rock/Metal que merece toda a atenção para o atual e futuros trabalhos. Confira o álbum:

Leia Mais

Lançamentos

Para adultos, Frimes lança single ‘Sexy Hot’ nas plataformas digitais – ouça

Com letra ousada, drag queen reforça sensualidade em nova era.

Por

Se Frimes já era sensual na época de Fadinha, com o mais recentemente lançamento, essa característica foi elevada ao cubo. Após lançar “Big Fat Dick” em abril, a drag queen lançou, nesta sexta-feira (8), a canção +18 “Sexy Hot” nas plataformas digitais. Ouça clicando no player abaixo.

Recentemente, o clipe da faixa ‘Fadinha’ alcançou a marca de 600 mil visualizações no YouTube. É a maior marca de uma artista musical no mercado maranhense até o momento. Nas redes socias, Frimes comemorou o feito. “Cara, é muito doido olhar pra trás e ver que muita, muita gente ajudou nesse projeto de todas as formas possíveis. Obrigada a todo mundo por isso. Equipe, amo vocês”, publicou.

‘Fadinha’ banida

Na época do lançamento do clipe ‘Fadinha’, a característica sensual do lançamento de Frimes rendeu-lhe, no entanto, uma dor de cabeça. No dia seguinte após a estreia do clipe no YouTube, a plataforma tirou o vídeo do ar alegando a violação das políticas de publicação de conteúdo. Apesar disso, ‘Fadinha’ foi republicada com uma nova edição e atingiu ainda mais repercussão. 

Leia Mais