Connect with us

Filmes

5 filmes e séries na Netflix para você refletir sobre racismo

O assunto é grave e, como precisa ser discutido. A ficção ajuda.

Get Out é um filme de terror escrito e dirigido por Jordan Peele (Foto: Divulgação/Universal Pictures)

O reflexo da evolução da humanidade é sentida nos cinemas, nos quadrinhos, no teatro e também na televisão. Personagens refletem os grandes dilemas, esperanças e medos que a sociedade sentia na época em que cada obra foi escrita. O racismo, no entanto, infelizmente faz parte das grandes feridas abertas que a humanidade tem dificuldade em cicatrizar.

O assunto é grave e, como precisa ser discutido, listamos cinco filmes e séries da Netflix para fazer você refletir um pouco mais sobre o tema:

Olhos que Condenam (2019)

Cinco jovens negros do Harlem foram injustamente acusados de estuprarem uma mulher no Central Park.
Eles só foram inocentados em 2014, depois que evidências de DNA comprovaram que o grupo não estava conectado ao brutal crime contra Trisha Meili.

Histórias Cruzadas (2011)

Nos anos 60, no Mississippi, Skeeter é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. Aibileen Clark, a emprega da melhor amiga de Skeeter, é a primeira a conceder uma entrevista. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões.

Corra! (2017)

Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas, com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.

Cara Gente Branca (2017)

Uma guerra cultural entre negros e brancos vem à tona em uma universidade predominantemente branca quando uma revista de humor organiza uma polêmica festa de Halloween.

Cidade de Deus (2002)

Nas favelas do Rio de Janeiro dos anos 1970, dois rapazes seguem caminhos diferentes. Buscapé é um fotógrafo que registra o cotidiano violento do lugar, e Zé Pequeno é um ambicioso traficante que usa as fotos de Buscapé para provar como é durão.

Filmes

Saiba quais são os 10 filmes originais Netflix de maior audiência na plataforma

O título que lidera a lista é “Resgate”, longa com Chris Hemswort que estrou em abril deste ano.

Por

(Foto: reprodução)

A plataforma de streaming Netflix divulgou o ranking de suas 10 produções originais que mais renderam em termos de audiência, dados que até então não eram compartilhados pelo serviço com o público externo.

Nesta lista, estão produções estreladas por grandes nomes de Hollywood como Chris Hemswort, Sandra Bullock, Ryan Reynolds e Mark Wahlberg.

(Foto: divulgação/ Netflix)

O título que lidera a lista é “Resgate”, longa com Chris Hemswort que estrou em abril deste ano na plataforma e leva a assinatura dos Irmãos Russo na autoria.

Veja a lista complela:

1- Resgate
2- Bird Box
3- Troco em Dobro
4- Esquadrão 6
5- Mistério no Mediterrâneo
6- O Irlandês
7- Operação Fronteira
8- A Missy Errada
9- O Poço
10- O Date Perfeito 

Leia Mais

Filmes

Edital seleciona roteiristas iniciantes para receberem apoio financeiro

Os projetos passarão por formações e rodada de investimentos com produtoras brasileiras.

Por

Foi aberto um edital da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), voltado totalmente para roteiristas estreantes que possuam uma história original e inédita para filmes de longa e curta metragem, assim como séries.

Ao todo, 45 roteiros serão selecionados. Os projetos passarão por formações e rodada de investimentos com produtoras brasileiras. Os roteiristas também receberão treinamentos com os Script Doctors, profissionais que aperfeiçoam roteiros, além de participarem de conferências com grandes roteiristas do país.

Os selecionados pelo edital contarão com ajuda financeira, podendo chegar até R$ 15 mil, dependendo da categoria: longa, curta metragem ou série. O diretor e chefe da representação da OEI no Brasil Raphael Callou afirmou que o objetivo é revelar novos talentos que nunca tiveram a chance de ver seu roteiro produzido e apresentado em festivais, além de fomentar o mercado audiovisual brasileiro.

 A medida visa a motivar os roteiristas a colocar em prática suas habilidades empreendedoras e vislumbrar um primeiro contrato profissional para que as obras sejam produzidas e assistidas por todos”, diz nota da OEI.

Conforme a organização, após a formação, os roteiristas poderão participar também de evento promovido pelo Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros (Icab) com produtoras independentes do país. Outras informações e o edital completo estão disponíveis no site do concurso.

Leia Mais

Filmes

“Atrás da Sombra” estreia nas plataformas digitais em 17 de julho; assista ao trailer

Longa-metragem brasileiro conta com direção do goiano Thiago Camargo.

Por

O suspense policial conta a história de Jorge (Bukassa Kabengele), um detetive de Goiânia. (Foto: Pira Filmes).

O filme “Atrás da Sombra” terá estreia nacional nas plataformas digitais Net Now, Vivo Play, Oi Play e Looke, pelo Canal Brasil, no dia 17 de julho. Dirigido pelo goiano Thiago Camargo, o suspense policial conta a história de Jorge (Bukassa Kabengele), um detetive de Goiânia que ganha a vida desvendando crimes que a polícia local, corporação da qual já fez parte, não tem interesse ou capacidade de resolver.

Jorge se vê sem saída quando é ameaçado por uma grande dívida, por isso aceita trabalhar num novo caso. Sem muitos detalhes, a nova investigação o leva para a Golinópolis, interior de Goiás, onde Jorge começa a ter sonhos com uma assombração que alguns moradores acreditam ser quem comete os assassinatos. Mas o lado cético de Jorge refuta essa idéia e começa a suspeitar do envolvimento de políticos e moradores locais nesses misteriosos assassinatos. 

No elenco, ainda estão Elisa Lucinda, que vive a poderosa raizeira Dalva, Allan Jacinto Santana como Valtim, um jovem misterioso, e Bruna Brito, que interpreta Mariá – a figura que, recorrentemente, surge nos sonhos de Jorge e que ele passa a encontrar numa mata conhecida por ser mal assombrada.

“Tivemos 27 diárias de gravação. Depois da pré produção e um trabalho de preparação de atores muito intenso, chegamos para as filmagens com um ótimo direcionamento e com um elenco formidável que conseguimos. Foi, apesar de muito difícil, a melhor estreia como diretor de longa metragem que eu poderia ter”, afirma Thiago Camargo.

O diretor explica que as escolhas das locações foram feitas pensando em retratar um interior menos estereotipado, onde tecnologia e modernidade se fundem com a vida calma das pequenas cidades. “Pesquisamos várias cidades do interior de Goiás e nosso produtor de locação nos apresentou a região da Gameleiras de Goiás e Silvânia, que funcionaram muito bem tanto para a parte artística quanto para a parte de produção”, conclui.

Sinopse

Jorge, um investigador particular busca informações sobre a morte de um jovem em uma pequena cidade no interior do Goiás, cheia de moradores misteriosos. Ele é atormentado por pesadelos com uma mulher que nunca conheceu. O encontro com ela, em uma mata mal assombrada, revela que não é por acaso que Jorge esteja nessa misteriosa investigação, que irá mudá-lo para sempre.  

Leia Mais