Balé Frida: Espetáculo que homenageia Frida Kahlo estreia em abril





27/03/2019 - Atualizado às 15:24


Foto: Louíse Mendes

Mulher. Pintora. Fotógrafa. Surrealista. Frida Kahlo é uma das maiores artistas mexicanas de todos os tempos. Além disso, é um símbolo do ativismo político. A vida desta grande mulher é tema do Balé Frida, realizado pela  Companhia Ateliê Contemporâneo. A apresentação acontece nos dias 13 e 14 de abril, às 20h, no Teatro Arthur Azevedo.

Este é o terceiro espetáculo realizado pela companhia. Com coreografia assinada por Rafael Gomes e direção geral de Silvana Noely, o Balé Frida busca não apenas homenagear essa grande artista, mas apresentar uma nova perspectiva sobre a forma de fazer arte.

Foto: Louíse Mendes

A vida de Frida Kahlo foi intensa e marcada por superações. Nasceu em Coyoacán, distrito da Cidade do México, e contraiu poliomielite na infância. Aos 18 anos, sofreu um acidente que limitou seus movimentos por muito tempo. Neste período, ela resolveu se dedicar à pintura. Aos 22 anos, casou-se com Diego Rivera. As personalidades fortes de ambos, os casos extraconjugais e as convicções artísticas e políticas,tornaram a relação conturbada e tempestuosa.  

A companhia traz para o palco essa história cheia de temperos amargos, mas que a artista plástica conseguiu dar novos sabores à sua trajetória, que poderia ser apenas recheada de tragédias.

Os ingressos para o Balé Frida podem ser adquiridos na sede da Ateliê Contemporâneo, na (Av 1, n30, Vinhais).

Foto: Louíse Mendes

Balé Frida
Quando: 13 e 14 de abril
Horário: 20 horas
Onde: Teatro Arthur Azevedo (Rua do Sol, Centro)
Coreografia: Rafael Gomes
Trilha Sonora: Luan Fernandes
Iluminação: Nina Araújo
Fotografia: Louise Mendes e Italo Campos
Direção Geral: Silvana Noely
Bailarinos: André Gustavo, Andressa Brandão, Dallyyla Amazzyymba, Davi Chaves, Douglas Melo, Fernando Saraiva, Gabriel Braga, Isabela Silva, Joseph Santos, Luana Sousa, Rebeca Carneiro, Mauro Nascimento e Tássia Tavares