Connect with us

Animês e Mangás

Especial Otaku | Encontrando o melhor do J-Pop & J-Rock no Spotify

Curta uma playlist especial com sucessos da música pop japonesa.

Outro dia estive me perguntando “Será se os leitores do VOLTS consomem a música pop japonesa?”. A pergunta tem fundamento, pois em momentos anteriores eu já falei da importância desse segmento fonográfico aqui e destaquei o quão globalizado ele se tornou.

A prova disso é a presença de canções, EP e álbuns de artistas de J-Pop e J-Rock em serviços de streaming com Spotify e Deezer. Pensando assim decidi montar uma playlist especial para quem está a fim de consumir um pouco desse cenário musical e quem sabe embarcar de vez nessa onda.

Para essa playlist optei por destacar alguns dos artistas que mais curto e tem muita coisa boa disponível no Spotify viu! Vamos conferir!

 

FEMM

A playlist abre com as meninas do FEMM, um duo de eletronic dance music formado pelas cantoras Riri e LuLa. O FEMM (que é a abreviação de Far East Mentions Mannequins) está ativo desde 2013, mas seu debut só aconteceu em 2014 por meio digital com o álbum FEMM-Isation. O duo só fez seu debut com apresentações ao vivo em 2016 com o álbum Pow!/L.C.S.

Passeando entre o eletronic dance, o pop, eletropop e o techno, as cantoras são muito lembradas pela irreverência em seus clipes, coreografias e figurinos. Considerado por elas mesmas como o primeiro “duo de manequins” da cena Pop do Extremo Oriente, as duas assumem as personagens de bonecas durante suas apresentações, o que torna ainda mais marcante seu trabalho, que ao mesmo tempo que é uma referência também tem o papel de crítica à construção da figura feminina pela mídia pop japonesa e oriental.

Uma curiosidade sobre o duo fica por conta de Emily Kaiho, a Riri. A cantora possui dupla nacionalidade. Filha de mãe americana e pai japonês ela nasceu em Honolulu, Hawaii, mas muito jovem foi para o Japão. Já Hiro Todo, a LuLa, era modelo antes de iniciar a carreira como cantora idol.

(Capa do álbum 80’s/90’s J-Pop Revival do duo FEMM)

Na nossa playlist elas abrem o show que seu álbum mais recente, o 80’s/90’s J-Pop Revival (2017), seu segundo álbum de estúdio, que faz uma homenagem a grande sucessos da indústria fonográfica japonesa das duas últimas décadas do século XX.

 

Aimer

A segunda artista de nossa playlist é a cantora pop Aimer. Com três álbuns da cantora disponíveis no Spotify não pude deixar de incluir todos. Uma das mais proeminentes cantoras da cena pop japonesa da atualidade, Aimer é famosa por sua voz aveludada e com leves sussurros e rouquidões. Investindo em pop-rock e jazz, a cantora aborda o romance e a tragédia em suas músicas e vai desde faixas melancólicas a hits que promovem diálogo entre o progressive rock à música eletrônica.

A maior curiosidade sobre Aimer é o fato de sua voz ser rouca por consequência de um grave acidente sofrido na infância que quase lhe impediu de seguir com a carreira de artista musical. Experiente no piano, Aimer compõe canções para outros artistas e também para trilhas sonoras e mantém parceria forte com um dos grandes nomes da música japonesa, Hiroyuki Sawano, produzindo uma série de trilhas para animês incluindo faixas como RE:I AM (Mobile Suit Gundam Unicorn) e Brave Shine (Fate/Stay Night: Unlimited Blade Works)

(Capa do álbum Daydrean da cantora Aimer)

Na nossa playlist os álbuns da cantora disponíveis são: Daydream (2016), Best Selection “blanc” e Best Selection “noir” (2017).

 

Hiroyuki Sawano

É óbvio que não poderia ficar de fora um dos nomes mais badalados dos últimos tempos e o meu produtor musical favorito. Hiroyuki Sawano é um pianista, arranjador e compositor japonês celebrado pela sua dedicação na composição de trilha sonoras para filmes, séries, games e animês. Com mais de cinquenta trabalhos feitos em OST das mais diversas, o produtor musical surpreende por fazer uma fusão conceitual entre o clássico e o rock progressivo, além de dialogar com o eletropop e a house music.

Um dos pontos positivos de Hiroyuki Sawano é seu talento para reunir outros talentos. Com seu projeto SawanoHiroyuki[nZk], ele apresenta canções com uma composição musical arrebatadora e vocais dos mais diversos que incluem nomes como Aimer, Tielle, Gemie, mpi, Yoshi, Mika Kobayashi e Eliana, uma nipo-brasileira.

(Capa do EP Into the Sky de Hiroyuki Sawano)

Na nossa playlist o EP Into the Sky (2016) representa um pouco do trabalho de Hiroyuki Sawano com quatro canções e quatro temas instrumentais.

 

LiSA

Uma das cantoras pop que divide opiniões, LiSA também dá as caras na playlist. No Spotify há quatro álbuns completos da artista disponíveis, mas optei por incluir apenas um por uma questão estratégica. Little Devil Parade é o álbum mais recente da diva (lançado em 2017) e é quase que um apanhado do melhor já feito por LiSA. Entre os destaques do álbum estão as faixas Cath the Moment (tema do filme Sword Art Online: Ordinal Scale) e Brave Freak Out! (tema de abertura do animê Qualidea Code).

(Capa do álbum Little Devil Parade de LiSA)

LiSA, nome artístico de Risa Oribe, está em atividade desde 2005 e é muito conhecida pelo otaku justamente por sua participação em trilha sonora de animês. É uma cantora mediana, mas que particularmente gosto muito.

 

FLOW

Finaliza nossa playlist um representante do J-Rock. A banda FLOW é uma das mais influentes no cenário mundial tendo se apresentado em diversos países (incluindo o Brasil), além de ser muito reconhecida por sua participação em trilhas sonoras de animês.

Foi pensando nisso que selecionei justamente seu álbum mais recente, FLOW the best Anime Shibari, que reúne as animesongs famosas interpretadas pelo grupo.

(Capa do álbum FLOW the best Anime Shibari)

Um total de 23 faixas incluem as canções de abertura e encerramento de animês como Naruto e Naruto Shippuden e Nanatsu no Taizai.

 

E essa é a playlist especial de J-Pop/J-Rock do VOLTS. Espero que você curta bastante! Em um próximo artigo vamos conferir o que de bom há Deezer!

Álbum de J-Pop/J-Rock

A playlist featuring FEMM

 

Até a próxima e… Sayonara!

Em alta agora