Connect with us

Listas

10 curiosidades sobre os 90 anos de Mickey Mouse

O personagem mais amado do mundo comemora 90 anos de sua primeira aparição.

Foto: Divulgação/Disney

Passaram-se 90 anos desde sua criação e Mickey Mouse continua vivo na memória de crianças e adultos ao redor do mundo, e é a franquia número 1 da The Walt Disney Company. Em seu nonagésimo aniversário, confira algumas curiosidades do personagem mais icônico do mundo:

1. No início, o personagem principal de Walt Disney não era Mickey…
E sim Oswald, o coelho sortudo. Walt Disney acreditava que o personagem seria um sucesso, mas em uma viagem para tentar conseguir dinheiro para a produção, os investidores deram uma resposta negativa e, como os direitos autorais do personagem pertenciam a eles, assumiram o controle do personagem.

2. O primeiro nome de Mickey Mouse, na verdade era…
Mortimer!
 Após a reunião com os investidores de Oswald, Walt Disney e sua esposa voltaram a Los Angeles em um trem onde, Walt passou o tempo criando um ratinho alegre e com grandes orelhas redondas.

3. O nome “Mickey” foi sugerido por outra pessoa
Lillian, esposa de Walt, achou o nome Mortimer muito pretensioso e sugeriu Mickey. A partir daí, nascia um astro!

4. Nem tudo foi sucesso no começo!
Após criar o personagem, Walt Disney começou a trabalhar imediatamente no primeiro desenho animado de Mickey Mouse: Plane Crazy. O entusiasmo desapareceu quando nenhum distribuidor quis comprar o filme. Em sua segunda tentativa, Walt produziu outro desenho animado mudo intitulado Mickey, The Gallopin’ Gaucho, porém a Warner Bros. havia iniciado os filmes falados.

5. A estreia de Mickey Mouse nos cinemas foi um grande marco…
Com Steamboat Willie, Mickey Mouse fez sua estreia nas telas de cinema em 18 de novembro de 1928, no Colony Theatre de Nova York, como o astro do primeiro desenho animado com som sincronizado.

6. As primeiras palavras de Mickey foram…
“Hot Dog! Hot Dog!”, a fala faz parte do curta-metragem The Karnival Kid (1929). Daquele momento em diante, na maioria dos curtas de Mickey durante a Segunda Guerra Mundial foi o próprio Walt Disney que deu voz a Mickey.

7. Mickey Mouse possui nomes diferentes em alguns idiomas
Apesar do nome Mickey Mouse ser conhecido no mundo todo, em italiano, é chamado de Topolino; em alemão, é o Micky Maus; em espanhol, Raton Mickey; em sueco, Musse Pigg; e em mandarim, Mi Lao Shu.

8. Mickey participou da cerimônia do Oscar duas vezes
Em 1998, o personagem subiu ao palco para entregar um envelope ao ator Tom Selleck. Já em 2003, Mickey voltou a aparecer na cerimônia como animação ao lado da atriz Jennifer Garner.

9. Mickey Mouse chegou à televisão em 1950
Nesta década, Walt produziu um especial de Natal para televisão chamado “One Hour in Wonderland“. O desenho clássico Relojoeiros das Alturas (1937) também foi apresentado como parte das comemorações de fim de ano.

10. Mickey Mouse foi o primeiro personagem de desenhos animados a ser amplamente licenciado
O primeiro livro de Mickey Mouse foi publicado em 1930 e a Ingersoll Watch Company produziu o primeiro relógio do Mickey em 1933.

Advertisement

Artigos

Lista de 5 | Momentos em que a Pixar te fez chorar

No esquenta pra Toy Story 4, relembre com a gente os cinco momentos mais emocionantes do estúdio

Que o estúdio de Buzz Lightyear e Woody se tornou especialista em arrancar lágrimas das plateias pelo mundo, a gente já sabe. Mas em entrevistas, diretores e roteiristas sempre dizem que a emoção é uma reação natural às histórias e que nunca é algo proposital. O fato é que ao desenvolver e atribuir sentimentos tão genuínos a seus personagens, não importando se são monstrinhos, brinquedos ou seres do fundo do mar, a Pixar acerta em cheio no coração. Separamos aqui 5 desses momentos de soluçar pesado na sala de Cinema. Vamo nessa.

5 – Wall-E não reconhece EVA

O solitário robô Wall-E (2008), programado para compactar lixo, encontra a robô sonda espacial EVA. Os dois se conhecem em circunstâncias pouco amistosas, já que EVA é também uma poderosíssima arma de destruição em massa. Mas ambos se entendem enquanto tentam resolver as tretas desse roteiro genial de Andrew Stanton e Jim Reardon (com base na história original dos veteranos Stanton e Pete Docter). Mas depois que Wall-E é desativado e EVA consegue reanima-lo, o robô volta com a programação deletada, sem memória nenhuma. É de cortar o coração.

4 – A história de Carl e Ellie

Numa das cenas mais poderosas em habilidade narrativa da história da Pixar, a música evocativa de Michael Giacchino embala o relacionamento de Carl e Ellie desde a infância, apresentando ao público de forma econômica e sutil a evolução e os planos do casal. Até que Ellie precisa ir. As transições de cena e a transformação nas cores, junto com a cadência da trilha fazem desse momento em Up : Altas Aventuras (2009) um dos pontos altos do coeficiente de choradeira do estúdio – ah, e rendeu a eles os Oscar de Melhor Trilha e Melhor Animação daquele ano.

3 – Ego e o flashback da infância

Quando o empertigado crítico culinário Anton Ego finalmente volta ao restaurante Gusteau depois de ter prometido nunca mais pisar ali, a equipe se apavora. E Remy, o rato cozinheiro, num rompante de genialidade e loucura, decide servir a ele o simplíssimo Ratatouille (2007). A memória de Ego volta à infância e o faz lembrar da mãe lhe preparando o mesmo saborosíssimo prato. É um momento emocional demais, já que é o ápice de uma construção de suspense sobre a reação do crítico e desmonta sua imagem impiedosa e vampiresca num dos motes do filme: culinária e amor se misturam.

2 – Andy apresenta os brinquedos a Bonnie

Em Toy Story 3 (2010) descobrimos que os brinquedos não fazem mais parte da rotina adolescente do pré-universitário Andy. O espiral dramático dirigido pelo fantástico Lee Unkrich leva Woody e seus amigos a uma trama de conspiração e cárcere com reviravoltas emocionalmente exaustivas até que o destino deles é definido. Ao ver Andy se despedindo e apresentando seus brinquedos a garotinha Bonnie é impossível segurar o choro. O público não só se despede junto, como também se lembra das aventuras anteriores e da própria infância. É catarse pura.

1 – Miguel e a vovó Coco

Aqui é covardia. Um dos mais belos textos da Pixar, uma história poderosa sobre amor e família, sobre aceitação, talento, música e memória. Depois de descobrir a verdade sobre a própria família e vencer uma jornada de autoafirmação, o pequeno Miguel usa a arma mais poderosa a sua disposição, a música, para salvar uma memória importante. E os versos de “Remember Me”, independente da versão, são de amolecer qualquer criatura, enquanto os dedinhos da vovô Coco começam a se animar e os dois cantam juntos em Viva : A Vida é uma Festa (2017).

E aí? Lembrou de outros momentos emocionantes da Pixar? Comenta com a gente! Lembrando que Toy Story 4 está entre nós e já tem crítica no Volts – Clique aqui! E até breve.

Continue Reading

Games

Volts Pride | 14 personagens LGBTQs dos jogos eletrônicos

Celebre o mês do orgulho LGBTQ+ com alguns ícones dos jogos digitais.

Aos poucos o mundo gamer têm trabalhado de forma mais eficiente e representativa as questões de gênero. Os esteriótipos, marginalizações e “hiperssexualizações”, aos poucos, somem. Ainda não estamos no ponto ideal, claro, mas é um passo em direção ao rumo certo. E para celebrar o mês do orgulho LGBTQ+, reunimos, nessa lista, alguns dos personagens que conquistaram corações e fãs por todo o mundo. Segue a lista:

1.DORIAN PAVUS

Imagem relacionada

Lenda de Dragon Age: Inquisition e que, apesar de ser um poderoso mago e fiel companheiro da inquisição, sofre preconceito dentro de sua família conservadora. No jogo, o protagonista possui a chance de criar um relacionamento com o personagem, que irá explorar ainda mais as nuances da homofobia existente em Thedas.

2. ELLIE

Resultado de imagem para ellie the last of us

Interpretada pela atriz Ashley Johnson, Ellie, além de ser um ícone LGBTQ+, é uma peça fundamental para a trama de The Last of Us. Também já é prometido que a personagem seja a protagonista do segundo capítulo da franquia, que infelizmente ainda não possui data de lançamento.

3. KUNG JIN

Resultado de imagem para kung jin mortal kombat

Protagonista de Mortal Kombat X, Kung Jin é primo de Kung Lao, que utiliza o arco e flecha como principal arma. Sua sexualidade foi tratada de maneira sutil na trama do jogo, mas, ainda sim, é representativa e impactante. Estamos no aguardo de seu retorno.

4. TRACER

Resultado de imagem para tracer overwatch

Ícone de Overwatch e uma das personagens mais amadas do jogo, Tracer, quando não salva o mundo, divide a vida (e um apartamento) com a sua namorada, Emily. A Blizzard declarou: “Tracer é lésbica. Assim como na vida real, sentimos que a variedade nos nossos personagens e as suas identidades ajudam a criar um universo de ficção muito mais rico e profundo“.

5 e 6. BLOODHOUND E GIBRALTAR

Resultado de imagem para GIBRALTAR E BLOODHOUND

Pouco após ser lançado, a companhia Respawn revelou que dois personagens de Apex Legends são LGBTQs. O primeiro, Gibraltar, é homossexual, inclusive um ex-namorado do personagem é citado no site oficial do jogo. Já Bloodhound é não-binário, ou seja, não se identifica com um gênero em específico.

6 e 7. AS TRACIS

Militância em forma de jogo, Detroit: Become Human retrata diversos tópicos sociais, como escravidão, racismo e, também, questões de gênero. Em um dado segmento do jogo, o protagonista Connor encontra duas divergentes (androides que se opõem às imposições de seus criadores humanos e buscam liberdade) lésbicas, que apenas desejam ficar juntas. A escolha, sobretudo, é nossa.

8 e 9. MAX E CHLOE

Resultado de imagem para max e chloe

Além de tratar temas como bullying e a depressão, Life is Strange pincela uma relação muito mais do que colorida entre Max e Chloe. Aliás, a trama do jogo centra-se principalmente em ambas e, independente de nossas ações no curso do jogo, o apreço entre as duas permanece intocável.

10. ANTHONY PRINCE

Resultado de imagem para anthony prince gta

Popularmente conhecido como Gay Tony, Anthony Prince é um empresário e dono de diversas casas noturnas em Liberty City. Além disso, seu arco narrativo em GTA IV dá nome a expansão do jogo, chamada The Ballad of Gay Tony.

11. LIARA T’SONI

Resultado de imagem para liara tsoni

Além de incluir personagens LGBTQs, a Bioware também cria toda uma raça que sequer possui conceitos de gênero. As Asari, assim como a doutora Liara T’Soni, possuem uma aparência feminina, mas são de gênero único e podem se relacionar com outras raças do universo de Mass Effect.

12. IRON BULL

Resultado de imagem para iron bull

Um Qunari e pansexual assumido, Iron Bull é um dos principais personagens de Dragon Age: Inquisition. E, assim como Dorian, ele também é uma opção de relacionamento para o protagonista do jogo. Além de líder nato do seu esquadrão, acolhe e protege o soldado trans Krem de qualquer um que ousar questioná-los ou enfrentá-los.

13. SOLDADO 76

Resultado de imagem para soldier 76

Soldado 76, ou Jack para os íntimos, contou um pouco sobre o seu ex-namorado Vincent no último conto oficial de Overwatch, Bastet. Um ponto interessante sobre o personagem é que ele está na casa dos 50 anos de idade, uma representatividade LGBTQ+ incomum nos jogos e mídias em geral.

14. CIRI

Resultado de imagem para ciri the witcher

Apesar de preferir mulheres, Ciri deixa clara a sua bissexualidade em The Witcher 3: Wild Hunt. No livro, a qual o jogo se baseia, as suas relações são ainda mais exploradas, principalmente com outras mulheres.

Qual desses personagens é o seu favorito?

Continue Reading

Listas

Os gatos mais icônicos da cultura pop

Do Salem ao Meowth, conheça e relembre 5 gatos icônicos da cultura pop que marcaram gerações!

Mais do que adoráveis, os gatos são seres que deixam a marca onde quer que passam. Seja figurativamente ou de modo literal, do colo às telas do cinema, muitos são responsáveis por nos trazerem momentos únicos com as suas presenças insubstituíveis. E alguns dos que listarei adiante foram responsáveis por isso, por nos tirar gargalhadas e por nos trazer à tona o nosso lado “iti malia”.

Mas sem delongas, do passado ao presente, conheça e relembre cinco de algumas das figuras felinas mais icônicas da cultura pop!

GOOSE

Sim, começarei com ele, o estreante nos cinemas e já famoso: Goose!

O gato da Capitã Marvel, que tecnicamente nem gato é, é um célebre companheiro alienígena (Flerken) da heroína que possui umas habilidades a lá mirabolantes e extremamente fatais. É tranquilo dizer que no filme mais recente do MCU, ele rouba todas as cenas em que participa ao lado de seu (quase) novo fiel amigo, Nick Fury.

Outro detalhe que vale ressaltar é que o Goose nos quadrinhos se chama Chewie, que nada mais é do que uma homenagem ao personagem Chewbacca, de Star Wars! Infelizmente, até o momento, o seu nome nas telas se restringe a Goose por razões desconhecidas.

MEOWTH

O tagarela, mas o incrível e fiel companheiro da equipe Rocket não poderia estar de fora!

Meowth é um dos poucos pokemón que possui a habilidade de fala (e felizmente a utiliza com frequência). Mas, acima disso, também é, pela maioria das vezes, o cérebro do trio composto por ele, Jessie e James!

Outro fato curioso é que o pokemón de garras e línguas afiadas foi inspirado no Mankei Neko, um amuleto da sorte do folclore japonês!

SALEM

Outro gato dotado com a habilidade de fala (ou pelo menos, possuía antigamente) é Salem Saberhagen, um dos personagens mais carismáticos de Sabrina!

Historicamente, na série “Sabrina, Aprendiz de Feiticeira”, de 1996, Salem é um bruxo que foi amaldiçoado a viver como um gato pela eternidade. Entre os quadrinhos e adaptações existentes, há algumas diferentes razões para ele ter encontrado este destino, como, por exemplo, ter tentado dominar o mundo ou ter feito uma humana se apaixonar por ele.

Por outro lado, na adaptação mais recente, “As Aventuras Sombrias de Sabrina”, da Netflix, isto ainda é um mistério. Além disso, nessa versão, o felino perdeu seu local de fala (ba dun ts) e até o momento é apenas o espírito familiar mudo de Sabrina.

GARFIELD

Garfield é definitivamente o gato protagonista de sua própria história, e que, entre os presentes da lista, representa mais fielmente o verdadeiro espírito felino com sua gula e preguiça.

O chane manhoso deu às caras pela primeira vez em 41 jornais dos Estados Unidos, em 1978. Fazendo as contas, são mais de 40 anos de histórias cômicas com o felino sacaneando o seu dono, Jon Arbuckle, e o cachorro da família, Oddie. Dentro desse período, dois filmes em live-actions foram produzidos e lançados nos cinemas, com mais 3 chegando posteriormente diretamente para DVD e Blu-Ray.

Por último, sempre vale lembrar que assim como para muitos de vocês (espero), o seu prato favorito é a Lasanha.

TOM
Do Goose ao Salem, conheça e relembre 5 gatos icônicos da cultura pop que marcaram e ainda marcam gerações!

Seria certo dizer que eu sempre torcia para Tom derrotar o Jerry de vez? Ou pelo menos saborear por alguns minutos o gostinho da vitória?

Ok, deixando de lado minhas pessoais decepções cartunistas, Tom sempre foi e sempre será um gato marcante da cultura pop. Talvez por causa de seus planos infalíveis, mas falíveis, contra o Jerry entre os seus 78 anos de existência.

Aliás, vale lembrar que ao lado de Jerry, Tom conquistou humildes 7 Oscars! Será que teria como ele emprestar alguns para Amy Adams ou Glenn Close?

MENÇÕES HONROSAS

Por fim, como menção horrorosa, também quero homenagear o nosso querido e icônico Frajola, outro premiado detentor de míseras 3 estatuetas do Oscar. Além deles, têm-se os fiéis guardiões Luna e Artemis, de Sailor Moon, que também merecem ser lembrados.

Qual desses é o seu favorito?

Continue Reading