Connect with us

Críticas

Crítica | Power Couple Brasil

Namoros, competições e confinamento já são fórmulas que, isoladamente, sempre foram bastante utilizadas pela televisão. Mas nenhum programa havia misturado esses elementos como fez o reality show Power Couple Brasil, que chegou à programação da Record com toda humildade e caiu nas graças do público, tendo uma repercussão maior do que a que a própria emissora esperava. O reality exibiu a grande final nessa terça-feira (21), elegendo a modelo Laura Keller e o empresário Jorge Sousa como os grandes vencedores.

A dinâmica era simples, mas que dava muitas possibilidades para ser trabalhada com a criatividade que a Record já mostrou ter quando o assunto é reality show. A grande questão do programa era: será que marido e esposa, em uma relação estável, conhecem todas as habilidades um do outro? Será que eles confiam um no outro? Será que eles estão atentos aos detalhes da própria relação? Testar a relação dos casais em um misto de game show e reality de confinamento foi a proposta de Power Couple Brasil.

Competitivo em um ritmo alucinante, o elenco desta temporada rendeu muito. Submersos no jogo e na obsessão por ganhar, os casais, com todas suas diferenças de postura, não economizaram ao se entregarem ao jogo. A vitória do casal campeão, aliás, foi merecida, vez que eles nunca pouparam esforços para vencer a competição.

Com edição ágil, boa estrutura e um Justus mais a vontade no comando da atração, se comparado ao seu desempenho em A Fazenda, Power Couple Brasil entregou um produto popular, bem acabado, com todos os méritos para ganhar novos investimentos para uma próxima temporada.

Continue Lendo
INSCREVA-SE NO VOLTS PLAY
Comments

Em alta agora