5 motivos para prestar atenção no Festival das Rendas





17/08/2019 - Atualizado às 17:50


A Raposa, município localizado na Região Metropolitana da ilha de São Luís, será pela segunda vez o cenário do Festival das Rendas. Este ano o festival ocorre no dia 7 de setembro, com shows de artistas nacionais, entre eles a cantora Letrux, já confirmada, e ainda shows de bandas e DJs locais, radiolas de reggae, intervenções urbanas e ações formativas voltadas para as rendeiras da região.

Será uma grande estrutura com programação que vai evidenciar a diversidade social e musical. Para viabilizar o evento, a Catirina Produções, produtora do festival, lançou um financiamento coletivo no link, com recompensas divertidas e bem pensadas para atender diversos públicos. Descubra aqui porque apoiar essa ideia:

1.Mais que um festival de música

A música é sem dúvida um dos elementos que vem atraindo a maior curiosidade e expectativa do público. Mas para além da música, está um evento pautado na diversidade social e cultural, no empoderamento feminino e no saber tradicional das rendeiras da Raposa, que são as protagonistas desse projeto.

A programação contempla ações formativas a serem realizadas antes, durante e pós festival, além de outras ações de intervenção urbana, conduzidas com coletividade, criatividade e sustentabilidade. O objetivo não é apenas o Festival, mas todo o legado que deixará na cidade da Raposa.

2.Valorização do artista local

O festival tem também como objetivo incentivar a formação de público, dar ao público maranhense, e em especial da Raposa, a oportunidade de conhecer novos estilos e gêneros musicais, mas sobretudo de dar visibilidade para os artistas maranhenses e mostrar a atual produção musical do estado.

O festival realizou seleção de artistas por meio de edital público. Serão selecionados 10 artistas/bandas e 10 DJs, todos residentes no Maranhão, com cachês de R$ 2.000,00 e R$ 500, respectivamente, para cada selecionado.

3.Cultura de sustentabilidade e respeito ao meio ambiente

A Raposa é cercada de praias desertas, dunas conhecidas como as fronhas maranhenses e manguezais. É uma região de natureza exuberante que merece ser conhecida, mas que precisa ser preservada. E por isso o Festival das Rendas quer incentivar a proteção ao meio ambiente e a cultura de sustentabilidade para que não só os participantes do evento, mas também as futuras gerações possam conhecer esse lugar tão lindo quando ele é hoje.

Uma das propostas é evitar o uso de descartáveis durante o festival e estimular que cada pessoa leve seu próprio copo para o evento, evitando assim o acúmulo de lixo e mantendo a limpeza da cidade.

4.Empreendedorismo e economia criativa

Uns dos eixos do Festival das Rendas é de valorização do potencial criativo da região da Raposa. As ações de fomento serão realizadas por meio do projeto Renda Gera Renda, com atividades direcionadas às rendeiras visando o desenvolvimento de novas técnicas, inovação em produtos, aperfeiçoamento de gestão, sucessão familiar e melhor posicionamento na cadeia produtiva das rendas.

No dia do festival, será realizada uma feirinha criativa com os produtos das rendeiras e de outros empreendedores da região e, também, um desfile com as peças que serão criadas, a partir da renda e de um olhar voltado para o mercado da moda.

Além disso, o festival fomenta a cadeia produtiva de eventos culturais e artísticos. A expectativa é de que sejam geradas 500 oportunidades de trabalho.

5. Turismo, gastronomia e programação cultural

O Festival das Rendas vai proporcionar uma experiência múltipla para quem já ama a Raposa e para quem nunca teve oportunidade de conhecer. É uma oportunidade de conhecer a cidade e os passeios turísticos, provar as delícias dos bares e restaurantes, ver de perto o trabalho das rendeiras e contribuir para a movimentação da economia local.

O evento já começa a movimentar a cidade pela manhã com intervenções urbanas, oficinas e feirinha criativa. Quem quiser poderá ir cedo para aproveitar os passeios turísticos e visitar as praias da região. Os restaurantes credenciados no evento terão um menu especial preparado pelo chef Thiago Brito com entrada, prato principal, sobremesa e bebida não-alcoólica a um custo acessível.

A tarde começa a programação musical com o repertório dos DJs locais e das radiolas de reggae. E a noite shows de bandas locais e artistas nacionais, com nomes que estão entre os mais ouvidos nos serviços de streaming do Brasil e serão divulgados nas próximas semanas.