Connect with us

Séries

Tudo que sabemos sobre a série de O Senhor dos Anéis

Tudo que foi confirmado e tudo que desejamos que seja em breve!

New Line Cinema

Com a confirmação hoje (6) de que Peter Jackson não está envolvido no projeto da Amazon Studios de levar a Terra Média para a TV, é hora de revisar tudo que sabemos – até agora – deste que será o projeto mais caro e ambicioso da TV mundial.

Peter Jackson foi o responsável por levar a Terra Média ao cinema em live-action pela primeira vez em 2001, com O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel, abrindo também a febre de adaptações de saga de fantasia, varrendo o Oscar e dando vida aos personagens que só existiam na cabeça dos fãs e nas animações. Já em 2012 PJ expandiu sua participação no universo criado por J.R.R. Tolkien com o primeiro volume da trilogia O Hobbit: Uma Jornada Inesperada.

Mas tudo isso foi na Warner, as coisas agora estão sob a tutela da Amazon. Ainda que a WETA, a companhia de efeitos visuais que deu vida física ao que já existia no imaginário dos fãs e transformou a Nova Zelândia na Terra Média esteja na produção, a visão sobre o mundo mágico de hobbits e elfos vai mudar.

Para alguns, é uma muito bem-vinda novidade, já que PJ pesou a mão na segunda trilogia; para outros, entretanto, resurge o mesmo fantasma que existia antes de 2001: será que a pessoa responsável dará conta? Essa pessoa, aliás, ainda não foi anunciada.

Tudo que se sabe na verdade não é muito, mas especular sobre Senhor dos Anéis nunca é tempo perdido.

Grande como a ganância de Saruman

A série da Amazon será gigante, como foi a primeira trilogia. Nada menos que uma negociação de US$ 250 milhões entre o espólio de Tolkien, a New Line Cinema, a HarperCollins e a Amazon tirou da Warner os direitos de explorar o legado de Tolkien.

No acordo, a Amazon levou também direitos sobre todas as imagens já existentes, ou seja, ela pode incorporar, por exemplo, imagens dos filmes como flashbacks na série. Ela também tem direitos sobre toda a estética usada por PJ, o que não é lá muito bacana já que foi um trabalho suado e honesto do diretor.

Antes de Jeff Bezos abrir o cofre, a Netflix e a HBO estavam na corrida para aquisição dos direitos. A HBO seria a “casa natural” para uma série ambientada no universo Tolkien (ou melhor, no Legendarium, como o Professor preferia chamar), uma vez que pertence ao grupo Time Warner e  já fez maravilhas com Game of Thrones.

Além do dinheiro desembolsado pelos direitos, claro, é preciso bancar o sonho. Nada menos que US$ 1 bilhão serão investidos na produção. Se bem empregados, nada mais cíclico que ter a maior produção audiovisual para a maior fantasia épica já criada.

Funfact (?): A Tolkien State and Trust já processou a New Line e a Warner Bros., respectivamente em 2008, 2012 e 2017, por problemas na publicidade do material produzido com o selo Tolkien e video games. E a Warner processou de volta os filhos e netos do Professor por quererem impedir que alguns personagens aparecessem em games, em 2013.

Data de Estreia

Bom, não há uma data fixa, a produção ainda não começou. Para lançar o primeiro filme em 2001, PJ começou a produção em 1995. Mas os tempos eram outros, e hoje a tecnologia para o Gollum já existe e as peças produzidas pela WETA ainda estão firmes na Nova Zelândia. Otimistas dão conta que teremos uma nova Terra Média em 2019. Aqui não esperamos nada antes de 2020. É preciso assar direito essa fornada.

Quantas temporadas terá

Ainda nem saiu do papel, mas vai sair em cinco instalações, possivelmente anuais, se tudo ocorrer conforme os planos da Amazon.

Elenco

Tirando a angústia de Sir Ian McKellen que já declarou que não gostaria de ver outra pessoa como Gandalf além dele, ninguém foi anunciado.

Quando questionado por Graham Norton sobre como ele se sentiria ao ver outro ator no papel, McKellen deixou um “o que você que dizer com ‘outro Gandalf’?”, e completou: “eu não disse sim porque ainda não me perguntaram. Mas você está sugerindo que outra pessoa pode interpretar o Gandalf? Ele tem mais de 7 mil anos, então eu não estou tão velho para o papel.

Nem tão espirituoso, o ator John Rhys Davies, que fez o anão Gimli, expressou descontentamento com a decisão de se fazer uma nova produção tão pouco tempo depois dos filmes de Peter Jackson. Para ele, o dinheiro falou mais alto: “Não é sobre fazer melhor, é sobre ganhar dinheiro, é isso!”.

Já o Gollum Andy Serkis parece ter se desgarrado de seu papel mais icônico: “Parece inacreditável, mas não me vejo fazendo parte. Eu acho que será completamente novo, um olhar fresco sobre isso, então eu não me imagino nem perto”.

Ben Barnes e Tom Mison

Trama

Todo esse misto de rancor, desgarro e surpresa dos atores que deram vida de forma brilhante aos personagens de Tolkien até ontem poderá deixar de fazer tanto sentido se a grande aposta sobre a trama que será levada para série se confirmar: O Jovem Aragorn.

Segundo o portal de fã The One Ring, múltiplas fontes dão conta de que a série de TV da Terra Média focará nas aventuras de Aragorn, o futuro rei, quando jovem. A Amazon confirma apenas que será uma prequel.

Elessar, Strider, Ranger… são apenas algumas das alcunhas que o herdeiro de Isildur usou enquanto percorreu os rincões da Terra Média na sua juventude, muito antes dos acontecimentos de O Senhor dos Anéis (quando já tinha, veja só, 87 anos, mas com rostinho de 35). Uma trama focada em Aragorn nesta época daria à Senhor dos Anéis uma cara de Game of Thrones, com bastante política. A fonte para esse material são os apêndices deixados pelo Professor.

Confirmado isso, é apenas natural que atores mais jovens sejam usados nos papéis. Lembrando que não vale para Gandalf, como bem apontado por sir Ian McKellen. Saruman, entretanto, teria de ser revisto de qualquer forma, uma vez que o lendário ator Christopher Lee faleceu em 2015, aos 93 anos.

De qualquer forma, há muita, mas muita história a ser explorada no Legendarium e seria apenas preguiça da Amazon focar na saga da Sociedade do Anel, coisa que, aliás, já deixou claro que não fará.

Para interpretar este jovem Aragorn, estamos com o pessoal do One Ring torcendo por nomes como Ben Barnes (o Logan Delos de Westoworld) e Tom Mison (Sleep Hollow).

Em alta agora