Connect with us

Lançamentos

Banda maranhense Basttardz lança “Brasil com Z”, primeiro álbum do grupo

Grupo formado em 2019 lança seu álbum de estreia e já chega metendo o pé na porta com um trabalho crítico e de peso.

(Foto: Reprodução/ @basttardzch)

Todo maranhense já sabe que nossa terra é repleta de músicas que demonstram o que há de melhor na nossa cultura, desde a melodia envolvente do reggae, que chama o casal para dançar agarradinho, até a nossa MPB regional, que canta sobre as belezas do Maranhão e mostra os sons, cores e sabores que só se encontram aqui.

Mas há também um lado do nosso cenário musical que olha para a realidade mais profunda que se passa em todo o país e, por meio de riffs pesados, pedal duplo frenético e vocal rasgado, canta sobre o lado mais triste, porém real, da sociedade. É dessa forma que a banda ludovicense Basttardz se retrata em seu primeiro trabalho completo de estúdio, intitulado Brasil com Z.

Composto por André Nadler (vocais), Francivaldo (guitarra), Rafael Topeira (bateria ) e Adriano Texugo (contrabaixo), o grupo é uma banda de Hardcore/Crossover, fundada em São Luís (MA), que traz influências de grandes nomes como Ratos de Porão, D.F.C, Municipal Waste e D.R.I, aliando os riffs pesados do Thrash Metal à linguagem crítica do Hardcore. E crítica é a palavra que define o primeiro álbum da banda.

(Foto: Reprodução/Basttardz)

Em novembro de 2019 foi lançado o single de estreia “Brasil com Z”, que veio com tudo, mostrando o que a banda queria passar com o novo projeto. A capa do single, a mesma do álbum, juntamente com o nome da faixa, sintetizavam criticamente toda a questão do imposição da cultura norte-americana no Brasil, mostrando várias marcas de produtos famosos e a figura do nativo norte-americano.

Já no início de 2020, o grupo veio com o lançamento da faixa “Fogo na Zona Sul”, que aborda o ódio da burguesia pela periferia, iniciando com um áudio real do episódio “Os pobres vão à praia”, do programa Documento Especial, da década de 90, em que moradores da área nobre do Rio de Janeiro se manifestam contra a entrada das pessoas de periferia nas praias da região.

Já com o lançamento do álbum completo, que possui as duas faixas que já haviam sido lançadas, o Basttardz traz faixas totalmente críticas e irônicas sobre problemas sociais super atuais e que merecem toda a atenção para o problema real que representam.

Com músicas que falam sobre a repressão policial nas periferias, o envenenamento dos alimentos pelos agrotóxicos, a crise do sistema carcerário brasileiro, analfabetismo, as grandes igrejas como instituições predatórias e não como lugares de fé, além de outros problemas presentes no dia a dia como homofobia, racismo, ansiedade, corrupção e alienação, o álbum se mostra um relato necessário para se pensar criticamente os dias de hoje por meio da música.

“Brasil com Z” foi lançado inicialmente apenas nas plataformas de streaming devido ao cenário de pandemia em que estamos vivendo, mas que em breve vai ter a distribuição do formato físico pela gravadora Bigorna Records para todas as lojas do Brasil.

Com certeza o Basttardz é uma das bandas maranhenses do cenário Rock/Metal que merece toda a atenção para o atual e futuros trabalhos. Confira o álbum:

Leia Mais
Publicidade

Lançamentos

Marco Gabriel lança videoclipe de “Chato” resgatando a cultura da periferia

Por

O rapper maranhense Marco Gabriel, lançou na última quinta-feira, 24, o videoclipe de seu mais novo single, “Chato”, trazendo o subúrbio de São Luís como plano de fundo e resgatando uma realidade não mostrada que dá vida à periferia.  

O videoclipe foi gravado nos bairros de Fátima e Bom Milagre. Com referências à filmes do cineasta Spike Lee, obras dos rappers Emicida, Djonga e Don L, em “Chato”, Marco mostra um subúrbio que, muitas vezes, não é visto pela sociedade e que consegue ser bonito e cheio de riquezas culturais, mesmo em meio à pobreza e falta de atenção do estado. 

Com direção e roteiro de Jessica Lauane, que conheceu Marco Gabriel em um curso de atuação para cinema da Escola de Cinema do Maranhão – IEMA. “Chato” é um dos projetos mais pessoais de Jessica e Marco, que são moradores dos bairros de Fátima e Bom Milagre, bairros de muitas manifestações culturais maranhenses, próximo ao centro de São Luís. O videoclipe tem participação especial dos vizinhos e amigos de Marco. Destaque para a poeta Débora Melo que fez uma poesia slam especialmente para o videoclipe. 

Em mais uma produção da ClockWork Filmes, em parceria com o SobreOTatame.com, Akilomba Produções e Bicho D’água Filmes, a direção de produção do videoclipe é assinada por Camila Soares, Paula Beatriz e Walber Sousa, fotografia por Jonas Sakamoto, direção de arte por Camila Soares e Lucas Silva, figurino por Mariana Santos, maquiagem por Paula Ashanti e Rafael Paz e Som Direto por Gabriel Portela. 

Desde 2014 no cenário musical de São Luís, Marco Gabriel colabora e valoriza a cultura do hip-hop, propagando a diversidade do rap nas letras, e cantando a revolução negra. As músicas, todas de composições autorais, falam sobre a identidade da juventude negra, assim como os problemas sociais vivenciados pela periferia atualmente. Em constante evolução, o rapper compõe sempre evoluindo de forma técnica e atual. 

Leia Mais

Lançamentos

Biodz mostra sua mistura de hip hop e reggae no primeiro EP

Desde 2006, Biodz participa do universo musical. Há 4 anos está focado na cultura Hip Hop e Reggae.

Por

Biodz mostra sua mistura de hip hop e reggae no primeiro EP (Foto: Leandro Foto)

O ambiente urbano oferece um emaranhado de sensações contraditórias que evocam o poder e a vontade de transformação em grupos e pessoas. É nisso que acredita Abiodun, mais conhecido como Biodz, que, por meio de sua música, busca trazer à tona a indignação e o fervor que a urbanicidade oferece mesclando com o que é mais característico de suas raízes: a música negra. 

No seu primeiro EP, Dr. Dun at Casaloca, Biodz promove uma nova consciência musical que une a linguagem local e a jamaicana, retratando o cotidiano da margem, os preconceitos e a necessidade de uma nova forma de se relacionar com a natureza. Focando nos ritmos e movimentos que surgem na cidade, principalmente nas periferias. 

Desde 2006, Biodz participa do universo musical, estando há 4 anos focado na cultura Hip Hop e Reggae que têm forte presença em São Luís do Maranhão, conhecida como Jamaica Brasileira. Sua música tem como referências as vertentes urbanas da cultura reggae como ragamuffin, DUB, dancehall e rap. 

Biodz já organizou bancas de rap e participou da Taça das Favelas, abrindo show do Rashid e Dexter. Em 2019, fez participação no show Eletro Acústico Preto Nando no Festival BR 135, além de já ter em seu histórico o palco compartilhado com vários nomes consagrados da música maranhense, como Célia Sampaio, Natália Ferro e Núbia. É também integrante do projeto Criola Beat, que vem ganhando cada vez mais nome e espaço na capital maranhense além de criar um novo gênero. 

Leia Mais

Lançamentos

Cantor Adnon lança clipe do single de estreia ‘My Luv’ – vem assistir

A produção foi gravada na Pousada Portas da Amazônia, no Centro Histórico de São Luís.

Por

O cantor, compositor e produtor maranhense Adnon lançou recentemente o seu videoclipe de estreia intitulado, “My Luv”, uma lovesong que traz a volta da poesia para os ouvidos dos sensíveis de alma e coração. O single faz parte do primeiro álbum de Adnon, que será lançado em breve, o “Inna Brasillian Jamaica”.

O videoclipe foi dirigido por Rairisson Acilon e tem participação de Amanda Bertrand. A produção foi gravada na Pousada Portas da Amazônia, no Centro Histórico de São Luís.

A universalidade sempre presente nos trabalhos do artista pode também ser percebida nos trabalhos com a Soulvenir nos dois álbuns lançados (“Galaxyspecies” 2014 pelo portal Musicoteca e Dosol, “Uterearth” 2017 pela Sony Music), Casaloca (“Um de Onze” 2013, pela Onerpm) e Criola Beat (“Mixtape Vol.01” 2019 e “Mixtape Vol.02” 2020, pelo Upaon Mundo).  

“Inna Brasillian Jamaica” traz o universo musical de Adnon de uma forma bem íntima e pessoal, que expressa como é viver e pertencer à Jamaica Brasileira, título dado a São Luis – MA, sua cidade natal. O álbum, que será dividido nas plataformas digitais em 2 volumes, com 5 tracks em cada um, traz elementos da cultura urbana e uma linguagem musical própria que leva sua música além do Reggae Music universal.

Música para ouvir e amar como “My Luv” (Lofi/RnB), refletir e sentir como “Sulamerica” e “Será Que Somos Guerreiros?” (Dub/Downtempo) dançar e tirar uma panca em “Rubadub” (Dance Hall) e “Eu Nunca Ando Só” (Dub).

Leia Mais

Lançamentos

Cantora Gabi Carvalho lança single ‘Ressignificar’ – ouça

Com produção de Memel Nogueira, canção fala sobre o vício de fantasiar paixões.

Por

A cantora Gabi Carvalho lançou nesta sexta-feira (28), seu novo single “Ressignificar“. A canção foi escrita em agosto de 2019 e engavetada para projetos futuros. É um dos primeiros trabalhos em que a artista está mais presente nas ideias de arranjo e produção.

“A música fala sobre o vício de fantasiar paixões que só existem na nossa cabeça, quase como aqueles filmes clichês em que tudo são flores e sempre acaba bem, e é aí que a letra traz a mensagem de que precisamos dar novo sentido a esse amor, ressignificar o que foi inventado e seguir”, diz a cantora.

Neste retorno ao segmento orgânico na carreira, quem assina a produção musical é Memel Nogueira, no Estúdio Andar de Cima, com arranjos idealizados por ele e, também, por Gabi. No conteúdo visual, a designer Ana Waléria firma a direção de arte, Gustavo Rock é responsável pela fotografia e Gleno Rodrigues vem na criação de vídeos de pré-lançamento.

Em 2019, Gabi Carvalho se apresentou no Prêmio Volts e concorreu na categoria Melhor Cantora. Veja, abaixo, a apresentação da cantora clicando no vídeo abaixo.

Sobre a artista

Gabi Carvalho é cantora e compositora maranhense, tem 28 anos e está em carreira profissional desde 2017. Embora tenha pouco tempo profissionalmente, a artista começou a cantar aos 12 anos de idade e sua primeira música foi escrita aos 17.

Hoje, Gabi soma seis músicas lançadas nas plataformas de streaming sendo a mais recente, intitulada Ressignificar, parte de seu primeiro álbum que está em processo de gravação, com previsão de lançamento para o final deste ano (2020).

Leia Mais