Se Liga

12ª Mostra Cinema e Direitos Humanos ocorre em dezembro, em São Luís

A Declaração Universal dos Direitos Humanos, que em 2018 completa 70 anos, será o tema da 12ª Mostra Cinema e Direitos Humanos que ocorre nas 26 capitais do país e no Distrito Federal, entre os meses de novembro e dezembro.

Em São Luís, a mostra será realizada de 5 a 12 de dezembro, no Palacete Gentil Braga, localizado na Rua do Passeio, Centro. Ao todo, serão exibidos 40 filmes, divididos em 4 mostras: Temática, Panorama, Mostrinha (dedicada ao público infanto-juvenil) e Homenagem, que celebra a carreira do ator e diretor Milton Gonçalves. As sessões são seguidas de debates com o público.

A mostra é uma iniciativa do Ministério dos Direitos Humanos (MDH), com realização do Instituto Cultura em Movimento (ICEM). A programação é totalmente gratuita.

Sobre a programação

Os filmes abordam as diversas temáticas dos Direitos Humanos, como memória e verdade, questões de gênero, população negra, população indígena, população LGBT, imigrantes, direito das pessoas com deficiência, direito da criança, direito dos idosos, direito da mulher, direito à saúde, direito à educação, diversidade religiosa e meio ambiente.

Para permitir a acessibilidade, todas as sessões contam com closed caption, e em sessões selecionadas haverá áudio descrição e intérpretes de Libras. Os espaços onde ocorrem as exibições também possuem estrutura acessível para receber os diferentes públicos, além de contar com a programação em Braille para consulta.

O tema escolhido para este ano, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, surgiu em 1948 como um grito de liberdade e o clamor por respeito, contra o fascismo e as milhões de mortes da 2ª Guerra Mundial. Segundo a Diretora de Promoção e Educação em Direitos Humanos do MDH, Juciara Rodrigues, a Mostra promove ações públicas que transcendem governos, por isso já está em sua 12ª edição.

Milton Gonçalves será homenageado

O ator e diretor Milton Gonçalves, um dos mais prolíficos artistas do país com mais de 70 filmes no cinema, será o homenageado na Mostra. Presente nas telas e palcos desde a década de 50, participou da história da televisão, do teatro e do cinema brasileiros.

Sua versatilidade dramática e seu talento venceram as barreiras que normalmente são impostas aos artistas negros no país.

Veja abaixo os filmes que irão compor a programação:

Mostra Temática – 5 filmes;

Café com Canela – Direção: Ary Rosa e Glenda Nicácio/ Local: Brasil/ Ano: 2017/ Duração: 100’/ Gênero: Drama;

Eduardo Galeano Vagamundo – Direção: Felipe Nepomuceno/ Local: Brasil/ Ano: 2018/ Duração: 72’/ Gênero: Documentário;

Henfil – Direção: Angela Zoe / Local: Brasil/ Ano: 2017/ Duração: 74’/ Gênero: Documentário;

Heróis – Direção: Cavi Borges / Local: Brasil/ Ano: 2018/ Duração: 70’/ Gênero: Documentário;

Histórias da Fome no Brasil – Direção: Camilo Tavares / Local: Brasil/ Ano: 2017/ Duração: 52’/ Gênero: Documentário;

Mostra Homenagem – Milton Gonçalves- 5 filmes;
Carandirú – Direção: Héctor Babenco/Local: Brasil/Ano: 2013/Duração: 146′;
Lúcio Flávio – Direção: Héctor Babenco/Local: Brasil/Ano: 1977/Duração: 118′;
O Que é Isso Companheiro? – Direção: Bruno Barreto/Local: Brasil/Ano: 1997/ Duração: 110′;
Rainha Diaba – Direção:Antônio Carlos da Fontora/Local: Brasil/Ano: 1974/ Duração: 110′;
Eles Não Usam Black Tie – Direção: Leon Hirszman /Local: Brasil/Ano: 1981/Duração:134′;

Mostra Panorama – 25 filmes;
Nós – Direção: Thiago dos Santos Simas/Local: Brasil/Ano: 2016/Duração: 5′ 30″/ Imigrantes;
Do Outro Lado – Direção: Bob Yang e Frederic Evaristo/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 14’/ População LGBT;
Um Café e Quatro Segundos – Direção: Cristiano Requião/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 15’/ Memória e Verdade;
A rua das casas surdas – Direção: Gabriel Mayer e Flávio Costa/Local: Brasil/Ano: 2016/Duração: 8’/ Memória e verdade;
Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones – Direção: Elias Norberto da Silva, Juana Morais, José Gutin Rodriguez, Maurício Nunes e Sandro Livramento /Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 25’/Direito da pessoa com deficiência;
Batuque Gaúcho – Direção: Ségio Valentim e Mestre Paraquedas/Local: Brasil/Ano: 2014/Duração: 26’/Diversidade religiosa;
Lacerda, O Corvo da Guanabara – Direção: Sayd Mansur/Local: Brasil/Ano: 2017/Duração: 18′ 38″/ Memória e Verdade;
Monocultura da Fé – Direção: Joana Moncau e Gabriela Moncau/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 23’/População Indígena;
As Sementes – Direção: Beto Novaes e Cleisson Vidal/Local: Brasil/Ano: 2015/Duração: 32’/ Meio Ambiente;
À Espera – Direção: Nivaldo Vascencelos e Sónia André/Local: Moçambique/Ano: 2016/Duração: 22’/ Direito a criança e adolescente e questão de gênero;
Enrolado na Raiz – Direção: Camila Caracol/Local: Brasil/Ano: 2015/Duração: 23’/ População Negra;
Repense o Elogio – Direção: Estela Renner/Local: Brasil/Ano: 2016/Duração: 48’/Questão de gênero;
Waapa – Direção: David Reeks, Paula Mendonça e Renata Meireles/Local: Brasil/Ano: 2017/Duração: 20’/População Indígena;
Outro Olhar – Direção: Renata Sette/Local: Brasil/Ano: 2016/Duração: 34’/ Direitos da pessoa com deficiência;
Marcos Medeiros – Codinome Vampiro – Direção: Vicente Duque Estrada/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 71’/ Memória e Verdade;
Tente entender o que tento dizer – Direção: Diego Paiva /Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 85’/Direito à saúde;
Nunca Me Sonharam – Direção: Cacau Rhoden/Local: Brasil/Ano: 2017/Duração: 84’/Direito à educação;
Chega de Fiu Fiu – Direção:Amanda Kamanchek e Fernanda Frazão/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 73’/ Questão de Gênero;
Menina de Barro – Direção: Vinícius Machado/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 97’/ Bullying;
O Começo da Vida – Direção: Estela Renner/Local: Brasil/Ano: 2016/Duração: 97’/Direito da Criança;
A Rua é NOIZ – Direção: Eduardo Cunha Souza e Pedro Cela/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 14’/Cultura, Educação e Direitos Humanos;
Narrativas de um crime – Direção: Alison Zago/Local: Brasil/Ano: 2017/Duração: 15’/ Combate à violência e LGBT;
Uma Bala – Direção: Piero Sbragia/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 2’/Defesa aos defensores dos Direitos Humanos;
Nomes que Importam – Direção: Muriel Alves e Angela Donini/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 15’/ População LGBT;
Sociedade etiquetada – Direção: Helena Araújo/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 5’/Direitos Humanos;

Mostrinha – 5 filmes;
Príncipe da Encantaria – Direção: Izis Negreiros/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 11′;
Louise – Direção: Andressa Fernandes, Amanda Gomes e Nathanael Cruz/Local: Brasil/Ano: 2017/Duração: 5′;
A Natureza Agradece – Direção: Ana Maria Cordeiro e Ricardo Podestá/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 14′;
A Bicicleta do vovô – Direção: Henrique Dantas/Local: Brasil/Ano: 2018/Duração: 22′;
A câmera de João – Direção: Tothi Cardoso/Local: Brasil/Ano: 2017/Duração: 22′.