Connect with us

Críticas

Crítica | Mandou Bem! (Nailed It!) – Temporadas 1 e 2

Ao todo, 13 episódios estão disponíveis no catálogo da Netflix.

Foto: Divulgação/Netflix

Reality shows culinários têm se tornado, cada vez mais, uma febre na televisão. A exemplo do MasterChef, da Band, Batalha dos Confeiteiros, da Record, além de diversos (e põe diversos nisso) outros programas da TV paga, o ser humano gosta mesmo de sentar em frente uma telinha e acompanhar por uma hora uma boa competição com deliciosas receitas.

Agora, quem vem investindo também nesse segmento de programas é a Netflix. Como já imaginávamos, o streaming de séries e filmes vem migrando para se tornar uma “TV OnDemand”, e lançar produtos desse gênero uma hora ou outra seria necessário.

Mandou Bem! (Nailed It!) é o seu mais novo reality culinário e que traz um grande diferencial dos demais shows de confeiteiros que encontramos usualmente. A premissa do programa é levar três cozinheiros amadores em uma competição que vale U$S 10 mil por episódio. O que precisam fazer para ganhar? Reproduzir, da maneira “menos pior”, o bolo que os chefes apresentam. Não entendeu? Então olha isso:

Inspirado em posts do Pinterest, de expectativa versus realidade, Mandou Bem! se torna um reality totalmente voltado para a cômico. A apresentação, que fica por conta da comediante Nicole Byer e do chef fixo Jacques Torres tem a intenção de tornar o jogo leve, sem duras críticas aos bolos apresentados pelos participantes (se é que podemos chamar alguns de bolos).

São seis episódios na primeira temporada e sete na segunda, onde em cada um deles nos é apresentado um chef diferente, sendo esse o responsável por trazer o bolo que será feito no jogo. E o melhor de tudo: não são bolos simples!

Os competidores tem o auxilio de um tablet em sua bancada, para checarem a receita e modo de preparo durante todo o jogo. Apesar dessa adição, nada sai como o planejado, e é justamente isso que o telespectador de Mandou Bem! quer ver.

Ao final do jogo, no momento das apresentações, é impossível conter a ansiedade e curiosidade para ver as revelações de cada um dos (ridículos) bolos. Além da apresentação, os jurados também avaliam o sabor. Mas, bem, algumas vezes eles rejeitam… O candidato avaliado como “o menos pior” é aquele que leva o prêmio de U$S 10 mil ao final.

Ainda não podemos dizer que os formatos de realities culinários está saturado. Contudo, é um pouco difícil inovar esse gênero que a cada dia vem ganhando mais e mais espaço nas telinhas, com canais próprios só de programas culinários, como o FoodNetwork.

A Netflix soube trazer algo fora do esperado em um gênero que ela não trabalhou com tanta força. Apesar de já ter tido a experiência com programas como o Chef’s TableChef’s Table: France, com, ao todo, cinco temporadas, Mandou Bem! se destaca por ser uma produção com bem menos investimento mas muito conteúdo, principalmente na comédia.

O reality lhe faz rir, ensina sobre o que não se deve fazer na cozinha e nos fazer ter um jogador favorito, apesar de tudo isso acontecer em apenas 35 minutos por episódio. Realities tem essa premissa e Mandou Bem!, apesar de ser fora do usual, não errou nisso.

Em alta agora